Novas regras para entrega da Declaração do imposto de Renda

Prazo vai até 29 de abril

Fifa abre janela para jogadores na Rússia e na Ucrânia

Decisão foi motivada pela guerra que acontece no Velho Continente

Expedito Jr. faz Gol de Placa ao apoiar esporte amador em Bacabal

Desportista declaram apoio ao trabalho de expedito

Norris Cole, Lady Conceição e Norris Cole Jr. fazem Show Internacional em Bacabal

Show deve mobilizar toda massa reggueira de Bacabal e região

Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Bacabal participa da I Teia da Rede Estadual de Pontos de Cultura do Maranhão



Com a eleição de 22 delegados que representarão o Maranhão na Teia Nacional, a aprovação das propostas do estado e a entrega de certificados, terminou, neste domingo (26), em São Luís, o encontro da I Teia da Rede Estadual de Pontos de Cultura do Maranhão (Teia-MA).

Com participação de gestores, produtores e fazedores de cultura, o evento foi promovido pelo Ministério da Cultura (MinC), e realizado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secma). Bacabal foi representado por mestre Pinta,gestor do Ponto de Cultura.

"Capoeira, ações de Nossa Identidade Cultural", que através de um Stand expôs as atividades realizadas pelo Ponto de Cultura em Bacabal.

A Teia-Maranhão foi uma preparação estadual para a Teia Nacional, que acontecerá em abril, em Natal (RN), onde estarão reunidas lideranças e produções dos pontos de cultura, dos grupos, segmentos e fazedores da cultura brasileira. Mestre pinta foi eleito com 39 votos para representar o Maranhão na etapa nacional.


No encontro nacional a proposta é fortalecer a Rede Cultura Viva e o Programa Cultura Viva, além de ser um espaço para integração, reflexão, capacitação e difusão, na promoção e proteção da diversidade das expressões culturais.

Em três dias de discussões, o encontro contou com a presença da secretária da Cultura, Olga Simão, além do coordenador-geral de Programas e Projetos Culturais da Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do MinC, Pedro Domingues; do Coordenador Geral de Acompanhamento e Fiscalização do MinC, Marcelo Nóbrega; do representante do MinC na Região Nordeste, José Gilson Barros, do superintendente de Gestão do Programa Cultura Viva-MA, Francisco Barros; além de técnicos d Minc e da Secma.

A secretária Olga Simão disse aos participantes da primeira edição do Teia-Maranhão, da satisfação do Governo do Maranhão de poder proporcionar a integração, de forma democrática e responsável, de vários segmentos da Rede de Pontos de Cultura do Maranhão, em importante encontro para o fortalecimento das políticas culturais no estado.

"Terminamos este evento mais envolvidos e comprometidos em prol da cultura maranhense, tenho certeza. Uma demonstração de que fazemos a cultura de maneira responsável e de braços dados com o Governo Federal. Por isso quero agradecer a presença dos técnicos do Ministério da Cultura e dos fazedores de cultura dos vários municípios que compareceram", disse Olga Simão na solenidade de encerramento da I Teia-MA.

Lançado pelo governo federal, em 2007, o Programa Mais Cultura, hoje, Cultura Viva, marca o reconhecimento da cultura como necessidade básica, direito de todos os brasileiros, tanto quanto a alimentação, a saúde, a moradia, a educação e o voto. A partir desse programa o governo incorpora a cultura como vetor importante para o desenvolvimento do país, incluindo-a nas agendas social e política como estratégia de Estado para reduzir a pobreza e a desigualdade social. "Quero parabenizar a Secretaria da Cultura, a todos os participantes, pois retorno a Brasília satisfeito com os trabalhos e os avanços conquistados nesta I Teia do Maranhão, que muito contribuirá com a Teia Nacional", afirmou o coordenador do MinC, Pedro Domingues.

Atualmente, o Maranhão possui 30 pontos de cultura, localizados nos municípios de São Luís, Raposa, Ribamar e Paço do Lumiar. Outros 30 estão distribuídos por vários municípios maranhenses localizados nos Territórios da Cidadania. Entre eles Bacabal.

Durante o período de 2010 a 2013 foram repassados recursos para o funcionamento dos Pontos de Cultura, cujas prestações de contas foram devidamente aprovadas pelo Setor de Convênios e Contratos da Secma e estão em execução de suas atividades.

COM INFORMAÇÕES DA SECMA

Abertas inscrições para formação de professores do ensino médio

As inscrições para a formação de professores da rede estadual de ensino, como parte do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio, estão abertas até 5 de fevereiro. O público alvo é formado por professores e coordenadores pedagógicos das escolas do Ensino Médio da rede estadual de ensino das 19 Unidades Regionais (UREs), em exercício na escola e cadastrado no Censo Escolar.

Os inscritos irão receber bolsa auxílio de R$ 200,00 que será paga pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A bolsa auxílio tem a finalidade de garantir a participação do Professor/Coordenador nos encontros presenciais e atividades da formação.

Na escola, o Gestor Geral será o responsável direto pelo cadastramento dos professores e da escolha em processo público, do Professor Orientador de Estudo, que ministrará a formação aos professores e coordenadores pedagógicos. Os requisitos previstos deverão ser documentalmente comprovados.



Pacto Nacional

O Maranhão aderiu ao Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio em 22 de novembro de 2013. O programa tem como objetivo promover a formação continuada dos professores e coordenadores pedagógicos que atuam no Ensino Médio da rede estadual de ensino, nas áreas urbanas e rurais, em consonância com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, e Diretrizes Curriculares da Educação Básica do Estado do Maranhão.

As inscrições e o cadastramento para a formação somente poderão ser feitas pelo Gestor Geral das Unidades de Ensino Médio, que deverá acessar o site do Simec: http://simec.mec.gov.br/, no módulo SISMédio e seguir as instruções dadas. O esclarecimento de dúvidas pode ser feito pela Coordenação do Ensino Médio/SEDUC pelo e-mail: emir.sucsueb@gmail.com e pelo telefone (98) 3218-8793.


FONTE: O IMPARCIAL

Inscrições para o programa "Inglês sem Fronteiras" começam hoje

As inscrições para concorrer às 9.225 vagas do programa "Inglês sem Fronteiras" serão abertas a partir das 12h de hoje (31) na internet. O prazo termina às 23h59 do dia 13 de fevereiro. Os cursos presenciais de língua inglesa serão ministrados em universidades federais e terão prioridade os estudantes que podem participar do Programa Ciência sem Fronteiras.

A inscrição será confirmada por e-mail até 17 de fevereiro. As aulas começam no dia 20 de fevereiro e os cursos terão a duração mínima de 30 dias e máxima de 120 dias. A carga horária presencial é quatro aulas de uma hora, distribuídas em pelo menos dois encontros semanais, em locais e horários definidos pela universidade credenciada.

De acordo com edital publicado no Diário Oficial da União do último dia 24, podem se inscrever no processo seletivo estudantes que atendam cumulativamente aos seguintes critérios: ser aluno de graduação, mestrado ou doutorado, com matrículas ativas nas universidades federais credenciadas como Núcleo de Línguas (NucLi); participantes e ativos no curso My English Online, cujas inscrições tenham sido validadas com até 48 horas de antecedência à inscrição junto ao NucLi; e alunos que tenham concluído até 90% do total de créditos da carga horária de seu curso.

Para efeito de classificação, terão prioridade os candidatos que sejam alunos de graduação de cursos pertencentes às áreas do programa "Ciência sem Fronteiras", que tenham feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 com média superior a 600 pontos, incluindo a redação, e que tenham concluído até 80% da carga horária do curso. Outros critérios de prioridade são o maior índice de rendimento acadêmico e ser bolsista ou ex-bolsista do Programa Jovens Talentos para a Ciência de qualquer curso de graduação

fonte: Yara Aquino / Agência Brasil

Negros e mulheres ainda sofrem discriminação salarial no Brasil

A discriminação nas relações de trabalho ainda afeta negros e mulheres. Segundo uma pesquisa divulgada hoje (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), trabalhadores negros recebem salários inferiores aos dos brancos; e as mulheres, salários inferiores aos dos homens.

O estudo revelou que, em 2013, pessoas negras ou pardas ganharam 57,4% da remuneração recebida pelos trabalhadores de cor branca. A média aponta o montante de R$ 1.374,79 para os empregados negros e R$ 2.396,74 para os brancos.


Em relação ao gênero, as mulheres recebem 73,6% dos rendimentos dos homens. Em números, o salário das mulheres chega a R$ 1.614,95, enquanto o dos homens é de R$ 2.195,30.


Para a procuradora do Trabalho Luana Lima Duarte Leal, “pode existir diferença salarial entre trabalhadores, mas isso deve ser pautado em critérios objetivos: definição de um plano de carreira, tempo de serviço superior a dois anos, qualificação profissional, índice de desempenho. Cor e gênero não são parâmetros para cálculo salarial”.

No Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA), esses casos são investigados pela Coordenadoria de Promoção de Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação do Trabalho, a qual responsabiliza as empresas que se utilizam de critérios desproporcionais nas relações de trabalho. No Maranhão, o procurador Ítalo Ígo Ferreira Rodrigues está à frente da Coordigualdade.

fonte; O imparcial

Casos de AIDS em jovens tornam-se cada vez mais comum



Ocupando o sexto lugar no ranking nacional de casos registrados de AIDS, o Maranhão sofreu um aumento no número de registros da doença também entre as capitais nordestinas, no qual São Luís ocupa o primeiro lugar com mais de três mil casos, segundo dados coletados pelo Ministério da Saúde no final de 2012.

Os números podem ainda ser maiores, uma vez que os casos registrados são de portadores que já desenvolveram a doença, fora aqueles que ainda não sabem, inclusive os jovens. Entre os dados coletados pelo Ministério da Saúde, a faixa etária em que a AIDS é mais incidente em ambos os sexos é a de 25 a 49 anos, mas os casos tornam-se ainda mais preocupantes entre os adolescentes de 13 a 19 anos, que iniciam a vida sexual precocemente.

“Grande parte dos jovens inicia a vida sexual sem cuidados básicos, como a utilização da camisinha ou não possuem instrução por parte da família ou até mesmo da escola”, afirma o proctologista, o Dr. Santiago Servin. Este fato pode ser causado também pelo abuso de álcool e drogas ou quando o adolescente inicia um namoro estável e passa a dispensar o preservativo na crença da fidelidade entre o casal.

A relação prematura pode ainda ter, além da falta de cuidados entre os jovens, ligação aos apelos eróticos que os veículos de comunicação transmitem, principalmente a internet. Assim, o sexo torna-se algo comum, que pode ser feito por qualquer indivíduo ou de qualquer maneira, imune às doenças. “Boa parte das jovens inicia com o sexo anal, seja por medo de uma gravidez indesejada, de perder a virgindade ou pela falta de conhecimento em pensar que as doenças sexualmente transmissíveis não podem ser transmitidas desta maneira. Há ainda o caso de jovens homossexuais ou curiosos que não possuem os devidos cuidados na primeira relação homossexual, muitas vezes por falta de conhecimento ou por que se relacionam com adultos contaminados. Outros participam de orgias homossexuais por necessidade ou por divertimento que acabam expondo estes indivíduos às doenças com muita frequência”, explica Servin.

