Novas regras para entrega da Declaração do imposto de Renda

Prazo vai até 29 de abril

Fifa abre janela para jogadores na Rússia e na Ucrânia

Decisão foi motivada pela guerra que acontece no Velho Continente

Expedito Jr. faz Gol de Placa ao apoiar esporte amador em Bacabal

Desportista declaram apoio ao trabalho de expedito

Norris Cole, Lady Conceição e Norris Cole Jr. fazem Show Internacional em Bacabal

Show deve mobilizar toda massa reggueira de Bacabal e região

Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A TRANSPARENTE FARSA DO CONTROLE SOCIAL

 
Por Zezinho Casanova
Com o objetivo de "promover a transparência pública e estimular a participação democrática da sociedade no acompanhamento e controle da gestão pública", a controladoria Geral da União convoca para maio de 2012 a 1ª CONFERÊNCIA sobre transparencia E CONTROLE SOCIAL da história  do Brasil.Quientos e poucos anos depois a iniciativa parece tardia, mas antes tarde do que nunca já que no Brasil a história é sempre conduzida pela contra-mão da democracia, aqui o governo sempre exerceu rígido controle sobre a sociedade, agora fica dificil sensibilizar gestores engessados nas velhas práticas antedemocráticas.
A história do Brasil caracteriza-se por uma serie de golpes e ditaduras civis ou mmilitares, estamos a viver o período mais longo de democracia, para isso os Gestores sacrificaram centenas de vidas em nome da democracia, mesmo assim ainda não aprendemos viver em liberdade, falta-nos o entendiemtno do que seja direitos e deveres e o estado continua ainda a exercer um forte e sutil controle sobre a sociedade civil.
Ao perceber que não conseguiriam parar o motor da história, surge uma nova classe de democratas preocupadas em não perder espaço no controle que já exerciam, inteligentemente optaram por usar seu favor percebendo que a democracia pode ser transformada em mais um  instrumento  de controle sobre a sociedade civil, dessa forma não perderiam as rédias da charrete da história. Dessa forma apresenta-se o Teatro Social, como gesto finjop aceitar criticas e sugestoes e a sociedade na maioria das vezes participa da farsa como mero ator codjuvante.
O roteiro do espetáculo é semples: a sociedade civil organizada tem suas lideranças "manipulas" ou cooptadas em troca de favores como empregos e outras beneces do poder,etc., ao se aproximarem as conferencias de saúde, educação, cultura, mulher,etc.,os gestores articulam as liderenças direta ou indiretamente b seu controle, dessa forma acabam influenciando nos resultados das conferencias. Seus relatórios até são enviados à instacias superiores como prova de sua realização, mas as propostas aprovadas são engavetadas e esquecidas pelos gestores, a sociedade civil anestesiada pelo  momento do processo acaba calando-se esquecida de seus direitos e quando os recebe ficam gratos como se recebecem favores.
Assim as cidades continuam sem as politicas publicas que precisam, a situação perde o controle e os gestores ostentam uma qualidade de vida que seus sálarios não podem sustentar, a democracia vira então um transparente labirinto sem rsaídas ondem interesses se degladiam e os gestores comportam-se como se nunca fossem sair do poder.
Discutir Transprencia e controle social é necessário e oportuno, como cidadão ou cidadã que queira contruir um país melhor preciso melhorar minha saúde civil e decidir que tipo de função quero exercer  na sociedade. Que gestor eu quero ser? Que gestão quero exercer? Quais os limmites do poder? Do outro lado a sociedade civil precisa refletir sobre o seu papel na construção das políticas públicas como representantes de uma comunidade, sindicato ou ong's, que tipo de liderança quero ser, das que aceitam favores e acabam perdendo sua independencia ou das que teem clareza de sua impoetancia para realização das políticas públicas.
Na atual Conjutura não é fácil constuuir e manter uma identidade política, mas é possivel dizer não à corriupção e a subserviênncia. Se voce vai participar de uma Conferência pense nisso, se voce é Gestor pense também; não há Políticas Públicas sem a efetiva  Participação, Acompanhamento e Controle da Sociedade Civil.
*Zezinho Casanova é educador, estudante de técnico em Comunicação Social e editor do blog Diário do Mearim.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

(MDA)Chamamento Público para apoiar ações de custeio do Programa Desenvolvimento Sustentável de Territórios Rurais

Chamamento Público 001/2011 – SDT/MDA
Objeto: Seleção de propostas técnicas que promovam a abordagem territorial e o desenvolvimento rural sustentável, apoiando ações cuja finalidade sejam o incremento da qualidade de vida da população rural, a dinamização das economias territoriais, a organização social e o fortalecimento dos atores sociais por meio da adoção de princípios e de práticas da gestão social com a implementação e integração de políticas públicas nos territórios.
Modalidades de Apoio
a) Apoio ao Colegiado Territorial
b) Realização de estudos, pesquisas, diagnósticos territoriais e estaduais, sistematização e intercâmbio de experiências
c) Apoio à dinamização econômica
Lotes e Valores
Para executar as ações deste chamamento foram definidos 12 lotes que correspondem a junção de territórios e estado:
Lote 1 – ACRE E RONDÔNIA – R$ 1.614.840,00
Lote 2 – AMAZONAS E RORAIMA – R$ 3.083.440,00
Lote 3 – PARÁ E AMAPÁ – R$ 3.806.160,00
Lote 4 – MARANHÃO, PIAUÍ E CEARÁ – R$ 4.686.000,00
Lote 5 – RIO GRANDE DO NORTE E PARAÍBA – R$ 3.383.200,00
Lote 6 –PERNAMBUCO E ALAGOAS – R$ 3.115.800,00
Lote 7 – BAHIA E SERGIPE – R$ 3.401.800,00
Lote 8 – RIO DE JANEIRO E ESPÍRITO SANTO – R$ 1.305.400,00
Lote 9 – MINAS GERAIS E SÃO PAULO – R$ 2.577.400,00
Lote 10 – RIO GRANDE DO SUL, SANTA CATARINA E PARANÁ – R$ 3.047.200,00
Lote 11 – GOIAIS/DISTRITO FEDERAL E TOCANTINS – R$ 2.493.200,00
Lote 12 – MATO GROSSO DO SUL E MATO GROSSO – R$ 1.958.800,00
Habilitação
Para ser considerada habilitada neste chamamento, a proponente deverá comprovar, no momento da apresentação da proposta:
a) ser entidade pública ou entidade privada sem fins lucrativos;
b) possuir atribuições estatutárias e/ou regimentais relacionadas à proposta apresentada;
c) ter experiência comprovada na execução de atividades de apoio ao desenvolvimento rural com abordagem territorial;
d) ser credenciada junto ao Comitê de Desenvolvimento Territorial do CONDRAF.
e) comprovar a situação da execução de contratos de repasse ou de convênios vigentes com o MDA, caso existirem;
Prazos
• Recebimento das propostas no SICONV e no protocolo da SDT: até 03 de outubro de 2011.
• Análise e Seleção das propostas: de 04 de outubro à 09 de outubro de 2011.
• Apresentação do resultado de seleção: 10 de outubro de 2011.
Maiores informações:
Secretaria de Desenvolvimento Territorial (SDT)
Setor Bancário Norte, Quadra 1,
Ed. Palácio do Desenvolvimento, 8º andar
CEP: 70057-900 – Brasília-DF
Telefones: (61) 2020-9880/0894 – Fax: (61) 2020-0505
Correio eletrônico: sdt@mda.gov.br

Dez anos da lei de Cotas Raciais no Brasil

Uma avaliação realizada por senadores, especialistas e militantes do movimento negro sobre os 10 anos do sistema de cotas afirma que a ação afirmativa mostrou ser bem sucedida ao promover significativa e relevante inclusão da população negra brasileira nas universidades públicas.
Segundo eles, as cotas são um instrumento legítimo para a busca da “igualdade material” preconizada pela Constituição de 1988. O grupo também argumentou a favor de programas como o Prouni e o Fies que, em sua opinião, proporcionam o acesso ao ensino superior a parcelas populacionais que historicamente ficaram de fora das universidades.
A primeira lei, a 3.708/01, foi implantada no Rio de Janeiro, e assegurou 40% das vagas aos estudantes afrodescendentes em escolas de ensino superior do Estado. Hoje, são cerca de 110 mil cotistas negros em 32 universidades estaduais e 38 universidades federais de todo o país. Para ser beneficiado com o sistema de cotas, o aluno deve se declarar como negro ou pardo e provar com fotos anexadas à matrícula.
Resultado ainda longe do ideal – Luís Fernando Olegar, coordenador do departamento de educação do Movimento da Consciência Negra do Vale do Itapocu (Moconevi) considera o preconceito contra afrodescendentes e o sistema de cotas resultado da falta de informação. “As pessoas não têm acesso à educação de forma igualitária”, explica o diretor, que já trabalhou em duas instituições em bairros de classes sociais bem diferentes.
“Enquanto as crianças de uma escola tinham em casa acesso à internet, TV a cabo, viajavam para outras cidades e conheciam lugares dos quais tinham aprendido na sala de aula, as outras só tinham como o passeio do ano uma ida ao shopping, quando a escola as levava”, conta.
Para o professor, as cotas raciais são um “reparo necessário, um caminho inverso ao mal feito aos negros ao longo da história do Brasil”. O educador entende o argumento de alguns grupos, inclusive da própria comunidade afrodescendente, sobre a importância de cotas para os menos favorecidos economicamente e não somente para os de cor escura. Porém, ele acha imprescindível o benefício para os negros devido ao racismo. “Os negros sofrem preconceito não pela classe social ou pelo currículo. Na hora de uma entrevista para emprego, o fenótipo é o que conta. As pessoas são escolhidas pelo que mostram, pela cor e pelos traços”, defende.
Segundo o educador, quanto maior o nível de formação acadêmica do negro, mais ele sofre racismo. “O peso é maior. Há mais cobrança para os que não tinham vez, principalmente os cotistas”, afirma. “As cotas permitem a ascensão social de um grupo étnico cuja maioria não tem oportunidade de crescer na vida”.
Falta de representatividade – Além do desenvolvimento social dos afrodescendentes, o coordenador considera a visibilidade um fator importante na luta contra o racismo. “Se a criança não vê professores, médicos, empresários, enfim, pessoas bem sucedidas da mesma cor, ela aprende que aquilo é normal e cresce inconscientemente com um sentimento de inferioridade” explica. “Você não se enxerga, não se sente representado”.
Apesar de toda a mobilização dos movimentos que lutam pelos direitos de igualdade dos afrodescendentes, a disseminação de sua cultura e a formação de lideranças, para Luís Fernando, a mudança social foi pequena após uma década de cotas raciais. O professor dá um exemplo da discriminação em exercícios feitos em sala de aula com os alunos: “há dez anos, pedia para as crianças procurarem em revistas pessoas negras. Encontravam poucas. Hoje, fico assustado aos constatar que isso não mudou”, conta. “Mesmo os pretos e pardos serem praticamente metade da população brasileira, a representatividade na mídia ainda é muito pequena”.
Luís Fernando espera que um dia as cotas raciais, e qualquer tipo de cota, não sejam mais necessárias. “O ideal é que deixem de existir e todos vivam em condição de igualdade”, conclui.
Fonte: Correio do Povo

