Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Caso Décio: e se a linha de investigação estiver errada?


Os delegados que investigam a morte do jornalista e blogueiro Décio Sá – assassinado a tiros dia 23 de abril, em um bar na Avenida Litorânea – têm um quebra-cabeça extremamente lógico a ser montado para definir a autoria do crime.
Pelo que já foi apurado, falta pouco para se chegar até mesmo aos mandantes.
Se quisessem depender apenas dos depoimentos prestados, já poderiam ter efetuado prisões temporárias. Mas eles querem algo mais concreto, que consubstancie de maneira inquestionável o trabalho que vêm fazendo.
E é aí que surge o problema. Talvez os investigadores não consigam uma prova material sequer que incrimine os citados nos depoimentos, simplesmente porque podem não ter sido eles os mandantes.
Apesar de, repete-se, extremamente lógico o quebra-cabeça que vem sendo montado, a polícia deve sempre trabalhar com a dúvida.
E se a linha de investigação estiver errada?
FONTE: Gilberto Léda

0 comentários:

Postar um comentário