Em termos biológicos, as jovens possuem fatores que facilitam a infecção. Segundo O Dr. Santiago, “elas possuem células na cavidade vaginal e no colo do útero que não defendem o organismo contra a infecção, enquanto os homens jovens possuem a capacidade de realizar o ato sexual com maior frequência, tornando-se mais suscetível ao HIV”.
Como prevenção, é necessário educar os adolescentes de maneira efetiva antes que eles iniciem o sexo. Segundo Servin, “orientar sobre sexo não é fácil nem para o pai mais liberal do mundo, principalmente quando o filho tem tendências homossexuais, onde as ocorrências são maiores. A orientação começa com a visita ao médico para tirar possíveis dúvidas e obviamente conhecer os riscos que está correndo”.

FONTE: Raissa Tauany DE O IMPARCIAL

Posso dirigir descalço? E de chinelo? Tire suas dúvidas sobre o que diz a legislação





Verão com temperaturas para lá de elevadas. A regra é usar o mínimo de roupa, mas sempre aparecem aquelas dúvidas. Pode dirigir descalço? Pode dirigir de chinelo? Pode dirigir sem camisa? Quanto ao calçado, a legislação não é muito objetiva. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina em seu artigo 252, no inciso IV, que dirigir o veículo usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais é infração média (com multa de R$ 85,13 e a perda de quatro pontos no prontuário do motorista).

Mas o problema desse tipo de legislação vaga é dar margem a várias interpretações. Na prática, o que a Polícia Militar observa é se o calçado tem algum ponto de fixação no calcanhar do motorista. Logo, o chinelo está fora de questão. Já uma sandália com uma tira no calcanhar não há problema. O motorista pode até estar com um tênis fechado, mas se o calçado estiver apenas encaixado nos pés e livre no calcanhar ele será autuado.

Dirigir descalço não é considerado infração. Uma boa dica para quem está de chinelo é deixá-lo num lugar de fácil acesso, mas que não permita que ele escorregue para baixo de um pedal, evitando acidente. Não há qualquer menção no CTB quanto ao fato de dirigir veículo particular sem camisa, mas não se esqueça do cinto de segurança.

MOTOS Se você vai pilotar uma moto, o inciso III do artigo 54 do CTB exige que os motociclistas circulem “usando vestuário de proteção de acordo com as especificações do Contran”. O problema é que o órgão de trânsito ainda não regulamentou a questão, o que impede que o vestuário seja exigido numa fiscalização. Mas isso não vale para o capacete, cuja falta é considerada infração gravíssima (multa de R$ 191,54 e perda de sete pontos no prontuário) e a medida administrativa é o recolhimento da habilitação. Ou seja, adeus volante.
FONTE: O imparcial

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

SEMUC HOMENAGIARÁ ANTIGAS AGREMIAÇÕES CARNAVALESCAS




A Secretaria de Cultura de Bacabal prestará homenagens a antigos carnavalescos bacabalenses que prestaram relevantes serviços artísticos em agremiações de escolas de samba e blocos tradicionais. O grupos foram escolhidos ouvindo antigos moradores de Bacabal e pessoas ligadas ao movimento cultural bacabalense. Cada grupo receberá o troféu “Almir Garcez Assaí como forma de reconhecimento à contribuição dada á cultura popular.

O Premio terá caráter de Honra ao Mérito e será entregue dia 22 de fevereiro na Praça São José (Praça do Bolo) durante a realização do Festival de Música Carnavalesca. Além da entrega do troféu será realizada uma exposição com fotos e objetos que contem a história do carnaval de Bacabal com a contribuição dos homenageados.

Veja abaixo as relação de agremiações que serão homenageadas:
 Asas do Samba Estrela do Samba
 Salgueiro do Samba
 Unidos do Bairro da areia
 Carcará
 Unidos do Setúbal

Também receberão Troféu Almir Garcez Assaí os seguintes Blocos Carnavalescos Tradicionais:

 Neném Folia
 Lamb Copo
 Turma do Pó
 Vassourinha
 Turma que dá Choque
 Piriquertes
 Estação do Reggae
 Trifolia
 Jamaica Reggae

O Diário do Mearim postará até o Carnaval uma serie de reportagens que contará a história do carnaval de bacabal através dos representantes das comunidades que produzem as brincadeiras carnavalescas

Câmara dos Deputados lança concurso com 113 vagas e salários de até R$ 25 mil



Os concurseiros podem comemorar. Finalmente saiu no Diário Oficial da União, desta quarta-feira (29/1), o edital de abertura do novo concurso público da Câmara dos Deputados. São 113 oportunidades, ao todo. Os salários variam de R$ 12.286,61 para técnicos, a R$ 25.105,39 para analistas. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) é a banca organizadora.

De acordo com o documento, 53 vagas são para o cargo de analista legislativo, destinado a qualquer curso de nível superior, nas atribuições de consultor de orçamento e fiscalização financeira e consultor legislativo. Além de 60 chances para e técnico legislativo, na atribuição de agente de polícia legislativa, para quem tem nível médio.

Haverá provas objetivas, discursivas, avaliação de títulos e prova de aptidão física (este apenas para candidatos ao cargo de agente de polícia). Todas as etapas serão aplicadas em Brasília/DF. As provas objetivas para analista serão aplicadas no dia 13 de abril. Já no dia 20 de abril é a vez dos testes objetivos e discursivos para técnico legislativo (as provas discursivas de analista também serão aplicadas neste dia).

As provas objetivas para analistas terão 220 itens de certo e errado sobre língua portuguesa, inglesa e espanhola; processo legislativo e conhecimentos específicos. Já para técnicos serão 140 itens sobre português, legislação, informática, raciocínio lógico e conhecimentos específicos.

Sobre as provas discursivas para analista/consultor de orçamento e fiscalização financeira serão cobradas uma dissertação, duas emendas com justificativa, e dois pareceres. Já para consultor legislativo (exceto área XX): uma dissertação, um discurso, uma minuta e um parecer de proposição. E para consultor legislativo (área XX): uma dissertação, um resumo, e dois discursos (uma favorável e outro contra). Inscritos a técnico farão apenas uma dissertação.

Os testes físicos para agentes de polícia serão compostos por teste de barra (dinâmico para homens, e estático para mulheres), teste de corrida de ir e vir e corrida de 12 minutos.

Interessados podem se inscrever entre 5 e 24 de fevereiro pelo site www.cespe.unb.br/concursos. A taxa varia de R$ 110 a R$ 150.

FONTE: Correio Braziliense

Pré-candidata ao governo do estado, Eliziane Gama insiste em apoio do PSDB


A deputada Eliziane Gama (PPS) e pré-candidata ao governo do Estado sabe que para manter sua candidatura viva e com força de vitória ou pelo menos segundo turno, precisa conquistar bons aliados. Nesse sentido, o PSDB pode ser decisivo.

Questionada como andava o diálogo com os tucanos, Gama disse que “continuava do mesmo jeito”, mas que haveria uma reunião com o PSDB Nacional em 15 dias. Ou seja, vai ocorrer uma conversa com Aécio Neves, pré-candidato tucano a presidência da República.

Desde o ano passado, Eliziane tenta uma aproximação com os tucanos, afinal de contas seriam mais 2 minutos de tempo de TV para a campanha eleitoral. Sem contar a inegável força de João Castelo nas urnas. Porém, os tucanos que também são assediados pelos governistas e oposicionistas já disseram que só tomarão alguma decisão sobre alianças mais adiante.

Além disso, pesa contra o apoio a Eliziane o fato do partido ter um nome para disputar a prefeitura de São Luís em 2016, Neto Evangelista. Caso Eliziane não saia vitoriosa no pleito deste ano, certamente a presidente estadual do PPS será um nome certo para esta disputa também.

Além do PSDB de Aécio, Eliziane mantém diálogo com o PSB de Eduardo Campos e Marina Silva. Em entrevista a O Imparcial, Elizane já revelou que seu projeto de governo tem bastante referências do governo pernambucano.

PSB e PSC
Além disso, A deputada estadual Eliziane Gama (PPS) já foi recebida pelo menos três vezes pelo governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos. Nos meses de novembro e dezembro de 2013, Gama discutiu aliança política com Campos. Ela ofereceu palanque para o pré-candidato a Presidência da República e espaços na chapa majoritária ao PSB.
FONTE: Marcus Saldanha de O Imparcial

Em entrevista, Flávio Dino diz que chegou o momento da virada no MA



O presidente da Embratur, Flávio Dino, tornou-se a personificação do paradoxo. Adversário político da família Sarney, Dino está subordinado ao ministro Gastão Vieira (Turismo), um apadrinhado do patriarca José Sarney. Na semana que vem, trocará o cargo que ocupa no governo de Dilma Rousseff por um projeto que tem como potenciais parceiros Aécio Neves e Eduardo Campos, os dois principais antagonistas da presidente.

Filiado ao PCdoB, uma logomarca que vem sempre enganchada ao PT, Dino se equipa para disputar o governo do Maranhão sem o apoio de Lula, Dilma e do petismo federal. Em entrevista ao blog, ele definiu como “um bom namoro” o esforço que realiza para atrair o PSDB e o PSB para sua coligação. Se a coisa evoluir para o “casamento”, como espera, Dino vai franquear seu palanque estadual a Aécio e Campos, os rivais de Dilma. “Serei um bom anfitrião de ambos”, declara.

O repórter perguntou a Dino por que Lula e Dilma preferem apoiar o candidato a ser indicado pelos Sarney a optar pelo nome do PCdoB. E ele: “…Não consigo crer que o presidente Lula ou a presidenta Dilma, com o conhecimento que têm da realidade do Estado, ignorem que esse regime político que lá está deve ser superado. Tenho certeza que os dois acham isso. Agora, qual vai ser a atitude concreta durante a campanha realmente eu não sei.”

Dino diz não ter desistido de incorporar o PT à sua caravana. Ele idealiza para o Maranhão algo que sucedeu no Acre em 1998. “Quando foi para derrotar o crime organizado, representado na ocasião pelo Hildebrando Pascoal e as forças políticas que ali se aglutinavam, houve uma aliança PT-PSDB, que levou à eleição do hoje senador Jorge Viana (PT).”

Não é um exagero comparar Roseana Sarney e o pai dela a Hildebrando Pascoal, o ex-deputado federal que se notabilizou por passar suas vítimas nas armas e na motosserra? Não, Dino não considera exagerada a comparação. “São modelos que concentram poder na mão de poucos e exercem esse poder às vezes com métodos que são ilegais. Esse é o sentido da comparação”, diz ele.