Prêmios Funarte Carequinha e Artes na Rua têm prazos prorrogados

Inscrições para os editais podem ser enviadas até 10 de outubro

A Funarte prorrogou o prazo de inscrições para o Prêmio Funarte/Petrobras Carequinha de Estímulo ao Circo e para o Prêmio Funarte Artes na Rua (Circo, Dança e Teatro). O novo prazo é até 10 de outubro. A portaria de prorrogação foi publicada no Diário Oficial da União, Seção 1, de quarta-feira, 28 de setembro.
Leia mais sobre os editais, abaixo
Prêmio Funarte/Petrobras Carequinha de Estímulo ao Circo 2011
Prêmio Funarte Artes na Rua (Circo, Dança e Teatro) 2011
boletim funarte

Comissão aprova projeto que autoriza emissão de contas em nome do inquilino

 A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou nesta quarta-feira (28) o Projeto de Lei 5593/09, de autoria da deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), que autoriza os proprietários de imóveis alugados a transferir para os locatários a titularidade das contas de água, gás, luz e telefone.
Brizza Cavalcante
Ana Arraes
Ana Arraes: “o serviço é contratado por uma pessoa, e não por um imóvel”.
O projeto foi aprovado na forma de substitutivo da relatora, deputada Ana Arraes (PSB-PE), que acrescentou dispositivos ao texto. O substitutivo proíbe os concessionários de serviços públicos de manter interrompida a prestação do serviço quando o novo locatário já tiver feito a solicitação de religamento.
O substitutivo também classifica como prática abusiva a interrupção de energia elétrica e do abastecimento de água em virtude de dívida não relacionada ao usuário atual do imóvel. A interrupção sujeitará as concessionárias a sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90). Essa medida está prevista no Projeto de Lei 1352/11, do deputado Felipe Bornier (PHS-RJ), que tramita apensado ao PL 5593/99.
As medidas previstas no projeto foram incluídas pela relatora na Lei 8.987/95, que trata do regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos; e também na Lei do Inquilinato (8.245/91), como já previa o projeto original.
Ana Arraes disse que o locatário é quem detém o controle dos recursos contratados e, por isso, deve ser responsável pelas obrigações geradas. “Em nosso entendimento, o serviço é contratado por uma pessoa, e não por um imóvel, e é a pessoa que contratou o serviço que deve ser responsável pela quitação dos débitos gerados enquanto estava em uso de determinado imóvel”, afirmou.
“Entendo que as concessionárias devem celebrar seus contratos com uma pessoa, que será o usuário do serviço, e possibilitar a transferência do fornecimento para outro usuário, no mesmo imóvel, independentemente do antigo usuário estar ou não inadimplente”, afirmou a relatora.
Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

agência Câmara

Congresso aprova R$ 980 milhões para o Plano Brasil sem Miséria

O Plenário do Congresso Nacional (sessão conjunta da Câmara e do Senado) aprovou nesta terça-feira quatro projetos de lei do Executivo que concedem um total de R$ 1,17 bilhão a diversos ministérios e a órgãos da Justiça, com destaque para R$ 980 milhões destinados ao Plano Brasil sem Miséria, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Os projetos serão enviados à sanção presidencial.
Um dos itens aprovados é o Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN) 3/11, que abre crédito suplementar de R$ 999,1 milhões para os ministérios do Desenvolvimento Agrário; e de Desenvolvimento Social e Combate à Fome.
Desse total, o Ministério do Desenvolvimento Social receberá R$ 980 milhões que serão utilizados para ações como o pagamento de novas modalidades de benefícios do programa Bolsa Família, criadas pela Medida Provisória 535/11.
A MP prevê cinco benefícios variáveis, em vez dos três atuais, para as famílias que fazem parte do público-alvo do Bolsa Família. O benefício variável pode ser pago a famílias que tenham crianças e adolescentes entre zero e 15 anos, gestantes e nutrizes. Segundo o governo, as pessoas que vivem em extrema pobreza têm família maior que a contemplada pelo programa atualmente.
Os recursos autorizados no PLN 3/11 também poderão ser utilizados para aquisição de alimentos produzidos pela agricultura familiar, para operacionalizar estoques estratégicos de alimentos e para construir cisternas.
Catadores e proteção social
O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome também receberá R$ 44,8 milhões previstos no PLN 13/11, também aprovado na sessão do Congresso. Esses recursos serão usados na administração direta para o pagamento de contratos administrativos da área de tecnologia da informação (R$ 13,5 milhões); e para a compra de equipamentos para cooperativas de catadores de materiais recicláveis (R$ 500 mil).
Já o Fundo Nacional de Assistência Social terá R$ 30,8 milhões para serviços de proteção social a famílias e para serviços socioassistenciais direcionados a crianças e adolescentes vítimas de violência, abuso e exploração sexual. Também serão atendidos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas.
Recursos para creches
Outro projeto aprovado pelo Congresso (PLN 6/11) reserva R$ 88,3 milhões ao Ministério da Educação para transferência a 475 novas creches de municípios e do Distrito Federal ainda não contabilizadas pelo censo escolar.
A transferência foi permitida pela Medida Provisória 533/11, já aprovada pela Câmara. O censo escolar é realizado anualmente, mas ocorre um lapso de tempo de até 18 meses para os dados serem compilados e para a nova creche receber recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Para o estabelecimento receber essa ajuda, ele precisa ter sido construído com recursos de programas federais e estar em plena atividade.
Imóveis de tribunais
O PLN 10/11, também aprovado nesta terça-feira, concede crédito suplementar de R$ 38 milhões para as Justiças Federal, Eleitoral e do Trabalho e o Ministério Público do Distrito Federal.
Desse total, R$ 30 milhões ficarão com o MPDF para concluir a segunda etapa das obras de construção de seu edifício-sede; para continuar a construção da promotoria de Justiça em Ceilândia; e para reformar a estrutura das instalações da Procuradoria-Geral de Justiça do DF.
Agência Câmara de Notícias

34º FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA São Luís – MA

34º FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA
PROGRAMAÇÃO GERAL
Dia 03 de outubro de 2011
Auditório Central (UFMA):
18h30 – Cerimônia de Abertura: Banda ‘’Infinity Jazz Band’’
19h00 – Palavra dos promotores, patrocinadores e colaboradores.
19h30 – Exibição do Longa Metragem: Quebrando o Tabu
21h30 – Atração Folclórica
Dia 04 de outubro de 2011
Auditório Central (UFMA):
08h30 – Mostra Guarnicezinho animada.
10h00 – Mostra Filme Longa Metragem Nacional (O Veneno Está Na Mesa) – Sílvio Tendler
12h00 – Cine Música.
14h00 – Competitiva de Vídeos Bloco 1
16h00 – Competitiva de Filmes 35mm Média e Curta Metragem.
18h00 – Cine arte.
19h00 – Competitiva de Filmes 35mm Longa Metragem.
21h30 – Atração Folclórica.
Auditório Rosa Mochel (Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho):
09h00 -14º Troféu para o Concurso Mostra Refestança (Prêmio Nego Chico) – Bloco 1
15h00 -14º Troféu para o Concurso Mostra Refestança (Prêmio Nego Chico) – Bloco 2
Dia 05 de outubro de 2011
Auditório Central (UFMA):
08h30 – Mostra Guarnicezinho animada.
10h00 – Mostra Filme Longa Metragem Nacional – (Utopia Barbárie), de Sílvio Tendler
12h00 – Cine Música.
14h00 – Competitiva de Vídeos – Bloco 2
16h00 – Competitiva de Filmes 35mm Média e Curta Metragem – Bloco 2
18h00 – Cine arte.
19h00 – Competitiva de Filmes 35mm Longa Metragem.
21h30 – Atração Folclórica.
Auditório Rosa Mochel (Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho):
09h00 – 14º Troféu para o Concurso Mostra Refestança (Prêmio Nego Chico) – Bloco 3
15h00 – 14º Troféu para o Concurso Mostra Refestança (Prêmio Nego Chico) – Bloco 4
Dia 06 de outubro de 2011
Auditório Central (UFMA):
08h30 – Mostra Guarnicezinho animada.
10h00 – Mostra Lume Filmes – (A Garota da Fábrica de Fósforos / TULITIKKUTEHTAAN TYTTÖ ), de Aki Kauriusmaki.
12h00 – Cine Música
14h00 – Competitiva de Vídeos – Bloco 3
16h00 – Competitiva de Filmes 35mm Média e Curta Metragem – Bloco 3.
18h00 – Competitiva de Vídeo Clipes
19h00 – Mostra de Filmes 35mm Longa Metragem (Glauber, O Filme – Labirinto do Brasil), de Sílvio Tendler .
21h30 – Atração Folclórica.
Auditório Rosa Mochel (Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho):
09h00 – 14º Troféu para o Concurso Mostra Refestança (Prêmio Nego Chico) – Bloco 5
15h00 – 14º Troféu para o Concurso Mostra Refestança (Prêmio Nego Chico) – Bloco 6
Dia 07 de outubro de 2011
08h30 – Mostra Guarnicezinho animada.
10h00 – Mostra Lume Filmes – (ERASERHEAD), de David Lynch.
12h00 – Cine Música.
18h30 – Cerimônia de Encerramento.
19h00 – Palavras dos promotores, patrocinadores, parceiros, colaboradores e apoiadores.
19h30 – Premiação.
21h30 – Atração Folclórica.
AGENDA

EXPOSIÇÃO
1. A Solidez de Glauber – Concepção – Eugênio Araújo – Realização: Alunos do 1º Período do Curso de Licenciatura em Artes Visuais
2. Arte Alternativa no Cinema – Painel em Grafite
3. Exposição fotográfica que revela a história dos dois homenageados oficiais do 34º Festival Guarnicê de Cinema: Gero Camilo e Celso Aquino dos Santos LANÇAMENTO DE LIVRO
Quatro Baianos Porretas – Livro e DVD
Autor: Silvio Tendler. (HISTÓRICO?)
Período: Dia 06 de outubro – às 10h00
Local: Auditório do CCSo
fonte:Blog Cultural da UFMA 

Mais um lavrador é assassinado em assentamento de Santa Luzia

POR OSWALDO VIVIANI-nJP

O lavrador João Conceição da Silva, de 29 anos, foi assassinado no início da noite de sábado (24), no assentamento Flexal (município de Santa Luzia do Tide, a 294 quilômetros de São Luís). João Conceição foi morto com um tiro de espingarda calibre 20, perto de um açude, a 3 quilômetros da sede do assentamento. O disparo acertou a vítima no peito esquerdo.
Há pelo menos duas versões quanto à motivação do crime. Pode estar ligado, segundo o irmão do lavrador, o mecânico lanterneiro Antônio Conceição da Silva, 33, ao conflito entre líderes de associações de assentados por recursos do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) ou, de acordo com declaração do delegado Carlos Alessandro Rodrigues Assis, de Buriticupu, a um desentendimento vinculado ao tráfico de drogas.
A versão de motivação ligada ao conflito entre assentados se apóia no fato de o pai da vítima – Antonio Ribeiro da Silva, de 63 anos – ter sido vice-presidente da Associação dos Pequenos Trabalhadores Rurais do Povoado Flexal, que teve seu presidente, Francisco Vieira Viana, o “Chico Caçador”, assassinado por pistoleiros, em 4 de abril do ano passado.
Segundo investigações da polícia e do Ministério Público Estadual, a empresa Flechal Construções e Empreendimentos Ltda ganhou licitação para construir 31 casas no assentamento. Como adiantamento sacou R$ 44 mil reais da conta da associação, mas nunca ergueu nenhuma moradia. “Chico Caçador” denunciou o sumiço do dinheiro e foi executado. Os donos da Flechal Construções – Francisco de Araújo Sales e Francisco Matias da Silva – foram presos dois meses depois do assassinato de “Chico Caçador”, mas já estão soltos.
As fraudes envolvendo desvios de recursos do Incra que deveriam ser destinados à construção e reforma de casas em assentamentos rurais levaram a Polícia Federal e desencadear, no final de fevereiro passado, a Operação Donatário, que
cumpriu 39 mandados de busca e apreensão de documentos na sede do órgão, no Anil. Dois ex-presidentes do Incra-MA, Benedito Terceiro e Raimundo Monteiro estão entre os envolvidos na investigação da PF
Tráfico de drogas – Já de acordo com a versão sustentada pelo delegado Carlos Alessandro, o lavrador João Conceição da Silva teria sido visto, momentos antes de ser morto, bebendo na companhia de três homens – Antonio Alves Martins, conhecido como “Índio”; Getúlio Lopes de Melo; e e Dioquino dos Santos da Silva. Segundo o delegado, os três são usuários de maconha, e João Conceição lhes fornecia a droga. Um desentendimento durante a negociação teria gerado o homicídio de João Conceição.
Ontem à tarde, o delegado Carlos Alessandro informou ao Jornal Pequeno que Índio, Getúlio e Dioquino foram presos por policiais de Buriticupu na terça-feira (27), às 17h, no assentamento Flexal, sendo conduzidos na manhã de ontem (28) para Santa Luzia.
Com Getúlio e Dioquino, a polícia encontrou espingardas de fabricação artesanal. Já “Índio” guardava em sua casa uma espingarda calibre 20, compatível com a arma do crime.
O caso será investigado pelo delegado Estefânio Assunção Aragão, da delegacia regional de Santa Luzia. O delegado agrário Domingos Cartaxo também acompanhará a apuração do crime.
Ontem (28), o irmão da vítima, Antonio Conceição Silva, que mora em Parauapebas (PA), esteve na sede do Comando da Polícia Militar, onde pediu ao coronel Flávio Antonio Silva de Jesus (representante agrário da PM-MA) segurança policial para retirar do assentamento Flexal seu pai, Antonio Ribeiro da Silva, sua mãe, Maria da Conceição, e seu irmão, Miguel Conceição da Silva.
Segundo Antonio Conceição afirmou ao JP, seus familiares correm risco de morte caso permaneçam na região.
O comandante da PM-MA, coronel Franklin Pachêco, acatou o pedido, e o pai, a mãe e o irmão do lavrador assassinado devem ir para o município de Lago Verde.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Frente Parlamentar de Combate à Corrupção faz ato no Congresso Nacional

 

A Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção realiza nesta quarta-feira (28), no Salão Verde da Câmara, manifestação pública com a distribuição de panfletos contendo um levantamento de proposições voltadas para o combate à corrupção que tramitam na Câmara e no Senado. Constarão do panfleto todas as propostas que estão à espera de votações pelas comissões temáticas das duas Casas Legislativas e pelos respectivos plenários.
Os deputados e senadores que compõem a frente irão apelar aos líderes partidários e ao presidente da Câmara que incluam na Ordem do Dia do Plenário e das comissões as proposições que tratam deste tema.
A Frente Parlamentar, presidida pelo deputado Francisco Praciano (PT-AM), conta com o apoio de várias entidades e movimentos que também combatem a corrupção no País, entre eles a Controladoria-Geral da União (CGU), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, entre outras.
Para Francisco Praciano, “a corrupção, que nunca foi tão combatida como nos últimos anos, deve continuar a ser enfrentada sem tréguas, tanto pelos parlamentos quanto pelas instituições oficiais criadas para este fim, como: CGU, MP, tribunais de contas e os movimentos sociais”.
“A exemplo do que ocorreu no último dia 7 de setembro, o Brasil precisa de manifestações populares contra a degradação política e as práticas nocivas à democracia”, afirmou Praciano.

Um ano do “Ficha Limpa”

Parlamentares, ministros de Estado e outros convidados vão celebrar na quinta-feira (29) o primeiro aniversário do projeto que deu origem à Lei da Ficha Limpa. O vice-presidente da República, Michel Temer, que presidia a Casa à época da apresentação da proposta, também foi convidado. A comemoração ocorrerá no Salão Verde, mesmo local em que foram entregues as 1,6 milhão de assinaturas do projeto de iniciativa popular que deu origem ao projeto.
Crianças empunhando bandeirolas do Brasil, vindas de escolas que estão realizando trabalho sobre cidadania no processo eleitoral, se unirão às autoridades para cantar parabéns para o projeto Ficha Limpa.
Integrantes da Frente Parlamentar de Combate à Corrupção pediram na última quarta-feira (21) a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) celeridade no julgamento das ações que questionam a constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa.
Da Redação com informações da Câmara

Ministra explicará recursos do Fundo da Cultura

A ministra da Cultura, Ana de Hollanda, vai participar na quarta-feira (28), às 8h30, de reunião na Comissão de Educação e Cultura. Ela vai explicar a utilização dos recursos das emendas parlamentares apresentadas pela comissão e destinadas ao Fundo Nacional de Cultura.

Em seguida, a ministra vai participar do relançamento da Frente Parlamentar Mista do Livro e da Leitura. Mais de 200 parlamentares assinaram a adesão à frente, que terá o objetivo de fomentar a produção literária e estimular a leitura no Brasil.
“Como bem dizia Monteiro Lobato, um país se faz com homens e livros. É papel do legislativo propor alternativas para a produção livresca e o estímulo à leitura”, afirma a presidenta da Comissão de Educação e Cultura, deputada Fátima Bezerra (PT-RN), que trabalhou pelo relançamento da frente. Para ela, é necessária a democratização do acesso ao livro, a formação de novos leitores, a valorização da leitura e o fomento à economia do livro.
Também foram convidados para participar do relançamento da Frente, o presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Galeno Amorim; o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento em Educação, José Carlos Wanderley Dias de Freitas; a secretária de Educação Continuada do Ministério da Educação (MEC), Claudia Dutra; e a secretária de Educação Básica do MEC, Maria do Pilar Lacerda Almeida e Silva.
O evento será realizado no plenário 10.