Dino prosseguiu: “Infelizmente, o Estado democrático de direito ou os valores da República não chegaram totalmente aos corredores do poder no Maranhão. Então, práticas ilegais são muito rotineiras lá. É esse o sentido da comparação. Há um pequeno grupo que concentra poder e riqueza e que mantém esse poder ilegalmente. Por isso é preciso uma ampla união de forças que tenham aptidão, vontade e coragem para enfrentar esse sistema de poder.”

Bem posto nas sondagens eleitorais, Dino se refere ao PT com uma ponta de ironia: “Assim como na Bíblia está registrado que ninguém serve a dois senhores, é preciso que o PT, afinal, trilhe o seu caminho [no Maranhão]. Enquanto isso, nós estamos buscando as composições com as forças locais que possam nos ajudar.”

O que ocorreria na cena federal se o PT do Maranhão rompesse com a família Sarney? “Tudo poderia acontecer, inclusive nada”, afirma Dino. “Acho que, mais provavelmente, nada.” O repórter insistiu: o senador Sarney não soltaria marimbondos de fogo? “Certamente não”. Para Dino, Sarney tem tantos interesses a defender no poder federal que “valorizaria esses interesses acima do mal-estar” maranhense.

Dino deixará a Embratur sem conseguir devolver para patamares razoáveis os preços a serem cobrados pelos hotéis brasileiros durante a Copa do Mundo. Desde o ano passado, a pasta do Turismo estima que os preços das diárias hoteleiras sofrerão variações de até 580%. “Creio que nós conseguimos evitar uma expansão ainda maior nos preços”, diz o ainda presidente da Embratur. Ele avalia que a situação “pelo menos não piorou”. Dino culpa a Fifa pelo descalabro.

“Foi o modelo de negócios adotado pela Fifa e pela Match [agência operadora da Fifa] que levou a uma escassez de apartamentos disponíveis no mercado. A Match se antecipou, fez contratos a preços muito altos com as redes hoteleiras. Contratou os apartamentos por 70% da tarifa-balcão, que nós sabemos que é uma tarifa irreal, que não é praticada. Sobre essa tarifa, a Match colocou a sua taxa de intermediação. Em alguns casos superior 40% sobre o valor do apartamento. Eles balizaram o preço para cima.”

FONTE: Do Blog Josias de Souza

Evangélicos , católicos e seguidores do Candomblé se reuniram em culto contra a Intolerância religiosa


evento 1 evento2 evento3 evento4


Pela Primeira vez nos últimos 14 anos, se reuniram membros do candomblé e evangélicos da igreja Neopetencostal no Rio de janeiro. O evento marcou as comemorações do Dia Nacional da Liberdade Religiosa, celebrado no dia 21 e criado em homenagem à sacerdotisa do candomblé, Gildásia dos Santos. Ela foi vítima de perserguição por uma Igreja neopetencostal e enfartou ao ser acusada de charlatanismo em 2000.

Nos últimos anos, o interlocutor da CCIR babalaô Ivanir dos Santos avalia que fiéis de religiões diferentes se tornaram mais tolerantes, mas que, institucionalmente, igrejas ainda são hostis a segmentos religiosos de matriz africana, principalmente. “Satanizam nossas crianças na escola, demonizam nossa cultura religiosa e popular como o samba e a capoeira e nossos rituais”, disse.

Instalada no Brasil há 12 anos, a Igreja Evangélica Voz de Deus, da corrente neopentecostal, será a primeira a se juntar ao evento da comissão. O pastor presidente Ayo Balogun, de origem nigeriana, avalia que é preciso vencer as barreiras do preconceito no Brasil. “As igrejas tem que unir os seres humanos e não deixar de amar pessoas que não praticam a mesma fé que a nossa”, declarou.

Para Ivanir dos Santos, a adesão da igreja de Ayo Balogun à comemoração é o primeiro passo para sensibilizar outras igrejas a se juntar contra a intolerância religiosa. “O gesto desse pastor é uma semente que tende a crescer porque muitos evangélicos não têm postura preconceituosa”,

O Evento “CANTANDO A GENTE SE ENTENDE” aconteceu no dia 24, e teve ínicio as 18:00h em frente ao Teatro Municipal do Rio de Janeiro, na Cinelãndia,Centro. O Evento contou com a participação do Arcebispo Dom Orani Tempesta, nomeado cardeal na semana passada.

Espera-se outros eventos ecumenicos com participações de várias outras congregações e religiões.

Uma Semente de paz que deve gerar bons frutos para todos.
fonte: Blog do Valberlucio

MEC lança programa de bolsas no exterior para negros e índios



O Ministério da Educação (MEC) vai lançar um programa de intercâmbio internacional para negros, indígenas e pessoas com deficiência. O programa também fomentará o ingresso em mestrado e doutorado no Brasil de pessoas com esse perfil, com objetivo de aumentar o número de professores.

Batizado de Programa de Desenvolvimento Acadêmico Abdias Nascimento, ele será uma espécie de Ciência Sem Fronteiras (CsF) - que já levou 38 mil estudantes para o exterior. Entretanto, enquanto o CsF é focado em áreas como Engenharia e Exatas, o novo programa dá prioridade às Humanas, como o combate ao racismo, igualdade racial, história afro-brasileira e indígena, acessibilidade, inclusão ações afirmativas.

O orçamento e o número de bolsas ainda não foram definidos. Segundo o governo, as bolsas internacionais serão definidas com base na seleção das instituições e na capacidade delas para receber os estudantes. Também depende da demanda de estudantes brasileiros. Somente 11,3% dos negros com 18 a 24 anos frequentavam ou já haviam concluído o ensino superior em 2012 - entre os brancos esse porcentual era de 27,4%

Para incentivar o ingresso desses alunos na pós-graduação no Brasil, o MEC vai criar cursos preparatórios. A ideia é que haja a possibilidade de curso de leitura e produção de textos acadêmicos em português e em língua estrangeira, metodologia e projeto de pesquisa. Também há previsão de assistência estudantil.

Segundo Macaé dos Santos, secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), do MEC, é a primeira vez que uma política pública prioriza a inclusão na pós-graduação. "Estamos trabalhando em busca da equidade. Nossa meta é que negros, indígenas e também pessoas com deficiência tenham a mesma representação dentro da universidade."

Flink. O novo modelo será lançado oficialmente pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, no domingo durante a Flink Sampa Afroétnica. O evento, que começa hoje em São Paulo, é organizado pela Faculdade Zumbi dos Palmares.

O reitor da Zumbi, José Vicente, vê com entusiasmo a iniciativa. "É uma ideia importante, que vai ao encontro às demanda de qualificação", diz. "O Ciência Sem Fronteiras dificilmente permitiria o acesso do negro, pela exclusão do jovem negro nas áreas prioritárias do programa. E não podemos esperar dez anos", completa.

O programa homenageia um dos pioneiros do movimento negro no Brasil. Abdias Nascimento foi ator, diretor, dramaturgo e político. Morreu em 2011, aos 97 anos.
FONTE: Paulo Saldaña - O Estado de S.Paulo

Abertas inscrições para a Mostra Nacional de Conselho Escolar



A Mostra Nacional é uma parceria da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC) com a Agenda Pública – Agência de Análise e Cooperação em Política Pública, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), o Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação (Consed), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Todos os conselhos escolares das redes públicas de educação básica estão convidados a participar da Mostra, que busca identificar e disseminar experiências que contribuam para a gestão democrática e melhoria da qualidade da educação.

A ideia é incentivar o desenvolvimento de experiências de Conselho Escolar que ajudem no alcance dos objetivos e metas do Plano Nacional de Educação e mobilizar municípios, Estados e Distrito Federal para que tornem públicas essas experiências.

Saiba os detalhes e a forma de inscrição em http://uni.cf/1fwxdJD
FONTE: Blog do Valberlucio

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 27 milhões


Nenhum apostador levou o prêmio do concurso 1.569 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (29), em Osasco (SP). O valor previsto para o próximo sorteio, que ocorrerá neste sábado (1º), é de R$ 27 milhões.

Os números sorteados foram: 05 - 15 - 18 - 31 - 42 - 53.
Na quina, 81 ganhadores levam R$ 25.568,62. A quadra foi feita por 6.718 pessoas, e cada uma recebe R$ 440,40.
As apostas da Mega-Sena devem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer uma das casas lotéricas do país. A aposta mínima custa R$ 2.
Diário do Mearim, com informações da Caixa Econômica Federal
imagem: internet

Comitê vai monitorar ações de combate ao tráfico de pessoas



Os membros do Comitê Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Conatrap) tomaram possem nesta quarta-feira (29) com o objetivo de reforçar as estratégias de combate ao tráfico de pessoas. O comitê é formado por 26 representantes da sociedade civil e de órgãos do governo federal e terá por atribuições propor estratégias para a implementação de políticas públicas, desenvolver estudos e acompanhar a implementação dos planos nacionais de enfrentamento ao tráfico de pessoas.

Durante a cerimônia de posse, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, defendeu a necessidade de maior integração do governo e da sociedade civil para o enfrentamento deste tipo de crime. "É fundamental que o estado brasileiro, que hoje tem uma política clara de enfrentamento ao tráfico de pessoas, se una à sociedade para que juntos consigamos atacar este gravísimo problema que vivemos. É inaceitável que, no século 21, nós tenhamos tráfico de pessoas, que tenhamos trabalho escravo e tenhamos mulheres colocadas nessa condição em decorrência desse crime", disse Cardozo.

O Ministro da Justiça classificou o crime como subterrâneo. Segundo Cardozo, muitas vezes as vítimas têm medo de denunciar, o que faz com que não se tenha números precisos sobre esta prática, geralmente associada ao trabalho escravo e de crianças, adolescentes e mulheres para fins de exploração sexual. "Ele é difícil de ser combatido porque ele é subterrâneo, as vítimas, muitas vezes, têm vergonha de denunciar esta prática a que foram submetidas."

A presidência do comitê ficará até 2015 com o secretário nacional de Justiça (SNJ/MJ), Paulo Abrão, que disse que com a criação do comitê o governo dá uma resposta a uma demanda da população, juntamente com a elaboração do 2º Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. "O governo [da presidenta] Dilma Rousseff superou o deficit de conhecimento a respeito do problema, de gestão de rede e, no plano normativo, avançou com a elaboração do plano", disse Abrão.

Desde 2006, o Brasil tem uma política nacional para o tema. Em 2013, o governo lançou o segundo plano para tratar da questão. Com vigência até 2016, ele traça uma série de metas envolvendo diferentes órgãos e ministérios, além da criação de um marco regulatório para fortalecer o combate ao tráfico de pessoas.