Telefonia no Brasil é cara por causa dos impostos estaduais

Telefonia no Brasil é cara por causa dos impostos estaduais

Segundo agência da ONU, País pode ficar atrasado em relação aos demais se os governos locais não derem incentivos ao setor


Os altos preços cobrados pelos serviços de telecomunicações no Brasil se devem principalmente aos altos impostos estaduais, avaliou há pouco o secretário-geral da União Internacional de Telecomunicações (UIT), Hamadoun Touré. A UIT é uma das agências especializadas da Organização das Nações Unidas (ONU). Segundo o executivo, apesar de o governo federal estar fazendo a sua parte no sentido de baixar os tributos e as empresas estarem investindo em capacidade, o País poderá ficar atrasado em relação aos demais se os governos locais não derem incentivos ao setor.
“O Brasil tem um dos maiores impostos do mundo, e isso deixa uma imagem ruim no exterior”, disse Touré. “Não é uma questão apenas de colocar os governos estaduais como a parte má da equação. É preciso explicar que se os impostos forem cortados pela metade, o número de usuários dobrará em um prazo curto, mantendo a arrecadação”, acrescentou.
Para o secretário-geral da UIT, o recrudescimento da crise financeira internacional não deve ter grandes impactos para o setor de telecomunicações. Segundo ele, apenas uma grande empresa do segmento chegou falir entre 2008 e 2009, mas sem ligação direta com a turbulência global. “O setor financeiro entrou em crise por falta de regulação, mas o nosso setor é bem regulado”, afirmou Touré durante palestra na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).
Além disso, completou, a crise obrigou governos e empresas a serem mais eficientes, demandando mais tecnologia da informação em seus processos. “Na verdade, verificamos um aumento da demanda, tanto que setor criou novos empregos durante a crise”, concluiu, destacando que os grandes eventos que o Brasil irá sediar nos próximos anos – como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos – praticamente garantem os investimentos necessários no setor.
FONTE: Agência Brasil

‘Tropa de Elite 2’ é o escolhido para disputar indicação ao Oscar 2012

tropa
O filme teve pré-estreia nacional em Paulínia
‘Tropa de Elite 2’ com direção de José Padilha já tem a maior bilheteria da história do cinema brasileiro e ainda, bateu recorde nacional nas vendas em Blu-Ray, lançado pela Vinny Filmes, e agora é o filme brasileiro indicado a concorrer a uma vaga na categoria de melhor filme estrangeiro no Oscar 2012.
A Comissão Especial de Seleção da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura fez o anúncio nesta terça-feira, 20, no Rio de Janeiro.
‘Tropa de Elite 2’ concorreu com outros 14 títulos nacionais, entre eles “Assalto ao Banco Central”, “Bruna Surfistinha”, “Malu de Bicicleta” e “VIPS”.
Depois de ter sido exibido este ano em Berlim, três anos depois de ganhar o Urso de Ouro com o primeiro filme ‘Tropa de Elite 2’ também foi consagrado no Grande Prêmio Brasil de Cinema, levando os principais prêmios.

Escolas municipais de São Luis recebem 1.500 computadores portáteis do Governo Federal

O programa “Um computador por aluno” (UCA), de iniciativa do Governo Federal, foi lançado, nesta segunda-feira (26), no Maranhão. Na solenidade, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) recebeu, simbolicamente, 1.500 computadores portáteis que serão utilizados por alunos das Unidades de Educação Básica “Maria Rocha”, “Mariana Pavão” e “Josué Montello”.
“Estou muito feliz por esta conquista tão importante para a Educação do nosso Município. O programa ‘Um computador por aluno’ permitirá maior inserção dos nossos estudantes no mundo digital e permitirá outras formas de atuação no processo de ensino e aprendizagem desenvolvido em sala de aula”, destacou o titular da pasta da Semed, professor Othon Bastos, que na ocasião representou o prefeito de São Luís, João Castelo.
A aluna Maria Vitória Gonçalves, da Unidade de Educação Básica “Mariana Pavão”, falou do principal benefício proporcionado pelo laptop recebido. “Estou muito feliz porque o computador irá me auxiliar nas pesquisas e nas atividades da escola”, declarou.
Além de Othon Bastos, estiveram presentes, no evento, o reitor da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), Natalino Salgado; o secretário de Estado da Educação (Seduc), João Bringel; e o diretor do Núcleo de Educação à Distância da Ufma, Othon Filho.
UCA De iniciativa do Governo Federal, através dos ministérios de Educação e Casa Civil, o projeto “Um Computador Por Aluno” tem a finalidade de promover a inclusão digital, por meio da distribuição de 1 computador portátil (laptop) para cada estudante e professor de educação básica em escolas públicas
FONTE: JP

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Camisa assinada por Dilma será leiloada para campanha de combate ao câncer de mama





A presidente Dilma Rousseff assinou uma camiseta com o alvo azul da campanha "O Câncer de Mama no Alvo da Moda" para ser leiloada na terça-feira, no evento Fashion Targets Auction. A iniciativa arrecadará fundos para o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), maior centro de tratamento do câncer de mama do Brasil.

A primeira edição do leilão acontecerá em São Paulo, na capital paulista, no espaço Lounge One do Shopping Iguatemi.

No início do ano, de forma indireta, a presidente e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, criticaram a gestão na área de saúde do governo anterior. Ao lançar em Manaus  o programa de prevenção e tratamento de colo de útero e de mama, Dilma disse que dos 4 mil mamógrafos que existem no país, grande parte deles está quebrada ou sendo subutilizada. Ela disse ainda que os aparelhos foram mal distribuídos nos estados.
FONTE: O Imparcial

João Alberto é o novo secretário Estadual de Assuntos Políticos




 (A.Baêta/OIMP/D.A Press )
O senador João Alberto (PMDB) é anunciado como o novo secretário de Assuntos Políticos do Governo do Estado. A secretaria está sem titular depois de algumas mexidas realizadas na equipe governamental neste mês de setembro.

O senador aceitou ser titular da pasta após conversa com a governadora Roseana Sarney e deve assumir o cargo ainda nesta semana. A secretaria era comandada pelo ex-deputado Jura Filho, que atualmente está na Secretaria de Turismo, após a saída de Tadeu Palácio.

Com a saída de João Alberto, o suplente dele, Clovis Fecury (DEM), deve assumir a vaga no Senado Federal. Agora os representantes maranhenses no parlamento são: Edinho Lobão, Epitácio Cafeteira e Clovis, sendo que dos três dois são suplentes.
FONTE: O Imparcial

A criança e o prazer de ler‏

Muitos estudiosos têm destacado a importância de introduzir a leitura no dia-a-dia da criança. Segundo Richard Bamberger(1), se conseguirmos fazer com que a criança tenha sistematicamente uma experiência positiva com a linguagem, estaremos promovendo seu desenvolvimento como ser humano.
Já falamos do valor da leitura, não só para o aumento do conhecimento, mas da observação de aspectos da vida e da capacidade de comunicação com o mundo. Mesmo sabendo disto, muitas pessoas não são leitoras habituais, hoje em dia.
Muitos de nós desenvolvemos aversão pela leitura porque nossos professores nos obrigavam a ler textos sem grande interesse para nós, associando esta tarefa a trabalhos e notas. Foram, quase sempre, experiências negativas.
Uma das maneiras de incentivar a criança a ler é propiciar-lhe experiências positivas não só com a leitura mas, estendendo o pensamento de Bamberger, também com a literatura e com a linguagem.
Vejamos alguns exemplos:
Leitura: Ler com a criança pode ser um bom começo. Este pode ser um momento de grande prazer e troca afetiva. Também ajuda, se o adulto é um leitor habitual, tendo o livro como um bom companheiro, para que ela observe sua relação com o livro e também fique motivada a ler.
Literatura: Para gostar de livros, é preciso conhecê-los. O contato sensorial com o livro é muito importante. Por que não incluir uma boa livraria em nossos passeios com as crianças? Porque não levá-las a eventos de contadores de histórias? Por que não oferecer mais livros de presente, em lugar de tantas coisas descartáveis que elas costumam ganhar?
Linguagem: Fazer jogos com palavras e frases é um jeito divertido de desenvolver o gosto pelo mundo das letras e das palavras. As crianças não-alfabetizadas ou iniciando a alfabetização podem fazer jogos orais, como parlendas, rimas e trava-línguas. As que já lêem e escrevem têm um oceano de opções, além das que citamos: caça-palavras, cruzadinhas, desembaralhar as letras, forca, palavra-chave, etc.
Sugestões:
1. Jogo cooperativo: E-I-H-A-C-R-O-S. Com estas letras, forme o maior número possível de palavras. Vamos ver quantas nossa turma consegue? Faça o jogo individualmente, primeiro e, depois, em grupo, observando como juntos conseguimos mais que sozinhos.
2. Marca-páginas divertidos. Feitos em dobradura, eles vão ser um motivo a mais para a criançada gostar dos livros.

Infância

A infância é o sorriso da existência no horizonte da vida.

Representa esperança que o pessimismo não pode modificar. É mensagem de amor para o cansaço no refúgio do desencantamento, a fulgir no sacrário da oportunidade nova.

É experiência em começo que nos compete orientar e conduzir.

É luz a agigantar-se aguardando o azeite do nosso desvelo.

É sinfonia em preparação... nota solitária que o Músico Divino utilizará na sucessão dos dias para a grande mensagem ao mundo conturbado.
Atendamos o infante oferecendo, à manhã da vida, a promessa de um futuro seguro.
Nem a energia improdutiva;
nem o caminho pernicioso;
nem a assistência socorrista prejudicial às fontes do valor pessoal;
nem a negligência em nome da confiança no Pai de todos;
nem a vigilância que deprime;
nem o arsenal de descuidos em respeito falso ao futuro homem ...
Mas, acima de tudo, comedimento de atitudes com manancial farto de recursos pessoais e exemplos fecundos, porquanto as bases do futuro encontram-se na criança de hoje, tanto quanto o fruto do porvir dormita na flor perfumada de agora.
Cuidemos do infante, oferecendo o carinho fraterno dos nossos recursos, confiados de que, um dia seremos convidados a oferecer ao Pai Misericordioso o resultado da nossa atuação junto àquele cuja guarda esteve aos cuidados do nosso coração.

Autor: Bezerra de Menezes
Psicografia de Divaldo Franco.

'Ele mereceu', diz mulher que cortou o pênis do marido nos EUA


marido nos EUA

Foto: Reprodução Internet
Catherinepdoe pegar prisão perpétua | Foto: Reprodução Internet
 Uma mulher que cortou o pênis do marido com uma faca de cozinha e jogou no lixo alegou que é inocente na última sexta-feira durante o julgamento do caso. Para cortar o membro de seu esposo, ela colocou uma droga em sua comida, o que o fez desmaiar. Quando acordou ele estava amarrado na cama enquanto ela cortava sua genitália. O caso aconteceu em Los Angeles, nos EUA, em 2009.

De acordo com a polícia, quando questionda sobre o por que do ato, ela alegou que "ele mereceu". O casal estava em processo de divórcio e discutia constatemente. No dia do crime, aconteceu uma briga pois Catherine não concordou que seu marido tivesse convidado um amigo para visitar sua casa. Ela é acusa de tortura e de causar graves ferimentos podendo pegar prisão perpétua.

O marido de Catherine, que não teve o nome divulgado, chegou a ser levado para o hospital após o membro ser cortado, mas o pênis não pôde ser recolocado. As informações são do Daily Mail.
FONTE:O Dia

Flávio Dino lidera disparado sucessão de Roseana

O Presidente da Embratur, Flávio Dino, lidera a corrida sucessória estadual com larga vantagem. É o que revela a pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem, no período de 16 a 19 de setembro.
Na média apurada, Flávio Dino ostenta um índice de 57,9% das intenções de voto dos maranhenses. Ele também é apontado por 44,31% dos entrevistados como o nome que vai ganhar as eleições de 2014. No primeiro cenário de confronto direto, Dino obtém 61,62% das intenções de voto, contra 25,46% dados ao ministro Edison Lobão.
Num cenário de maior pulverização das candidaturas, com 5 nomes concorrendo, Flávio Dino também teria uma grande vantagem sobre os concorrentes, chegando a 48,15%, contra 15,15% de Luis Fernando.
FONTE: JP

domingo, 25 de setembro de 2011

Federação Espírita promove 2º Congresso no Maranhão

A Federação Espírita do Maranhão - Femar, vai realizar no próximo final de semana o 2º Congresso Espírita. O evento tem como tema “Espiritismo e Mediunidade” e será realizado nos dias 23,24 e 25 no Centro de Convenções “Pedro Neiva de Santana”.
Estão confirmados os conferencistas Divaldo Franco, Raul Teixeira, Alberto Almeida, Marcel Mariano e Suely Caldas Schubert.

Programação
Dia 22/09– Quinta-feira

15h às 20h – Credenciamento

Dia 23/09/2011 – Sexta-feira

09h – ABERTURA
09h30 – Momento de arte
10h – PALESTRA com DIVALDO FRANCO - 150 Anos de O Livro dos Médiuns
12h – Almoço
14h30 às 16h – SEMINÁRIO com DIVALDO FRANCO
MEDIUNIDADE: AÇÃO DOS ESPÍRITOS SOBRE A MATÉRIA
• Há lugares assombrados?
• O papel do médium nas comunicações mediúnicas
• A diversidade da faculdade mediúnica
• A influência moral do médium

16h – Intervalo
16h30 às 18h – Continuação do Seminário
18h - Intervalo
18h30 às 19h30 – PALESTRA com MARCEL MARIANO
MEDIUNIDADE: NEM MARAVILHOSO, NEM SOBRENATURAL.

Dia 24/09 – Sábado

08h30 – Momento de arte
09h às 10h15 – SEMINÁRIO com RAUL TEIXEIRA
A FORMAÇÃO DOS MÉDIUNS:
• A eclosão da mediunidade
• Educação ou desenvolvimento da mediunidade
• A importância do estudo para os médiuns
• A mediunidade com Jesus

10h15 – Intervalo
10h45 às 12h – Continuação do Seminário
12h – Almoço

14h30 às 16h – SEMINÁRIO com MARCEL MARIANO
INCONVENIENTES E PERIGOS DA MEDIUNIDADE:
•Mediunidade e idade física
•Mediunidade e esogtamento
•Mediunidade e obsessão
•Mediunidade: perda e suspensão

16h – Intervalo
16h30 às 18h – Continuação do Seminário
18h – Momento de arte
18h30 às 19h30 – PALESTRA com ALBERTO ALMEIDA - Mediunidade e transtornos mentais

Dia 25/09/2011 – Domingo

08h30 – Momento de arte
09h às 10h15 – SEMINÁRIO com ALBERTO ALMEIDA
MEDIUNIDADE E SAÚDE:
• O dom de curar
• Fluidoterapia
• Cirurgias mediúnicas
• Receituário mediúnico

10h15 – Intervalo
10h45 às 12h – Continuação do Seminário
12h – almoço
14h30 às 16h30 – SEMINÁRIO com SUELY SCHUBERT
PRÁTICA MEDIÚNICA
• Concentração, prece e desdobramento
• Passividade mediúnica
• Animismo e mistificação
• Mediunidade disciplinada

16h30 – Intervalo
17h – CONSIDERAÇÕES FINAIS (TODOS OS EXPOSITORES)
TEMA - Ante a Mediunidade
18h - Momento de arte
18h30- PALESTRA com RAUL TEIXEIRA
Mediunidade: compromisso de trabalho com o Cristo
19h30 – Encerramento
FONTE: FEMAR

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Aluno de 10 anos atira em professora e se mata em escola em São Caetano

Um aluno de 10 anos atirou na professora e depois se matou atirando contra a própria cabeça, por volta das 15h50 desta quinta-feira (22), dentro de uma escola em São Caetano do Sul, no ABC paulista (SP). De acordo com boletim divulgado pela Prefeitura de São Caetano do Sul, o menino de 10 anos, aluno do 4º ano, atirou contra a professora Rosileide Queiros de Oliveira, 38 anos, dentro da sala de aula. No momento estavam no local 25 alunos.

Ainda segundo a prefeitura, testemunhas relataram que "o aluno se retirou da sala de aula após atingir a professora e disparou dois tiros em sua própria cabeça".

Os dois foram socorridos com vida, mas o aluno, atendido no Hospital de Emergência Albert Sabin, teve duas paradas cardíacas e morreu às 16h50. O estado de saúde da professora Rosileide Queiros de Oliveira é estável. Ela está internada no Hospital das Clínicas, em São Paulo, e encontra-se fora de perigo. Rosilene levou um tiro na região posterior do lado esquerdo, altura do quadril e sofreu uma fratura na patela direita.

O motivo do crime ainda não foi informado. O crime acontece cinco meses após a tragédia em Realengo (RJ), que também envolveu um aluno com arma de fogo dentro da escola.

Justiça nega recolhimento de livro que ensina português "errado"

Livro MECReprodução
A obra foi distribuída para 4484.195 alunos

O MEC (Ministério da Educação) não precisará recolher os exemplares do livro didático Por Uma Vida Melhor (Editora Global), publicação distribuída às escolas públicas de todo o país que causou polêmica ao incluir frases com erro de concordância.


O juiz federal Wilson Zauhy Filho, da 13ª Vara Federal Cível de São Paulo, negou nesta quinta-feira (22) uma ação popular contra a União que pedia o recolhimento imediato dos livros nos estabelecimentos de ensino.

As três pessoas responsáveis pela ação alegam que o livro, "em vez de ensinar corretamente as regras de linguagem, legitima erros crassos de concordância, bem como não transmite conhecimentos necessários das regras da língua portuguesa e contribui para formação de ignorantes".

Isso porque os autores do Por Uma Vida Melhor defendem na obra o uso da língua popular - ainda que com seus erros gramaticais - como, por exemplo, "nós pega o peixe" ou "os menino pega o peixe".

Já o MEC apresentou pareceres técnicos de especialistas da educação discordando que o livro é inadequado ao ensino de jovens.

Para o juiz, isso já demonstra que a discussão é polêmica e que “não é possível afirmar de plano que a obra é inservível ao ensino”.

Wilson Zauhy Filho ainda ressalta que não seria recomendável recolher das escolas públicas, às vias de se encerrar o ano letivo, uma obra, cuja inadequação para o ensino é, no mínimo, controversa. De acordo com ele, "como não há tempo hábil para uma nova licitação, os alunos não teriam outro livro em sua substituição, sendo irrecuperáveis as perdas de aprendizado”.

Assim, o juiz indeferiu a liminar sem impedir que, ao fim do processo, seja eventualmente reconhecida a procedência do pedido quanto aos demais temas levantados na ação.