Uma das representantesa da sociedade civil no comitê, Dalila Eugenia Maranhão Dias Figueiredo, da Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude (Asbrad) disse que a participação fundamental da sociedade civil é fundamental para monitorar as ações do plano, em especial no impacto na vida das pessoas. "A sociedade também deve ser chamada para discutir e participar da formação das equipes de atendimento. Quando estamos com uma vítima e não temos para onde encaminhar é uma lacuna que precisamos preencher", disse.

Em julho de 2013, a Polícia Nacional da Espanha, em conjunto da Polícia Federal, desarticulou uma rede que alciava mulheres brasileiras para prostituição em clubes, nas áreas de Ourense e Pontevedra. A polícia prendeu seis pessoas. Lançado pelo governo em outubro do mesmo ano, o Diagnóstico sobre Tráfico de Pessoas nas Áreas de Fronteira, mostra que no país, entre 2005 e 2011, um terço dos indiciados por tráfico de pessoas foi pego em região de fronteira. Dos 384 indiciamentos, 128 foram registrados na fronteira brasileira, que abrange 15.719 quilômetros em 11 estados – Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima, Rondônia e Santa Catarina.

A maioria das vítimas é formada por mulheres na faixa dos 18 a 29 anos. Além delas, fazem parte do grupo crianças e adolescentes, travestis e transgêneros, geralmente em condição de vulnerabilidade, seja pelas condições socioeconômicas, por conflitos familiares ou pela violência sofrida na família de origem. Em geral, o aliciamento é feito por alguém próximo à família.

Segundo o estudo, também houve uma mudança no perfil dos aliciadores. Em 2002, a maioria dos recrutadores identificados no Brasil era do sexo masculino. Dados do Ministério da Justiça revelam uma maior incidência de mulheres aliciadoras. Apesar disso, números do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) mostram que há mais homens do que mulheres presos por tráfico de pessoas, "o que pode levar à conclusão de que esses últimos ocupam um lugar mais alto na hierarquia dos grupos de traficantes", diz a pesquisa.

FONTE: Luciano Nascimento/Agência Brasil

Com gol de bicicleta de Alagoano, Maranhão faz dois e vence o Bacabal

Com gol do zagueiro reserva Osmar e uma pintura do atacante Neto Alagoano, o Maranhão venceu o Bacabal na noite desta quarta-feira, no Estádio Municipal Nhozinho Santos, em São Luís. O resultado garantiu a primeira vitória do Bode no Campeonato Maranhense e elevou a moral para jogar o clássico contra o Sampaio Corrêa, no domingo.

- Eu acho que a gente precisava de uma vitória assim. No primeiro tempo, a gente ficou na ansiedade pelo gol. Agora, os jogadores vão ter mais tranquilidade para jogar o clássico, que é muito importante - disse o técnico maqueano oGilberto Gaúcho.
O resultado pode até aliviar a pressão no Parque Valério Monteiro, mas não bota o Maranhão na zona de classificação para a segunda fase do estadual. Com três pontos e saldo positivo de um gol, o Maranhão continua atrás do Sampaio e do Santa Quitéria, que venceu o Balsa por 1 a 0 na noite de quarta-feira.
Os dois times entraram no campo com desfalques importantes. O goleiro titular do Maranhão Raniere não conseguiu se recuperar de uma infecção intestinal e cedeu vaga para Jade defender a trave maqueana. Já o Bacabal teve a falta de Marcelo, que foi negociado com o futebol coreano e cedeu lugar para Renato Santos.



Maranhão venceu o Bacabal por 2 a 0 no Nhozinho Santos (Foto: Reprodução/TV Mirante)


Às 20h15, o árbitro Paulo Sérgio Santos Moreira apitou o início da partida, mas o primeiro lance de perigo do jogo só veio sete minutos depois. O meia Dinho fez bom lançamento na direção de Elton, que dominou e preferiu tentar o chute ao invés de tocar para o atacante Neto Alagoano, que estava livre na área. O chute, que buscava o ângulo direito do gol adversário, saiu pela linha de fundo.
A pressão maqueana continuou. Aos, 12 minutos, um chute forte e cruzado de Elton desviou primeiro no companheiro de equipe Leomar e depois no zagueiro adversário Cleriston, que tentou um domínio desajeitado e quase marcou gol contra, cedendo escanteio ao Maranhão. Dois minutos depois, Elton chutou novamente, desta vez, na mão do goleiro Humberto. Aos 15 minutos, Neto Alagoano recebeu livre na área e tocou para o fundo da rede do Bacabal, mas o juiz já havia assinalado impedimento.
Aos 28, Dinho escapou em profundidade pelo lado esquerdo e cruzou para o atacante Neto Alagoano. Ele chegou a tirar uma “casquinha” da bola, que saiu pela saiu linha de fundo, à direita do gol adversário. Aos 36, Leomar entrou em disputa de bola e se deu mal. O jogador sentiu tornozelo esquerdo e saiu carregado de campo.
O técnico Gáucho então foi obrigado a fazer a primeira substituição da partida, autorizando a entrada de Osmar. O lance mais perigoso do primeiro tempo aconteceu aos 36 minutos. De fora da área, o volante Emerson encheu o pé e pegou em cheio na bola, que não entrou por pouco no ângulo direito do gol de Jade. Romário ainda perdeu um gol sozinho na pequena área aos 43 minutos. Elton botou bola alta na área após cobrança de falta. A bola desceu lentamente e Romário conseguiu acertar a bola, mas bateu por cima do travessão do goleiro Humberto.
Zagueiro resolve e bicicleta de Alagoano amplia
No segundo tempo, Erlon e Palhinha comandaram o ataque do Bacabal, que começou a segunda etapa dando trabalho para o Maranhão. O Leão aproveitou os erros de passe do adversário e finalizou três vezes em sequência nos primeiros minutos da partida. Aos 5 minutos, o goleiro Jade fez um milagre, espalmando chute forte para a linha de fundo.



Neto Alagoano comemora gol de bicicleta contra o Bacabal (Foto: Reprodução/TV Mirante)


Impaciente, a turma da corneta maqueana começou a pegar no pé do lateral direito Bil, que não conseguiu acertar os cruzamentos. Sorte dele que o primeiro gol do Maranhão saiu pouco tempo depois, aos 6 minutos. Osmar viu o goleiro Humberto rebater a bola nos seus pés, após cobrança de escanteio de Elton. O zagueiro só teve o trabalho de empurar para o fundo da rede, marcando seu primeiro gol no estadual.
A partir do primeiro gol, os técnicos Gaúcho e Coca começaram a mexer na estratégia das equpes. Primeiro o Bacabal trocou Maranhão por Luciano. Aos 14 minutos, Pitolo encheu o pé esquerdo e acertou a bola na trave.
Aos 25 minutos, Elton cobrou falta perigosa na entrada da área. Ele soltou uma bomba de pé esquerdo. A bola passou muito perto da trave de Humberto, que só fez golpe de vista.
Aos 32, Gaúcho chamou Guilherme para o lugar de Erlon, que saiu sentindo dores.
Aos 35 minutos, Neto Alagoano ampliou o placar para o Maranhão com uma pintura. O atacante saltou e, de bicicleta, empurrou para o fundo da rede adversária. É o terceiro gol dele em dois jogos, que é artilheiro da competição. O gol incrível de Alagoano parece ter desanimado o Bacabal, que não teve mais poder de reação.
O jogo entre Maranhão e Bacal teve público de 202, sendo 119 pagantes. A renda da partida foi de R$ 1.820,00.
FONTE Globoesporte.com
São Luís, MA

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

FESTIVAL DE MUSICA CARNAVALESCA DE BACABAL ADIADO PARA DIA 22 DE FEVEREIRO


Atendendo a pedidos de cantores e compositores de Bacabal  a   Secretaria Municipal de Cultura,  responsável pela segunda edição do "Festival de Música Carnavalesca" de Bacabal, resolveu adiar a data da realização do festival para 22 de fevereiro nas praça São José (Praça do Bolo), visto que vários artistas locais estarão representando o município em outros festivais na mesma data .Isso implicará em mudanças no calendário de etapas do festival, as inscrições exemplo poderãp ser feitas até 13 de fevereiro e poderão se inscrever compositores e cantores de Bacabal e região.

 As inscrições podem ser  feitas até às 18:00hs do dia  13 de fevereiro de 2014 na Secretaria Municipal de Cultura localizada na Avenida Euzébio Trinta, s/nº no Centro Cultural de Bacabal.

As inscrições deverão ser envidas ou entregues devidamente preenchidas, com musica gravada em CD e 5(cinco) cópias da Letra digitada em formato word. No caso de coautoria será indispensável uma procuração por meio da qual o coautor outorgará poderes ao participante de representa-lo no Festival. A procuração deve ter firma reconhecida. A Secretaria de Cultura colocará à disposição dos artistas participantes, uma banda base para trabalhar

Cada compositor deverá inscrever até duas músicas, porém apenas uma será selecionada. Havendo duas músicas , elas deverão vir em fichas de inscrições distintas, CD’S separados, em arquivos MP3 separados e as letras das músicas digitadas em formato Word separados

A comissão organizadora informou ainda que não será aceita em hipótese alguma, a inclusão de parceria, após a fase de inscrições. Na ficha de inscrição, os concorrentes deverão declarar nome, endereço, CPF,RG, contatos e demais dados de identificação.

Além da documentação acima, os menores de 18(dezoito) anos deverão ser representados ou assistidos por seus pais e/ou responsáveis legais.

Os critérios de avaliação dos inscritos na fase final do festival serão;Música( melodia, ritmo e harm onia); Letra (tema e conteúdo)Interpretação ( Expressão vocal, Figurino, criatividade, postura de palco, expressão corporal e comunicação);Afinação( Capacidade das cordas vocais alcançarem diferentes notas ), Conjunto( Visão geral da apresentação). Todas as músicas inscritas deverão ser obrigatoriamente inéditas, ou seja, que não tenham sido editadas e que sejam pela primeira vez apresentados em publico.

PREMIAÇÃO

Serão premiados os três primeiros colocados e o/a melhor intérprete , por pontos atribuídos pelo Júri da final, e o prêmio do Júri Popular,ao primeiro colocado R$ 5.000,00 mais Troféu; Segundo colocado R$ 3.000.00 mais Troféu; Terceiro colocado R$ 2.000,00 mais Troféu; Melhor interprete R$ 1.000,00 mais Troféu. Serão disponibilizadas ao publico ficha de votação para que o mesmo elejam a melhor música na sua opinião, o premio para Juri Popular será de R$ 1.000,00.

Músicos e compositores já se articulam para fazerem suas inscrições e para melhor preparação segue abaixo o regulamento do festival:

Para visualizar o regulamento completo clique neste link

MAC busca reação no Estadual recebendo o Bacabal nesta quarta-feira



 


Ao contrário do ano passado quando começou o Campeonato Maranhense vencendo, o Maranhão Atlético Clube tropeçou na rodada de abertura do Estadual de 2014. Após a derrota do último domingo para o Santa Quitéria pelo placar de 3 a 2, o MAC tenta reação a partir desta quarta-feira quando receberá o Bacabal no Estádio Nhozinho Santos, às 20h15. O BEC também luta pela primeira vitória, pois perdeu de 3 a 0 para o Sampaio.

Curiosamente, o placar, o estádio e o adversário foram os mesmos de 2013. Só o vencedor foi diferente. No Estadual do ano passado, Maranhão e Santa Quitéria também fizeram o jogo de abertura da competição no Estádio Rodrigão e o time da capital saiu com a vitória de 3 a 2.





Em busca da reabilitação, o técnico Gilberto Gaúcho vai fazer algumas alterações. Com a expulsão do volante Tica, Francisco Júnior, que retornou após contusão, será o substituto. Na lateral-direita, Eli não foi bem no primeiro jogo e perde a vaga para o volante Pio, que jogará improvisado na posição. Com isso, o volante Dinho ganha uma chance. Ainda no meio-campo, Ideilson também não jogou o esperado e perde a titularidade para Elton.

Desta forma, o treinador deve colocar a seguinte formação: Raniere, Pio, Leomar, Paulo Ricardo e George; Francisco Júnior, Emerson, Dinho e Elton; Romário e Neto Alagoano.

Do outro lado, o técnico Coca não gostou do time que atuou no primeiro tempo quando levou três gols do Sampaio no Correão. Com o decorrer da partida, o treinador fez algumas alterações e a equipe cresceu na etapa final, mesmo que não tenha marcado nenhum gol.

Portanto, a provável escalação do BEC pode ser esta: Humberto, Maranhão, Marcelo, Cleriston e Tatu; Hugo, Deizinho, Wanderson e Palinha; Pitolo e Luciano.

Ministério da Fazenda abre concurso de nível médio com 30 vagas para o Maranhão



Saiu no Diário Oficial da União desta quarta-feira (29/1) o edital de abertura do novo concurso público do Ministério da Fazenda (MF). São nada menos que 1.026 oportunidades distribuídas entre 25 estados. O cargo em questão é o de assistente técnico administrativo, com remuneração de R$ 3.050,82. Para lotação no Maranhão são oferecidas 29 vagas para ampla concorrência e 1 para pessoas com deficiência.

Além do Maranhão, há vagas para os estados do Rio Grande do Sul, que tem o maior número de oportunidades (115 vagas), seguido por Minas Gerais (101 vagas); e Paraná, com 97 vagas. Os demais estados são: Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

Para concorrer é preciso nível médio de escolaridade. Do total de chances, 66 são reservadas a pessoas com deficiência.

O concurso é composto apenas por provas objetivas com aplicação no dia 27 de abril. Serão cobrados conhecimentos básicos em língua portuguesa, matemática e raciocínio lógico, informática, atualidades, gestão de pessoas e do atendimento público, ética do servidor na administração pública, administração pública brasileira, Administração Pública Brasileira e regime jurídico dos agentes públicos. Ao todo, serão 70 questões.

Interessados podem se inscrever entre os dias 3 e 16 de fevereiro pelo site www.esaf.fazenda.gov.br. A taxa custa R$ 62.

Deu na FOLHA: Em meio a crise de segurança, Roseana lança publicidade sobre o ‘novo MA’



Em meio a uma das piores crises de segurança do país, o Maranhão lançou na primeira semana de janeiro uma campanha publicitária nacional para atrair investimentos para o Estado e exaltar obras da gestão Roseana Sarney (PMDB).


Em comerciais de um minuto, o governo diz que “grandes transformações constroem um novo Maranhão” e que o Estado é motivo de “orgulho”. As peças estão sendo exibidas nos canais por assinatura GNT, GloboNews e Sportv.

Os anúncios destacam investimentos de R$ 3,8 bilhões em infraestrutura para atrair indústrias ao Estado, além de obras nas áreas de educação e de saúde.

A estreia da campanha coincidiu com o período dos ataques a ônibus e delegacias na região metropolitana de São Luís que resultaram na morte de uma menina de 6 anos no último dia 6.

A ordem para os atentados, segundo o governo, partiu do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde 63 presos foram mortos desde 2013, muitos deles decapitados, conforme revelou a Folha.

Quando falou sobre o assunto, no dia 9, Roseana disse que a violência havia aumentado porque o Maranhão estaria mais rico.

“É um Estado que está se desenvolvendo, que está crescendo. E um dos problemas que está piorando a segurança do nosso Estado é que nosso Estado está mais rico, mais populoso também”, afirmou a governadora na ocasião, no último dia 9, em sua primeira entrevista sobre a onda crimes.

Apesar da declaração, o Estado tem um dos piores índices sociais do país.

‘ESTRANHEZA CONTRA O MARANHÃO’

O secretário de Comunicação Social do Maranhão, Sérgio Macedo, disse que a campanha estava sendo planejada desde outubro, antes da crise do sistema prisional, segundo ele.

Macedo afirmou ainda que o Estado está tentando “vender sua estrutura” para atrair negócios. “Todo Estado faz isso, mas quando o Maranhão faz causa essa estranheza toda. Vocês têm que se libertar dessa visão de que o Maranhão nasceu para ser pobre”, criticou.

No segundo semestre de 2013, o governo Roseana adotou o slogan “Você tem muitos motivos para se orgulhar do novo Maranhão”. Neste ano, ela tentará eleger como sucessor o secretário de Infraestrutura, Luis Fernando Silva (PMDB), e pode ser candidata ao Senado.

O titular da Comunicação afirmou que os comerciais atualmente no ar tiveram um custo de produção estimado em R$ 300 mil, que não inclui a compra do espaço nos três canais fechados. Esses valores, segundo o governo, serão apurados após o término da veiculação, no final do mês. Uma segunda fase da campanha, com a veiculação de novas inserções publicitárias, está em estudo.

As peças foram produzidas pela agência Phocus, uma das quatro empresas que atendem a conta do governo maranhense. Ela recebeu R$ 10,1 milhões da Secretaria de Comunicação Social em 2013, segundo o Portal da Transparência estadual.

Em dezembro passado, as quatro agências –Phocus, Canal Comunicação, VCR e AB Propaganda e Marketing– venceram concorrência de R$ 32 milhões para continuar atendendo a gestão Roseana.

A lei orçamentária do Maranhão prevê R$ 42,5 milhões para divulgação das ações governamentais em 2014. O secretário, no entanto, disse que a verba programada para publicidade institucional neste ano é de R$ 22,5 milhões.
FONTE: Folha de Sao Paulo

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Grosserias e prepotência deixam família Sarney cada vez mais ilhada na política nacional



Grupo Sarney passa por crise na política nacional, após desgaste de imagem e mau tratamento de aliados.As reclamações do presidente nacional do PT, Rui Falcão, sobre as grosserias de Roseana Sarney (PMDB) mostram como se comporta o grupo Sarney com os aliados e com o Maranhão.

Roseana Sarney e seu grupo destratam as pessoas porque acreditam que são superiores a todos os outros maranhenses porque mandam no estado há quase meio século.

Rui Falcão é nada menos que o presidente do partido da presidente da República e confidenciou, em reunião aberta e acompanhada por jornalistas, que nunca foi “tão maltratado” em toda a sua vida como foi pela governadora Roseana durante meia hora.

A forma grosseira e prepotente com que o grupo Sarney trata políticos e eleitores faz com que o Maranhão esteja cada vez mais distante de participação em grandes decisões que levam ao desenvolvimento do Brasil.

Mesmo integrando o PMDB (que conta com uma bancada generosa no Congresso Nacional), a família Sarney está sendo cada vez mais abandonada no Maranhão justamente pela falta de trato com o governo e com a política.


Senador Pedro Simon (PMDB) teceu duras críticas ao modelo de política adotado por Sarney no Maranhão.

Ainda antes da crise carcerária que se implantou no estado, muitas lideranças do PMDB recusaram-se a vir ao estado prestar solidariedade ao último feudo oligárquico do Brasil, mesmo com reiterados pedidos de José Sarney.

Foi o caso de Michel Temer (vice-presidente da República, filiado ao PMDB) e o senador Pedro Simon. Este último, chegou a tecer críticas ao grupo Sarney no Maranhão, que não tem pudor em usar e abusar do poder político, econômico e midiático parta se perpetuar no poder.

Em 2013, Simon chegou a alfinetar Sarney no Senado, fazendo referência à cassação de Jackson Lago:

“Até hoje eu não entendi. Cassaram o mandato de Jackson Lago por exagero do poder econômico. É uma piada. Falar em abuso do poder da mídia quando rádios, jornais e televisões estão todos do lado de lá,” disse Simon, que também elogiou a postura que Jackson Lago manteve mesmo diante do “golpe judicial”.

E não custa nada lembrar que toda a cúpula do PMDB, de uma hora pra outra, resolveu abandonar o barco de Roseana aqui no Maranhão. A pedidos da governadora e de seu pai, os caciques desembarcariam em São Luís para prestar apoio a Roseana. Sem mais nem menos, o plano foi abortado e Roseana abandonada…

Fonte do blog Garrone

Adolescente se suicida para doar rim ao irmão doente


adolescente-se-mata-para-que-irmao-recebesse-seu-rim-e-conseguisse-sobreviver


Um adolescente chinês, que vivia no condado de Funan, na província de Anhui, centro da China, se matou para que seus pais pudessem conseguir salvar a vida de seu irmão mais velho. Honghui, de 20 anos e Hongtao, de 18, sofriam com Uremia, um sintoma de insuficiência renal. Sem dinheiro para pagar os médicos, os pais, venderam quase tudo o que possuíam em busca de dois rins que salvariam a vida dos filhos.
Como o tempo estava passando e eles não encontraram solução, Hongtao se trancou no quarto e tomou pesticida, falecendo propositadamente. Junto com o corpo foi encontrado um bilhete que dizia: “Irmão, quando você estiver curado, por favor me diga, porque isso será o suficiente para mim.”
Honghui, agora com 23 anos, foi submetido a um transplante de rim com sucesso e está se recuperando bem.


Fonte: Daily Mail

A ‘mudança’ que Luis Fernando não conseguiu fazer



Quando o secretário de Infraestrutura e pré-candidato do grupo Sarney ao governo, Luis Fernando Silva fala em “verdadeira mudança”, ele precisa explicar o motivo de estar há tanto tempo no grupo Sarney, ocupando funções importantes e cargos de alto escalão e não ter conseguido fazer o Maranhão avançar.

Pelo contrário, partícipe ativo da oligarquia, Luis Fernando tem sua parcela de participação em nosso estado ostentar, infelizmente, os piores indicadores sociais. O caos instalado no estado também recai sobre o principal auxiliar da governadora.