O livro foi distribuído pelo Programa Nacional do Livro Didático para a Educação de Jovens e Adultos a 484.195 alunos de 4.236 escolas, informou o MEC.

Na época, a editora Global se defendeu das "acusações" e disse que é responsável pela comercialização e produção do livro, e não pelo conteúdo.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

PMDB pode forçar saída de Flávio Dino da Embratur

Rosângela Bittar
O ex-deputado Flávio Dino, PCdoB do Maranhão, presidente da Embratur, acabou transformando-se em um involuntário símbolo da luta do jovem político brasileiro contra as ainda poderosas oligarquias nordestinas, uma saga de cordel que começou há 10 anos e que não para de produzir novos versos.
Embora em aparente declínio, essa, como todas as sobreviventes, tem um poder ainda extraordinário e suficiente para sufocar qualquer movimento de oxigenação da prática política.
Vindo de uma vida profissional como juiz, Flávio Dino foi eleito deputado federal em 2006 e despontou na eleição municipal de 2008, concorrendo à Prefeitura de São Luís, em segundo turno, com João Castelo, um dos ícones da política maranhense. Aliado à esquerda, o deputado passou a desafiar o clã Sarney, liderando os que abraçaram a causa da resistência à forma como o grupo do ex-presidente da República, integrado basicamente por sua família, conduzia os negócios do Estado.
Saindo bem daquele segundo turno de disputa da prefeitura, Flávio Dino estourou em 2010. Ao disputar o governo do Estado com Roseana Sarney, que vinha de uma retomada judicial do gabinete que perdera antes em mais um soluço de desgaste do esquema político do grupo, Flávio Dino foi derrotado. Mas passou por aquela experiência do “perder ganhando”: Por apenas oito centésimos, cerca de 2,5 mil votos, perdeu a eleição para governador do Maranhão. Até o ex-presidente Lula foi apoiar Roseana Sarney e impedir que o PT ficasse contra os Sarney.
Parte do PT queria apoiar Flávio Dino oficialmente, em coligação, ou não apoiar oficialmente os Sarney, mas o partido se dividiu e a metade do petismo sarneysista, com apoio de Lula e do PT nacional, ganhou a disputa e aliou-se à Roseana depois eleita. Ainda hoje os petistas no Maranhão estão rachados ao meio: O único deputado federal eleito, Domingos Dutra, que na campanha chegou a fazer greve de fome no Congresso Nacional para que houvesse liberdade de coligação no Maranhão, é do grupo de Dino; um dos três deputados estaduais do PT eleitos naquela campanha ficou também fora do sarneysismo.
O líder do PT que ficou contra Dino é Washington Oliveira, hoje vice-governador de Roseana. Metade do partido majoritário no poder federal segue com os Sarney, a outra metade com Flávio Dino e PSB, PDT, PPS.
Para esse grupo, passada a refrega em que Lula e a cúpula partidária renegaram seus aliados históricos em favor dos Sarney, foi ministrado um pouco de oxigênio, e o governo deu a eles a Embratur, hoje presidida por Flávio Dino.
A autarquia foi criada em 1966, faz agora 45 anos, e concentrava toda a ação governamental na área do turismo até 2003, quando Lula criou o Ministério do Turismo, mais um na expansão desordenada do Estado, como fez em várias outras áreas. Nesses últimos oito anos, ministério e autarquia dividiram suas tarefas. Enquanto o ministro do Turismo comandou a política interna, a Embratur ficou com a ação internacional. As famosas emendas parlamentares ao orçamento da área do turismo, espaço de cultura da corrupção na pasta, ficam todas com o Ministério, nada com a Embratur.
Assim, mesmo com um adversário peemedebista do Maranhão no comando, o ex-ministro Pedro Novais, Dino ficou no cargo e conseguiu levar adiante sua administração. Sob intensa artilharia e denúncias sucessivas de corrupção, Novais foi um ministro do Turismo recolhido a seu canto, nem sequer tomou iniciativas relacionadas à Copa do Mundo, cereja de vários ministérios, principalmente desse.
Eis porém que, caído Novais, a presidente Dilma nomeia um ministro do Turismo mais sarneysista ainda, o deputado Gastão Vieira, e volta a ficar instável a vida política do grupo de Dino.
A presidência da Embratur é uma nomeação do ministro chefe da Casa Civil, por delegação da presidente da República, mas o titular do cargo deve satisfações ao ministro do Turismo, em cuja órbita se situa a autarquia. Dino despachava pelo menos uma vez por semana com Novais. Não foi avisado por ninguém da Presidência, a não ser pelo próprio Gastão, em telefonema à meia noite, após sair do Palácio da Alvorada quando recebeu o convite, que passaria a dever vassalagem a um possível algoz político mais característico que o anterior.
Nem Flávio Dino nem Gastão Vieira dão sinais, no momento, de que o desenlace está próximo. O ministro o avisou que fora nomeado, o que não deixa de ser uma deferência, e tem despachado com ele rotineiramente. O presidente da Embratur, que tem orçamento, administração e pessoal próprios, não viu problemas até o momento nessa convivência e acha que o trabalho está fluindo.
Mas fora dessa cena oficial, começam a surgir pressões para que Flávio Dino desista finalmente do cargo que ocupa. Inclusive têm sido difundidas informações, originadas no PMDB, de que, sendo impossível, por definição e erro de origem, a convivência entre o ministro do Turismo e o presidente da Embratur, este teria que ceder o posto. Até porque, de certa forma, a Embratur lhe dá um palanque mínimo para uma candidatura em futuro próximo.
As pesquisas no Maranhão dão a Flávio Dino a liderança. Há, nesses índices, muito de recall da campanha de 2010. Mas esta é uma definição adiada pelo grupo de Dino, por duas razões: primeiro porque no seu campo político há vários outros pré-candidatos a prefeito. E segundo porque seu interesse está todo concentrado na disputa pelo governo do Estado, em 2014. Prepara-se para buscar os oito centésimos de votos que lhe faltaram em 2010.
* Rosângela Bittar é chefe da Redação do Valor Econômico em Brasília.

Aviso Sobre o resultado do Prócultura

Em virtude da greve nos Correios, os interessados na interposição de recursos na fase de habilitação dos editais Prêmios Procultura devem enviar o formulário para os endereços eletrônicos relacionados abaixo, de acordo com cada um dos editais, até o dia 27 de setembro (data prorrogada).
Edital Prêmio Procultura de Estímulo ao Circo, à Dança e ao Teatro
- Categoria A – Produção Artística
teatro@funarte.gov.br
- Categoria B – Programação de Espaços Cênicos
danca@funarte.gov.br.
Prêmio Procultura de Apoio à Banda de Música
coordenacaobandas@funarte.gov.br

Prêmio Procultura de Apoio a Festivais e Mostras de Música
claudio.guimaraes@funarte.gov.br
Prêmio Procultura Palcos Musicais Permanentes
claudio.guimaraes@funarte.gov.br
Prêmio Procultura de Estímulo às Artes Visuais (todas as categorias)
proculturaartesvisuais@funarte.gov.br
Mais informações: Atendimento ao Proponente: (61) 2024.2082 e Fale com a Cultura.
Clique aqui e leia a matéria completa com o resultado da fase de habilitação dos editais Procultura e também com as novas informações inseridas em decorrência da greve dos Correios.
FONTE: Ascom/MinC, com informações da Sefic

MDA abre chamada pública para beneficiar quilombolas

beneficiar quilombolas

foto da intenet
O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) publicou na última terça-feira (20), no Diário Oficial da União (DOU), chamada pública para a prestação de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) a 320.560 mil famílias quilombolas em vulnerabilidade social de seis estados: Pará, Maranhão, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo.
A medida é uma estratégia lançada pelo Governo Federal em junho para erradicar a pobreza extrema do país. Esta é a terceira chamada pública realizada, porém com um diferencial importante em relação às anteriores. Segundo Edmilton Cerqueira, assessor Especial para Povos e Comunidades Tradicionais do MDA, ela reconhece as especificidades das comunidades remanescentes de quilombos. “Esta chamada respeita as questões étnicas, culturais e territoriais”, diz.
Resgate social – As empresas selecionadas para o programa prestarão atendimento às famílias por 15 meses. No Espírito Santo, serão atendidas comunidades onde foi constatada violação do direito humano à alimentação adequada, conforme relatório da Comissão Especial de Acompanhamento aprovado pelo Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH).
A relação das famílias a serem atendidas foi definida pelo MDA juntamente com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), a Fundação Cultural Palmares (FCP) e a Secretaria do Patrimônio da União.
As equipes contratadas realizarão ainda dois diagnósticos: um de cada Unidade de Produção Familiar (UPF) e um de cada comunidade atendida. Além disso, os técnicos deverão facilitar o acesso dos beneficiários às políticas públicas. Os dados levantados nos diagnósticos permitirão a elaboração do Projeto de Estruturação Produtiva e Social Familiar e Coletivo.
A rota de inclusão social abrange o mapeamento das carências das famílias – documentação, acesso a benefícios sociais, alfabetização, moradia, água, luz e estrada – e o encaminhamento das demandas aos órgãos responsáveis pela estrutura administrativa local. Já a rota de inclusão produtiva prevê a estruturação da produção para autoconsumo e a comercialização do excedente, além do acesso das famílias às demais políticas públicas voltadas para a agricultura familiar.
Plano Brasil Sem Miséria – Coordenado pelo MDS, o Plano o é direcionado, no meio rural, à inclusão produtiva com estruturação da capacidade de produção da agricultura familiar por meio de uma assistência técnica diferenciada e fomento para geração de renda. O Plano alia transferência de renda, acesso a serviços públicos nas áreas de educação, saúde, assistência social, saneamento e energia elétrica, e inclusão produtiva. O conjunto de ações envolve a criação de novos instrumentos e a ampliação de iniciativas existentes, em parceria com estados, municípios, empresas públicas e privadas, além de organizações da sociedade civil.
FONTE: Boletim MDA