Vejamos: Luis Fernando sempre esteve ligado ao grupo Sarney. E não só isso. Além de integrar o clã e se eleger prefeito de Ribamar com o total apoio da família, Luis ocupou cargos importantes ao longo dos governos dos Sarneys.

No decorrer da sua carreira política, Luis Fernando assumiu postos estratégicos nos governos de Roseana Sarney: foi secretário de Desenvolvimento Social, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico e secretário de Educação. Além de outras funções desempenhadas.

Mais: neste quarto mandato de Roseana Sarney, Luis já foi secretário chefe da Casa Civil e agora está na poderosa secretaria de Infraestrutura. A pergunta que fica: por que LF não colocou a tão propalada capacidade técnica em prática e conseguiu fazer com que o estado melhorasse nesses anos todos, já que teve oportunidade para isso?

Ou seja, LF é co-responsável pela balbúrdia em que se encontra o Maranhão.

Se somos os mais atrasados, pobres, miseráveis e pouco avançamos nas últimas décadas em educação, segurança, saneamento, moradia popular, Luis Fernando pode sim ser responsabilizado por isso.

Essa é a mudança que Luis Fernando tem a mostrar?

Alguém que já está há muitos anos no governo e, mesmo assim, não conseguiu fazer o que promete agora, levar desenvolvimento e proporcionar qualidade de vida aos maranhenses, torna-se incoerente quem nunca teve oportunidade por conta de quase cinco décadas de desgoverno.

Parece que a mudança de Luis Fernando ficou no gogó.

É inegável que Luis foi um bom prefeito de São José de Ribamar. Justo que se diga isso. Por outro lado, prefeitos de oposição, como Deoclides Macedo e Hilton Gonçalo, foram tão bom quanto ele. Basta comparar os indicadores das gestões e os oposicionistas levam vantagem.

Outra falácia que a turma dos oligarcas costumam levantar é dizer que a oposição governou sete anos. Mentira. Foram apenas dois anos. O governador eleito pela oposição, Jackson Lago só ficou meio mandato no poder, antes de ser apeado através de um golpe judicial arquitetado por seus adversários.

José Reinaldo, governo no qual Luis Fernando foi secretário de Educação, foi eleito pelo grupo Sarney. Rompeu em 2004 e ficou mais dois anos no governo.

Assim sendo, importante que se esclareça alguns pontos para que o leitor se questione sobre o que é dito, pela turma do grupo dominante, e faça algumas reflexões. 
FONTE; Blod do John Cutrim

Em Bacabal, PM apreende mais de dez mil reais em notas falsificadas


27012014_joilson_de_sousa_santos._31_anos._resid_na_rua_ildemar_68_slz_gonzaga._dinheiro_falso_18_-_copia
Policiais Militares de Bacabal, a 240 km de São Luís, prenderam no fim da manhã desta segunda-feira (27) Joilson de Sousa Santos, de 31 anos. A PM apreendeu com ele 10.700 reais em notas de 100 falsificadas. Além da quantia falsificada, 1.670 reais verdadeiros, documentos pessoais e cartões bancários próprios.

O Serviço de Inteligência do 15º BPM investigava uso de notas falsas na cidade. Além da investigação, várias denúncias chegaram através do 190. Joilson foi encontrado no centro da cidade em uma motocicleta alugada. Após uma revista pessoal o material foi encontrado. Segundo a polícia, o dinheiro falso foi encontrado dentro do capacete, atrás do forro.

Ao ser questionado, ele disse ter recebido todo o dinheiro falso de uma pessoa que não soube identificar em Açailândia, cidade que fica a 600 km da capital. Também afirmou que sabia que o dinheiro era falso e que teria comprado todo o montante, de mais dez mil reais falsificados, por 5.000 reais verdadeiros.

Alerta
A polícia estima que Joilson já teria passado mais de 1.500 reais em notas falsificadas para o comércio da cidade. As terminações das cédulas falsificadas são: 7448, 7362, 6121 e 2556. Quem tiver uma cédula com estas terminações deve procurar a Delegacia de Polícia Civil de Bacabal. Os cidadãos também devem estar atentos às cédulas danificadas.

A pena para o crime de falsificação, fabricação ou alteração da moeda local, seja metálica ou em papel moeda, varia de três a 12 anos de prisão e multa. Está sujeito à mesma pena quem adquire, vende, troca, guarda ou introduz na circulação a moeda falsa. Quem recebe ou mantém em circulação também comete o crime com pena de seis meses a dois anos e multa.
27012014_joilson_de_sousa_santos._31_anos._resid_na_rua_ildemar_68_slz_gonzaga._dinheiro_falso_12


segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Saiba Como elaborar resumos dos textos que estuda

O resumo tem por objetivo apresentar com fidelidade idéias ou fatos essenciais contidos num texto. Sua elaboração é bastante complexa, já que envolve habilidades como leitura competente, análise detalhada das idéias do autor, discriminação e hierarquização dessas idéias e redação clara e objetiva do texto final. Em contrapartida, dominar a técnica de fazer resumos é de grande utilidade para qualquer atividade intelectual que envolva seleção e apresentação de fatos, processos, idéias, etc.

O resumo pode se apresentar de várias formas, conforme o objetivo a que se destina. No sentido estrito, padrão, deve reproduzir as opiniões do autor do texto original, a ordem como essas são apresentadas e as articulações lógicas do texto, sem emitir comentários ou juízos de valor. Dito de outro modo, trata-se de reduzir o texto a uma fração da extensão original, mantendo sua estrutura e seus pontos essenciais.

Quando não há a exigência de um resumo formal, o texto pode igualmente ser sintetizado de forma mais livre, com variantes na estrutura. Uma maneira é iniciar com uma frase do tipo: "No texto ....., de ......, publicado em......., o autor apresenta/ discute/ analisa/ critica/ questiona ....... tal tema, posicionando-se .....". Esta forma tem a vantagem de dar ao leitor uma visão prévia e geral, orientando, assim, a compreensão de que segue. Este tipo de síntese pode, se for pertinente, vir acompanhada de comentários e julgamentos sobre a posição do autor do texto e até sobre o tema desenvolvido.1

Em qualquer tipo de resumo, entretanto, dois cuidados são indispensáveis: buscar a essência do texto e manter-se fiel às idéias do autor. Copiar partes do texto e fazer uma "colagem", sob a alegação de buscar fidelidade às idéias do autor não é permitido, pois o resumo deve ser o resultado de um processo de "filtragem", uma (re)elaboração de quem resume. Se for conveniente utilizar excertos do original (para reforçar algum ponto de vista, por exemplo), esses devem ser breves e estar identificados (autor e página).

Uma seqüência de passos eficiente para fazer um bom resumo é a seguinte:


ler atentamente o texto a ser resumido, assinalando nele as idéias que forem parecendo significativas à primeira leitura;


identificar o gênero a que pertence o texto (uma narrativa, um texto opinativo, uma receita, um discurso político, um relato cômico, um diálogo, etc.


identificar a idéia principal (às vezes, essa identificação demanda seleções sucessivas, como nos concursos de beleza...);


identificar a organização - articulações e movimento - do texto (o modo como as idéias secundárias se ligam logicamente à principal);


identificar as idéias secundárias e agrupá-las em subconjuntos (por exemplo: segundo sua ligação com a principal, quando houver diferentes níveis de importância; segundo pontos em comum, quando se perceberem subtemas);


identificar os principais recursos utilizados (exemplos, comparações e outras vozes que ajudam a entender o texto, mas que não devem constar no resumo formal, apenas no livre, quando necessário);


esquematizar o resultado desse processamento;


redigir o texto.
Evidentemente, alguns resumos são mais fáceis de fazer do que outros, dependendo especialmente da organização e da extensão do texto original. Assim, um texto não muito longo e cuja estrutura seja perceptível à primeira leitura, apresentará poucas dificuldades a quem resume. De todo modo, quem domina a técnica - e esse domínio só se adquire na prática - não encontrará obstáculos na tarefa de resumir, qualquer que seja o tipo de texto.


1. Resumos são, igualmente, ferramentas úteis ao estudo e à memorização de textos escritos. Além disso, textos falados também são passíveis de resumir. Anotações de idéias significativas ouvidas no decorrer de uma palestra, por exemplo, podem vir a constituir uma versão resumida de um texto oral. 
Fonte: Manual de Redação da PURS

Piso salarial dos professores terá reajuste de 8,32% em 2014



O piso nacional dos professores de educação básica deverá ser fixado este ano em R$ 1.697,39, para uma jornada de 40 horas. O valor é calculado com base na comparação da previsão de custo por aluno anunciada em dezembro de 2012 (R$ 1.867,15) com a de dezembro do ano passado (R$ 2.022,51). A portaria com o novo valor ainda não foi publicada, mas, segundo o Ministério da Educação (MEC), isso deve acontecer ainda neste mês.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) diz que o reajuste ficou aquém do esperado – a entidade estimava o aumento em 15%. Em nota, a CNTE argumentou que “dados já consolidados do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), até novembro de 2013, apontam crescimento do valor mínimo de aproximadamente 15%”.

Mesmo com o percentual inferior ao esperado pelos trabalhadores, a Confederação Nacional de Municípios estima que, para o reajuste de 8,32%, haverá aumento de R$ 4,151 bilhões no pagamento do magistério. Com isso, a média do comprometimento das receitas do Fundeb com salários dos professores irá para 79,7%. Isso significa que quase todos os recursos voltados para a manutenção do ensino nos municípios estarão sendo gastas com pagamento dos salários dos professores.

Segundo a CNM, em mais de mil municípios, o comprometimento ultrapassa 100% do Fundeb. “Isso é insustentável, o piso do magistério vai liquidar a educação básica”, diz o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski. Ele lembra que o fundo deve ser usado também na construção e manutenção de escolas, laboratórios, bibliotecas. “Não adianta valorizar o piso e acabar com o resto”.

O Fundeb é formado por recursos provenientes dos impostos e transferências de estados, do Distrito Federal e dos municípios, além de uma complementação federal, quando o valor da arrecadação não atinge o investimento mínimo por aluno estabelecido nacionalmente. A União faz a complementação em &&nove estados. Segundo, Ziulkoski, os repasses deveriam ser maiores e feitos a mais Estados.

A presidenta da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Cleuza Repulho, diz que a situação é preocupante. “O professor tem direito ao reajuste do piso, mas voltamos à preocupação da participação de Estados, municípios e União (nos gastos com educação)”.

O MEC diz que “compreende a dificuldade dos municípios com a folha de pagamento e tem tentado promover o diálogo entre prefeitos, governadores e CNTE. Segundo a assessoria de imprensa do ministério, o debate continua em 2014, com o incentivo às mesas de negociação. O MEC destaca que a complementação aos Estados tem crescido ano a ano. O valor destinado aos estados passou de R$ 1,1 bilhão, em 2000, para R$ 10,7 bilhões, no ano passado. “Além disso, outros programas reforçam o apoio da União aos estados e municípios, como os de transporte escolar, merenda, construção de creches e de quadras, livros didáticos, e o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE)”.

O MEC explica também que o valor mínimo nacional por aluno/ano pode variar, não apenas de um exercício para outro, mas dentro do próprio exercício, o que aconteceu em 2013. O cálculo apoia-se em estimativas anuais das receitas formadoras do Fundeb, “as quais, não raramente, requerem revisão das projeções pela Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Fazenda, em decorrência do comportamento da arrecadação, por sua vez dependente da política fiscal e do comportamento da própria atividade econômico-financeira do País”.

O piso salarial passou de R$ 950, em 2009, para R$ 1.024,67, em 2010, e R$ 1.187,14, em 2011, conforme valores informados no site do MEC. Em 2012, o valor vigente era R$ 1.451 e, a partir de fevereiro de 2013, passou para R$ 1.567. O maior reajuste foi o de 2012: 22,22%.

(AGÊNCIA BRASIL, 22/01/2014)

Carioca lança documentário sobre diretor do filme "Ai, que vida"

O trabalho do cineasta Cícero Filho, famoso pela comédia "Ai, que vida", é retratado no documentário "Passarinho lá de Nova Iorque", lançado neste domingo (26) durante a 17ª Mostra de Cinema Tiradentes. O filme foi idealizado pelo carioca Murilo Salles, conhecido pela direção de fotografia de "Dona Flor e seus dois maridos" e os prêmios conquistados com "Nunca fomos tão felizes" e "Como nascem os anjos".





O documentário mostra o esforço de Cícero Filho para refilmar cenas de "Flor de Abril". A exibição está marcada para 20h, na cidade de Tiradentes (MG). O cineasta maranhense definiu este domingo como um dia muito especial.


"Os papeis se inverteram, agora como personagem da minha própria vida", escreveu Cícero Filho em sua página no Facebook. O cineasta foi contatado por Murilo Salles há dois anos e não aceitou a ideia no começo. "Logo em meio às insistências de Murilo acabei cedendo. Murilo supervisionou todos os meus passos, dia após dia, meses após meses capitando minhas dificuldades em tentar regravar cenas de Flor de Abril, correndo atrás de apoio, dos laços afetivos criados durante as viagens... Foi corrido, mas em fim, o documentário está pronto".





Sem ter visto ainda o documentário, Cícero Filho não escondeu o nervosismo. "Confesso que estou com um frio na barriga, mas creio também que seja necessário. Eu preciso alçar vôos mais altos que os habituais".


Ainda não há data para exibição do documentário no Piauí. Após o evento, Cícero Filho deve reunir amigos para uma exibição privada.







Veja o que Cicero postou na sua página no Facebook:




Hoje é um dia bastante especial pra mim. Participo da 17ª Mostra de Cinema de Tiradentes, um dos festivais mais importantes do país, mas não como diretor. Os papeis se inverteram, agora como personagem da minha própria vida. Há dois anos, enquanto gravava FLOR DE ABRIL, um cineasta do Rio, Murilo Salles entrou em contato comigo. Ele havia se interessado em documentar a minha forma de fazer cinema. Para ele, fazer cinema já difícil, e no meu caso, ele dispara “Você faz milagre”, conta o bom amigo. Eu de início revidei, pois me parecia assustador ter minha vida e meus percalços documentados em áudio e vídeo. Não parece, mas sou reservado. Logo em meio às insistências de Murilo acabei cedendo. Murilo supervisionou todos os meus passos, dia após dia, meses após meses capitando minhas dificuldades em tentar regravar cenas de FLOR DE ABRIL, correndo atrás de apoio, dos laços afetivos criados durante as viagens... Foi corrido, mas em fim, o documentário está pronto e hoje estréia nacionalmente nessa 17ª Mostra de cinema. Confesso que estou com um frio na barriga, mas creio também que seja necessário. Eu preciso alçar vôos mais altos que os habituais. O documentário se chama “PASSARINHO LÁ DE NOVA IORQUE“. De início achei o nome meio estranho, mas segundo Murilo, a idéia é causar estranhamento e curiosidade. Eu não assisti o documentário, resta-me esperar a noite chegar, hoje às 20h pra entender todo o processo.


SINOPSE
Passarinho lá de Nova Iorque é um documentário sobre o esforço de um cineasta para conseguir refilmar uma cena de seu filme. No decorrer da trama, acabamos por perceber que o processo fílmico de Cícero dá origem a criação de novos laços afetivos, gerando novas famílias. "As famílias de Cícero Filho", o cineasta de Poção de Pedras, no Maranhão, seria um título possível. Um filme nômade-afetivo, que repensa o sonho dentro do sonho.




Fábio Lima

Ecad pode cobrar direito autoral quando intérprete apresenta música própria e ganha cachê


 Ecad2

O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) pode cobrar direitos autorais em espetáculos ao vivo, independentemente do cachê recebido pelo artista, ainda que o intérprete seja o próprio autor das músicas executadas.

O entendimento é da Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao julgar recurso em que se discutia o direito de o Ecad cobrar direitos autorais quando, nos eventos realizados, o próprio autor da música faz a apresentação e recebe por isso.

Para o relator do recurso, ministro Luis Felipe Salomão, as figuras do autor e do intérprete não se confundem, de forma que o cachê pago pelos patrocinadores é distinto dos direitos autorais advindos da composição da obra musical.

O Ecad ingressou com recurso no STJ contra decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que considerou que a entidade não tinha interesse processual.

A ação de cobrança foi proposta pelo Ecad contra o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Siderúrgicas, Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico e de Informática de Ipatinga, Belo Oriente, Ipaba e Santana do Paraíso, em razão de eventos ocorridos em maio de 2003 e 2004 e em abril e maio de 2005.

Cobrança dupla

O Ecad é uma sociedade civil, de natureza privada, e age como substituto processual dos titulares de direitos autorais, conforme o parágrafo 2º do artigo 99 da Lei 9.610/98. Ele arrecada em nome do compositor, do intérprete, dos autores em obras coletivas e demais titulares conexos, podendo inclusive autorizar ou proibir a execução de uma obra.

O recurso ao STJ questionou decisão do TJMG que extinguiu o processo sem resolução de mérito, porque os shows haviam sido feitos pelos próprios autores das obras. O tribunal entendeu que o Ecad não tinha interesse para atuar no caso, pois os artistas já teriam concordado tacitamente com a exposição de seus trabalhos.

De acordo com o TJMG, haveria dupla cobrança pelo mesmo fato se o Ecad tivesse o direito de receber, mesmo quando os artistas já ganharam diretamente o cachê dos patrocinadores dos eventos. Embora algumas músicas executadas não fossem de autoria dos intérpretes, tais obras já estariam nos álbuns por eles comercializados, o que lhes daria o direito de divulgá-las de forma ampla, incluindo a execução em seus shows.

Atividades desvinculadas

A jurisprudência do STJ é no sentido de que o Ecad tem legitimidade para cobrar direitos autorais independentemente de prova de filiação do titular da obra à associação arrecadadora e da existência de proveito econômico. Por outro lado, o titular dos direitos autorais detém a prerrogativa de dispor de sua obra da forma como melhor lhe convier, independentemente de anuência do Ecad.

De acordo com o STJ, o autor pode cobrar diretamente seus direitos autorais, bem como doar ou autorizar o uso gratuito e dispor de sua obra conforme seu interesse. Mas, antes, deve comunicar sua decisão ao Ecad, sob o risco de não afastar a atribuição da gestão coletiva do órgão arrecadador.

Quanto à possibilidade de haver a cobrança pelo Ecad quando o intérprete é o próprio autor das músicas executadas, a Quarta Turma entende que a atividade criadora do artista está desvinculada da atividade laboral.

Segundo o ministro Luis Felipe Salomão, no caso das obras musicais, os direitos autorais englobam tanto os direitos dos compositores como os direitos conexos atribuídos aos intérpretes.

Ele destacou que o fato gerador da ação de cobrança proposta pelo Ecad tem como conteúdo, no caso, o direito do autor, a proteção pelo trabalho intelectual na composição da obra, e não sua execução, que é fato gerador advindo da interpretação do artista no espetáculo.

A Quarta Turma decidiu que o processo deve retornar ao TJMG para que o órgão prossiga na análise da matéria, afastada a tese de falta de interesse processual por parte do Ecad.


O que você acha disso ?
fnte: Blog do Vaberlúcio

Proposta regulamenta profissão de transcritor e revisor de textos em braile

revisor de braile

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 5732/13, do Senado, que regulamenta a profissão de transcritor e revisor de textos em braile. O projeto torna obrigatória a presença desses profissionais na atividade de produção de textos em braile para fins comerciais, educacionais ou culturais.

De acordo com a proposta, poderão exercer as profissões aqueles que tenham completado pelo menos o ensino médio e que possuam certificado de habilitação expedido por órgão oficial, reconhecido pelo Ministério da Educação ou por entidades representativas das pessoas com deficiência visual.

Estarão dispensados do certificado os profissionais tenham exercido o ofício por, pelo menos, três anos antes da promulgação da lei. Para o caso de transcritor, além do período de experiência, será exigida aprovação em exame oficial a ser definido em regulamento. O exame deve atestar o conhecimento de um programa de computador de transcrição de textos em braile e o manuseio de impressora braile.

Jornada de trabalho
O projeto estabelece que a duração máxima do trabalho de transcritor e de revisor de textos em braile será de 6 horas diárias e de 30 horas semanais. O empregador também deverá assegurar aos profissionais acesso à internet, a códigos de transcrição em braile, às normas técnicas aplicáveis a esse sistema e a dicionários. Os trabalhadores deverão ter 10 minutos de repouso a cada 120 minutos de trabalho.

Segundo o autor da proposta, senador Paulo Paim (PT-RS), é preciso regulamentar essas profissões, que estão estabelecidas há décadas. Ele afirma que o texto do projeto é “uma homenagem aos brasileiros afetados com cegueira”.

A proposta nasceu, de acordo com ele, da sugestão de dois servidores de seu gabinete, que têm deficiência visual.

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e em regime de prioridade e será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

com informações da Câmara

Celulares do Maranhão ganham mais um número a partir de novembro

telefones celulares do Maranhão, com prefixos 98 e 99 irão ganhar o nono dígito a partir do dia 2 de novembro de 2014 (Reprodução internet)

Os números de telefones celulares do Maranhão, com prefixos 98 e 99 irão ganhar o nono dígito a partir do dia 2 de novembro de 2014, segundo publicação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no "Diário Oficial da União" desta segunda-feira (27). A medida da Anatel é para dobrar o número de linhas atendidas.