Cerca de 200 mil jovens deficientes estão fora da sala de aula

Quase metade das crianças e adolescentes (48%) com algum tipo de deficiência e que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) está fora da escola. A proporção equivale a cerca de 200 mil jovens que deveriam estar estudando, mas não conseguiram vaga nas escolas ou as famílias não efetuaram a matrícula.
Foto: Divulgação
Para Haddad, há falta de iniciativa do poder público local | Foto: Divulgação
Os números são do Ministério da Educação (MEC) que lançou em Brasília, nesta quarta-feira, a 2ª edição do Prêmio Experiências Educacionais Inclusivas. De acordo o ministro Fernando Haddad, o grande contingente é fruto de problemas culturais (as famílias não têm a compreensão da necessidade e do direito de as pessoas com deficiência estudarem) e também da falta de iniciativa do Poder Público local.
Haddad espera que as secretarias de Educação dos estados e dos municípios busquem as crianças e os adolescentes que não estão na escola. “Eu tenho o cadastro de todas as crianças que recebem por lei um salário mínimo em virtude de uma deficiência. Eu tenho esse cadastro e cruzo com o do MEC. Se eu não encontro a criança matriculada, eu tenho que visitar essa criança. Cem mil crianças já foram resgatadas com esse processo, nós temos que buscar essas 200 mil”, disse.
De acordo com a secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), Cláudia Pereira Dutra, muitas famílias têm medo de perder o benefício ao matricular os filhos porque, na visão dessas pessoas, a frequência escolar seria a comprovação de que não existe invalidez. Cláudia afirma que não há essa possibilidade e esclarece que a Constituição Federal (Artigo nº 205) determina que a educação é “direito de todos e dever do Estado e da família”.
“Esse recurso é para promover a qualidade de vida das pessoas, entre eles, o exercício do direito à educação”, destacou.
Segundo Cláudia, desde 2007, mais de 24 mil salas de recursos multifuncionais (com equipamentos, mobiliários, material para atendimento especializado) foram instaladas nas escolas públicas (investimento de R$ 150 milhões). Anualmente, o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) oferece R$ 100 milhões para a adequação física de escolas (construção de rampas, instalação de corrimão, adaptação de banheiros).
Na opinião da secretária, além da adequação física e da formação dos professores, é fundamental a compreensão dos profissionais que atuam nas escolas de que muitas pessoas com deficiência necessitam do apoio de um acompanhante permanentemente – como parentes que possam ficar na escola para ajudar em atividades em sala, na locomoção, na alimentação e no uso dos banheiros.
No ano passado, escolas públicas de 420 municípios de todo o país inscreveram 713 iniciativas para concorrer ao prêmio. Uma escola em cada região foi premiada. Este ano,o prêmio foi dividido em três categorias: escolas públicas (para experiências pedagógicas exitosas); secretarias de Educação (gestão do sistema de ensino que gere inclusão); e estudantes de escolas públicas (para texto narrativo sobre o tema A Escola Aprendendo Com as Diferenças, que deve ser elaborado por estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio). O primeiro colocado receberá um notebook.
As inscrições devem ser feitas até 31 de dezembro, no site do MEC: www.mec.gov.br
Com informações da Agência Brasil

Senado aprova medida que concede incentivo a produção de tablets

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (21) o projeto de Lei de Conversão 21/2011, que concede incentivos fiscais para a produção e venda de tablets no Brasil. A medida, lançada pelo Executivo em maio deste ano, beneficia com isenção de PIS e Cofins aparelhos "que tenham uma unidade central de processamento com entrada e saída de dados por meio de uma tela sensível ao toque de área superior a 140 centímetros quadrados".
Como já foi aprovada na Câmara, a medida será encaminhada direto à sanção da presidente Dilma Rousseff, que ainda pode vetar trechos da lei.
Durante a votação, o relator da medida na Casa, senador Eduardo Braga (PMDB-AM), chegou a apresentar duas emendas de redação ao projeto, que acabaram retiradas ao final da votação. A primeira acrescentava a palavra digital ao lado de tablet.
A segunda mudança, segundo o relator, deixa mais claro o artigo que trata da prorrogação por mais dois anos do prazo para que as Zonas de Processamento de Exportação (ZPE) sejam implementadas no país. Os Estados beneficiados seriam o Pará, Maranhão, Bahia e Mato Grosso.
O relator afirmou que a mudança não afetaria o mérito da medida, mas a oposição criticou. "Se essa emenda passar, o projeto deveria voltar à Câmara", disse o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP).
O líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), fez um apelo em plenário para que não fosse acolhida a emenda de redação, a fim de que não fosse necessário retornar o texto à Câmara. Segundo o líder, o texto da emenda de redação seria colocada em outra medida provisória, a 540, que ainda será encaminhada ao Senado.
"Não colocaríamos em risco essa medida provisória que estamos votando agora", justificou Jucá. Diante do apelo do líder, o relator, senador Eduardo Braga, retirou as emendas de redação. O projeto foi aprovado em votação simbólica.
FONTE: JP

Caixa Econômica tira do ar propaganda com Machado de Assis “branco”


imagem, Biblioteca Nacional
A Caixa Econômica Federal divulgou uma nota para anunciar a retirada do ar de um propaganda sobre os 150 anos do banco. O comercial dizia que até o escritor Machado de Assis poupava na instituição. Mas, no comercial, o escritor, negro, é mostrado como um homem branco.

veja o comercial

“O banco pede desculpas a toda a população e, em especial, aos movimentos ligados às causas raciais, por não ter caracterizado o escritor, que era afro-brasileiro, com a sua origem racial”, diz a nota da Caixa, assinada pelo presidente Jorge Hereda.
O banco diz buscar retratar a diversidade racial do país, afirmando que nasceu “com a missão de ser o banco de todos, e jamais fez distinção entre pobres, ricos, brancos, negros, índios, homens, mulheres, jovens, idosos ou qualquer outra diferença social ou racial”.
O comercial havia chamado a atenção da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), da Presidência da República, que divulgou nota criticando o banco. A Seppir ressaltou as parcerias que tem com a Caixa, mas afirmou: “No entanto, deve-se lamentar o episódio da campanha que traz Machado de Assis, um dos primeiros poupadores da Caixa, representado por um ator branco. Uma solução publicitária de todo inadequada por contribuir para a invisibilização dos afro-brasileiros, distorcendo evidências pessoais e coletivas relevantes para a compreensão da personalidade literária de Machado de Assis, de sua obra e seu contexto histórico”.
Publicada no site do Planalto na segunda-feira, a nota da Seppir conclui que “em respeito a sua contribuição na valorização da diversidade brasileira, a Caixa deve corrigir a produção deste vídeo, reconhecendo o equívoco e considerando o diálogo que vem mantendo com a sociedade ao longo da sua trajetória institucional.
FONTE: yahoo  notícias

.Dado Dolabella é condenado a dois anos de prisão



imirante.com
O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou o ator Dado Dolabella a dois anos e nove meses de prisão por conta da agressão, que ocorreu em 2008, a Luana Piovani e à camareira de teatro Esmê de Souza, de acordo com a coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo, publicada nesta quarta-feira (21).
Ainda segundo a publicação, o advogado da atriz, Marcelo Salomão, disse que foi aplicada a Lei Maria da Penha, apesar de Luana e Dado não serem casados. O ator irá recorrer ao STJ (Supremo Tribunal de Justiça) e segue em liberdade.

Sinproesemma esclarece negociações com o governo

POR JULLY CAMILO, JP
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Maranhão (Sinproesemma), Júlio Pinheiro, esclareceu, em entrevista concedida hoje (21) ao Jornal Pequeno, como está o andamento das negociações com o governo estadual sobre o reajuste salarial. De acordo com o sindicato, a proposta apresentada pelo governo na terça-feira (20) – 20%, sendo 10% aplicados a partir de outubro – ainda não foi aprovada nem apresentada aos professores e demais trabalhadores da Educação. O Sinproesemma informou que só convocará as assembléias locais e regionais para tratar sobre o assunto depois que a pauta de negociações for totalmente fechada, com valores e prazos publicados oficialmente pela governadora Roseana Sarney (PMDB).
Para Júlio Pinheiro, o governo estadual tem pressa em negociar com a categoria porque uma decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) determinou um prazo 30 dias para que piso salarial da classe fosse colocado em prática. O prazo termina no próximo sábado (24).
Foto: G. Ferreira
Júlio Pinheiro e Júlio Guterres, do Sinproesemma: estado de greve
“Estamos em estado de greve. Uma das condições para acabarmos com a recente paralisação, que durou 78 dias, foi justamente a aplicação do piso salarial e o encaminhamento do nosso Estatuto para a Assembleia Legislativa no prazo de até 60 dias. Cobraremos o cumprimento do acordo”, disse o presidente do Sinproesemma.
Segundo o diretor de Comunicação do sindicato, Júlio Guterres, a categoria possui 25 níveis distintos, mas a proposta do governo aplica o mesmo salário a todas as referências.
No entender de Guterres, a governadora Roseana Sarney, em 2002, “achatou o salário da categoria e está fazendo o mesmo agora”.
“A proposta é que os profissionais encaixados do 1° ao 6° piso passem a ganhar R$ 1.187,08; do 7° ao 13°, 1.234,56; e ao restante, que alcança até a 25ª referência, seria aplicado o percentual de 10% a partir de outubro. Em suma, seria 20% para todos, sendo 10% agora e os outros 10% sem data definida pelo governo. Isso nós não vamos aceitar. Queremos que o governo e a Secretaria de Educação se posicionem com prazos definitivos e reais”, declarou Júlio Guterres.
Os sindicalistas fizeram questão de esclarecer que a categoria não “torce” pela greve, uma vez que isso acumula prejuízos não só para os estudantes, mas para a sociedade e os professores.
Porém, eles afirmaram que o Sinproesemma não descarta a possibilidade da retomada do movimento grevista, caso os prazos e os acordos não sejam cumpridos pelo governo do estado

Confira os planos de saúde que serão atingidos pela suspensão temporária dos atendimentos médicos




Reajuste dos honorários – Nesta quarta-feira (21), médicos de todo o País vão parar novamente o atendimento a planos de saúde para reivindicar reajuste nos honorários e protestar contra a interferência das empresas na autonomia dos profissionais. Os atendimentos de urgência não serão afetados. Dos mais de 46 milhões de usuários, a categoria estima que os planos afetados pela paralisação somam de 25 milhões a 35 milhões de clientes.
Segundo as entidades médicas, os pacientes foram avisados com antecedência da paralisação e devem reagendar as consultas, que deixarão de acontecer por 24 horas. Inúmeros consultórios, ambulatórios e hospitais farão parte desta nova paralisação nacional, que é uma continuidade da que ocorreu em 7 de abril, informou a “Agência Estado”.
O protesto ocorrerá em 23 estados e no Distrito Federal. Em nove estados, os médicos credenciados vão suspender as consultas de todas as operadoras – Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Tocantins. O Amazonas, o Rio Grande do Norte e Roraima são os únicos estados em que os médicos não irão parar porque entraram em acordo com as operadoras ou estão prestes a chegar a um consenso.
A categoria reivindica que o valor médio da consulta passe de R$ 30 para R$ 60 – em alguns Estados, como São Paulo, o valor considerado ideal é de R$ 80. E pedem que seja incluído no contrato um índice de reajuste anual. Os médicos também cobram atuação mais firme da ANS. “O que está colocado em jogo é a assistência a 46 milhões de usuários. O governo tem responsabilidade”, disse Miranda.
Os planos que serão atingidos
Acre: Unimed, Assefaz, Casf, Caixa Econômica, Cassi, Capesep, Correios, Eletronorte, Embrapa, Fassincra, Geap, Sesi/DR/AC, Plan -Assiste e Conab
Alagoas: Smile, Hapvida, Amil e Unimed
Amapá: SulAmérica, Amil e Grupo Unidas (Plan – Assiste, Geap, Fassincra, Eletronorte, Embrapa, Assefaz, Cassi, Capesaúde, Caixa Econômica, Correios, Embratel)
Bahia: Amil, Medial, Hapvida, Norclínicas/Intermédica, Life Empresarial, Geap, Cassi, Petrobras, Golden Cross e Promédica
Distrito Federal: Amil, Bradesco, Golden Cross e SulAmérica
Ceará: planos de saúde ainda não informados
Espírito Santo: todas as operadoras
Goiás: Imas, Geap, Golden Cross, Itaú, Mediservice e SulAmérica
Maranhão: (todas as operadoras)
Mato Grosso: Cassi, Assefaz, Afemat, Embratel, Fassincra, Petrobras, Eletronorte, Caixa Econômica Federal e Sam Bemat
Mato Grosso do Sul: todas as operadoras
Minas Gerais: todas as operadoras
Pará: Hapvida, Grupo Lider, Cassi (Unidas), Institutos (Ipamb, Iasep, Geap) e Hospitais Militares (Polícia Militar, Naval e Exército)
Paraíba: Geap, Amil, Smile, Hapvida e Norclínica
Paraná: todas as operadoras
Pernambuco: Viva, Ideal Saúde, Golden Cross, Real Saúde, América Saúde, Hapvida/Santa Clara e Samaritano
Rio de Janeiro: todas as operadoras
Rio Grande do Sul: Afivesc, Assefaz, Bacen, Bradesco, Cabergs, Caixa, Canoasprev/Fassem, Capesesp, Casembra, Casf, Cassi, Centro Clínico Gaúcho, Conab, Doctor Clin, ECT, Eletrosul/Elos, Embratel, Fassincra, Geap, Golden Cross , Infraero, IRB, Petrobras, Petrobras Distribuidora, Plan Assist, Proasa, Pró-Salute, Sameisa, Serpro, Sesef, SulAmérica ,Unafisco, Usiminas e Wal-Mart
Rondônia: Unimed, Ameron, SulAmérica e Bradesco
São Paulo: Ameplan, Golden Cross, Green Line, Intermédica, Notre Dame, Prosaúde, Blue Life, Dix Amico, Medial, Geap e Volkswagen
Sergipe: operadoras que atuam no estado, exceto Assec/Cehop, Assefaz, Cagipe,Camed, Capesep, Casec, Casembrapa, Casse, Cassi, Cassind, ECT, Embratel, Fachesf, Fassincra, Pasa, Petrobras, Petrobras Distribuidora, Plan Assiste, Proasa, Saúde Caixa e Sesef
Santa Catarina: operadoras que atuam no estado, exceto Assefaz, Saúde Caixa, Capesesp, Cassi, Celos, Correios Saúde, Conab, Eletrosul, Embratel, Elos Saúde, Fassincra, Cooperativas Médicas e Funservir
Tocantins: todas as operadoras
fonte: Ucho.info

Liduína Tavares convoca Bacabalenses a se filiarem ao PTB

Liduina Tavares
Por Zezinho Casanova
A Vereadora Liduina Tavares Presidente do PTB - Partido Trabalista Brasileiro coordena uma campanha de filiação à sigla em Bacabal. A campnha foi lançada dia 18 quando foi realizado nas depenciaas da camara municipal uma manhã de filiações muito movimentada, onde populares e lideranças comunitárias aderiram  ao PTB em Bacabal.
Com o  objetivo de fortalecer o partido, Liduina resolve continuar com a campnha de filiação até o dia sete de outubro, com isso a Vereadora muda o perfil do partido na cidade, visto como uma singla de alugeul com apenas tinha sempre à frente a mesma direção sem o calor da militancia, com isso a veeadora despertou a inveja de aluns e e ciúme de muitos, algumas lideranças chegaram a se afastar do partido por nãoi consefuirem o controle da sigla.
O mais curioso é que com essa atitude Liduuina  Tavares assume que de fato é uma caixinha de supresas, os curisosos perguntam porque fortalecer um partido se  não é candidata a gestora do municipio, ou será? `rE esperar praver, o fato é que a coerencia, ética e competencia da Vereadora vem incomodando muita gente em Bacabal.

Google permitirá que usuários bloqueiem Wi-Fi pessoal

O Google irá fornecer a opção para os usuários bloquearem o sinal da conexão Wi-Fi, que tem sido usado pela empresa há anos para criar uma base de dados de geolocalização. A informação é do jornal espanhol El Pais

A medida, anunciada na terça-feira, deverá valer oficiamente, em escala mundial, ainda neste semestre. O serviço, batizado de "Opt-Out", foi introduzido em resposta a pedidos de autoridades europeias preocupadas com a privacidade do usuário.

De acordo com o Huffington Post, a compahia de Mountain View perdeu credibilidade em 2010 quando revelou que os carros que coletavam imagens para o Street View resgatavam, também, e-mails e outros dados pessoais por meio das conexões Wi-Fi.

Problemas com a criação de um banco a partir de dados de geolocalização, no entanto, não é privilégio do gigante das buscas. A Apple, a Microsoft e a Blackberry já enfrentaram questões similares em diversas regiões do planeta.

fonte: Terra

VIII Conferência Estadual de Saúde acontecerá em outubro em São Luís


imagem ilustrativa
A VIII Conferência Estadual de Saúde será realizada nos dias 5 e 6 de outubro, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana. O encontro, que será aberto pela governadora Roseana Sarney e pelo secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, reunirá servidores da saúde, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), representantes dos governos municipais e da sociedade civil.
O tema será “Todos usam o SUS! SUS na seguridade social, política pública, patrimônio do povo brasileiro”. A secretária executiva do Conselho Estadual de Saúde (CES), Isabel Mirim Macêdo, explicou que foram realizadas mobilizações em mais de 200 municípios. “A expectativa é que tenhamos uma conferência participativa e engajada nas propostas de fortalecimento do SUS”.
As conferências municipais estão acontecendo desde o mês de maio e reúnem gestores, trabalhadores de saúde e pessoas da sociedade civil organizada. “O secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, determinou que fizéssemos todas as conferências municipais para escolha dos delegados que participarão da grande mobilização que acontecerá em São Luís para traçar propostas de melhorias para a saúde do nosso estado”, informou a secretária executiva.
Nas conferências municipais são discutidos temas propostas pelo Conselho Nacional de Saúde, tais como “Todos usam o SUS na dignidade social” e “Política pública – patrimônio do povo brasileiro”.
Programação
Durante a Conferência Estadual serão elaboradas e aprovadas propostas a partir das discussões dos eixos temáticos determinados. Também serão eleitos os delegados para a 14ª Conferência Nacional de Saúde.
No primeiro dia serão discutidos temas como “O acesso e acolhimento com qualidade: um desafio para o SUS” e “Política de saúde na seguridade segundo os princípios da integralidade, universalidade e equidade”. Na sexta-feira (6), serão discutidos assuntos relacionados à participação da comunidade no controle social e gestão do SUS.
FONTE: ASCOM/GOV. MA