Isso significa que, para fazer ligações para os telefones celulares dessas áreas, será necessário digitar o algarismo 9 antes dos outros oito números da linha, assim como já acontece nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. No caso de SP, o objetivo da alteração foi ampliar o número de combinações. A expansão para o restante do país tem como objetivo padronizar as discagens para telefonia móvel e evitar confusões.

Após 2 de novembro, as ligações sem o nono dígito para essas localidades ainda serão completadas por um tempo determinado. Uma mensagem de voz vai orientar as pessoas sobre a nova forma de discagem. Depois desse prazo, as chamadas com oito dígitos não vão ser mais concluídas.

fnte: O lmarcial

Sarney, que diz nunca ter processado jornalista, quer fechar o Jornal Pequeno


Nunca um político brasileiro foi tão execrado nacional e até internacionalmente como o maranhense José Sarney. Os piores momentos do ex-presidente da República, hoje senador pelo Amapá, aconteceram durante os escândalos dos atos secretos e agora, em meio à ruidosa crise no sistema penitenciário e na Segurança Pública do Maranhão.

Sarney hoje é um político sem condições de sair normalmente à rua, sob pena de sofrer constrangimentos ou até coisa pior, dependendo do local. Isso é fato! Alvo de achincalhes e críticas fortes de toda a imprensa brasileira, especialmente de grandes jornais e emissoras de televisão, como Estadão, Folha de São Paulo, Veja, IstoÉ, Época, Rede Globo, Band, Record, SBT e tantos outros, José Sarney atinge seu pior momento e chega ao final da carreira política da forma mais humilhante, degradante e triste, com sua biografia emporcalhada.

Sem saída, e convicto, mais do que ninguém, do fim do seu império no Maranhão, José Sarney necessita de se vingar, precisa descontar em alguém.

E esse ‘alguém’ que escolheu, em meio a tanta ‘gente’ na mídia mundial mostrando a triste realidade do Maranhão e de sua família, foi o Jornal Pequeno, o bravo, combatente e resistente veículo fundado há 62 anos por Ribamar Bogéa e hoje comandado por Dona Hilda Bogéa e seus filhos.

Com três processos contra o Jornal Pequeno e uma investigação na Polícia Federal contra o seu diretor Lourival Bogéa, fora outras três ações de um aliado ‘faz-tudo’, Sarney já conseguiu vários bloqueios online das contas do JP e agora está querendo penhorar a sede do jornal, na Rua Afonso Pena.

Interessante é que os processos estavam todos parados e agora, em janeiro, coincidentemente nesse momento de crise que ele vive, tiveram uma movimentação extraordinária na justiça brasiliense. Das duas uma: ou ele quer se vingar no Jornal Pequeno por toda essa surra nacional e internacional que está levando ou, mais uma vez, está pretendendo nos intimidar, tentando inviabilizar o nosso jornal.

Do Colunaço do Peta de amanhã.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Festival de Música Carnavalesca de Bacabal oferece R$ 12.000,00 em Prêmios



A Secretaria Municipal de Cultura de Bacabal confirma a realização da segunda edição do "Festival de Música Carnavalesca", o anuncio oficial será feito através de coletiva á imprensa dia 27 de janeiro (segunda-feira) pelo secretário de cultura José Clécio.

O evento vem com algumas novidades, dessa vez poderão se inscrever compositores e cantores de Bacabal e região. Previsto para o dia 15 de fevereiro a noite na Praça São José (Praça do Bolo), centro, as inscrições poderão ser feitas no período de 27 de Janeiro à 4 de fevereiro de 2014 na Secretaria Municipal de Cultura localizada na Avenida Euzébio Trinta, s/nº no Centro cultural de Bacabal.

Segundo o regulamento que será divulgado oficialmente na segunda feira

as inscrições deverão ser envidas ou entregues devidamente preenchidas, com musica gravada em CD e 5(cinco) cópias da Letra digitada em formato word. No caso de coautoria será indispensável uma procuração por meio da qual o coautor outorgará poderes ao participante de representa-lo no Festival. A procuração deve ter firma reconhecida.

Cada compositor deverá inscrever até duas músicas, porém apenas uma será selecionada. Havendo duas músicas , elas deverão vir em fichas de inscrições distintas, CD’S separados, em arquivos MP3 separados e as letras das músicas digitadas em formato Word separados

A comissão organizadora informou ainda que não será aceita em hipótese alguma, a inclusão de parceria, após a fase de inscrições. Na ficha de inscrição, os concorrentes deverão declarar nome, endereço, CPF,RG, contatos e demais dados de identificação.Além da documentação acima, os menores de 18(dezoito) anos deverão ser representados ou assistidos por seus pais e/ou responsáveis legais.

Os critérios de avaliação dos inscritos na fase final do festival serão;Música( melodia, ritmo e harm onia); Letra (tema e conteúdo)Interpretação ( Expressão vocal, Figurino, criatividade, postura de palco, expressão corporal e comunicação);Afinação( Capacidade das cordas vocais alcançarem diferentes notas ), Conjunto( Visão geral da apresentação). Todas as músicas inscritas deverão ser obrigatoriamente inéditas, ou seja, que não tenham sido editadas e que sejam pela primeira vez apresentados em publico.

PREMIAÇÃO

Serão premiados os três primeiros colocados e o/a melhor intérprete , por pontos atribuídos pelo Júri da final, e o prêmio do Júri Popular,ao primeiro colocado R$ 5.000,00 mais Troféu; Segundo colocado R$ 3.000.00 mais Troféu; Terceiro colocado R$ 2.000,00 mais Troféu; Melhor interprete R$ 1.000,00 mais Troféu. serão disponibilizadas ao publico ficha de votação para que o mesmo elejam a melhor música na sua opinião, o premio para Juri Popular será de R$ 1.000,00.


Maiores informações os interessados poderão obter na recepção da secretaria de cultura de Bacabal















PMDB nacional cancela visita de apoio a Roseana Sarney

http://blog.jornalpequeno.com.br/raimundogarrone/files/2014/01/roseana-o-globo-1.jpg

A cúpula do PMDB cancela, novamente, visita ao Maranhão. A instabilidade do partido no estado – com o desgaste da governadora e de um pré-candidato que não decola nas pesquisas – fez com que caciques nacionais do PMDB desistissem de prestar apoio ao partido da família Sarney no Maranhão.

A informação da vinda do presidente nacional do partido, Valdir Raupp (PMDB), e de senadores foi dada com entusiasmo pela imprensa ligada ao grupo Sarney no Maranhão. O deputado Chiquinho Escórcio (PMDB) chegou a desembarcar em São Luís para cuidar da agenda dos peemedebistas, mas a visita foi cancelada.

A avaliação do PMDB nacional é de que o partido não pode se expor de forma tão forte neste momento em que o Maranhão passa uma grave crise, fruto de 14 anos de governo de Roseana Sarney (atual governadora) e de quase 50 anos de poder de José Sarney no estado.

Além do mais, o PMDB avalia que não está com essa bola toda no estado e que a vinda dos caciques ao Maranhão poderia jogar ainda mais lenha na fogueira na crise de imagem que o governo Roseana Sarney tem passado. A decisão foi irredutível, mesmo após os apelos de José Sarney que tenta, de dentro do Palácio dos Leões, contornar a crise gerada pelo governo da filha.

Sem um nome de força para disputar as eleições de outubro e com a confirmação de que o nome indicado por Roseana Sarney (PMDB) para sua sucessão não tem o perfil adequado para o pleito, os caciques do PMDB não virão ao Maranhão com um cenário negativo para o partido.

PMDB indeciso sobre Luís Fernando





Este é apenas mais um dos vários cancelamentos de agenda que o PMDB faz no Maranhão. Estava marcado para meados de dezembro o lançamento da pré-candidatura de Luís Fernando Silva (PMDB) ao governo do estado.

Após análises das pesquisas encomendadas semanalmente pelo Palácio dos Leões para aferir o desempenho de Luís Fernando diante do eleitorado, o evento foi cancelado.

Também se recusaram a vir ao Maranhão os ministros Edson Lobão e Gastão Vieira. Nenhum dos dois quis comprometer-se com a pré-candidatura de Luís Fernando, que ainda não é consenso local e nem no PMDB nacional.

Pelos bastidores, Lobão ainda trabalha para limar a candidatura de Luís Fernando. Joga com o nome de Edson Lobão Filho, o Edinho. Na outra ponta, aparece João Alberto na tentativa de viabilizar-se como candidato do partido.

Até solucionar esse impasse, nada de apoio nacional…

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

O silêncio do maranhense Ferreira Gullar diante do caos no estado dos Sarney


Ferreira_Gullar04
Ferreira Gullar há muito decidiu ser pedra de atiradeira. Com alvo único. Lula. O poeta e escritor formado nas hostes comunistas, um remanescente dos tempos em que o Partidão era o berço das transformações, decidira, de maneira oportuna, ganhar espaço na mídia conservadora para atacar o operário. Via no PT e em Lula tudo o que o inferno prepara em conteúdo e vestimentas para massacrar a sociedade que Gullar jura ter desejado um dia ver liberta.

Em entrevista ao jornal O Tempo, replicada na revista Veja em 2010, Gullar não hesitou em se revelar um merecedor de tamanha deferência. Afinal, sua fala sairia na coluna de Reynaldo Azevedo, uma espécie de Lacerda dos tempos modernos. Disse Ferreira Gullar sobre o presidente que tentava eleger Dilma sua sucessora: “o Lula é de fato uma pessoa desonesta, um demagogo, e isso é perigoso!” – A frase foi sublinhada e ganhou título na coluna de Azevedo.

Mas para Ferreira Gullar não basta acabar com Lula, o presidente que trouxe milhões de brasileiros para a zona de consumo, ampliou a classe média e inseriu na escola, especialmente universidades, um grupamento social que vivia à margem da possibilidade de crescer. Para Gullar, “o Socialismo acabou, e só alguns malucos dizem ao contrário”! Trata-se da máxima dos “coxinhas” de ocasião: o Socialismo teria acabado com a queda do Muro de Berlim. Mas o capitalismo permanece vivo, pujante e tão ameaçador quanto antes.

Mas toda esta fala em torno de Ferreira Gullar vem para destacar o seguinte: a crise porque passa seu Maranhão não tem afetado o há muito cidadão do Rio. Amigo de Sarney, amante de seus livros, incapaz de criticar o ex-presidente, ele mantém silêncio. Nenhuma fala, menção em blog ou em coluna dos amigos. A desgraça do povo maranhense, com sua miséria, mais baixo IDH, mortalidade infantil nas alturas, saneamento básico precário e escolaridade abaixo da média nacional, nada disso ele atribui ao seu amigo Sarney e sua descendência.

Neste particular, o outrora comunista prefere o silêncio. Que, nos últimos tempos, tem se revelado o seu melhor discurso. Como já disse Romário, algumas pessoas são de fato poetas. Quando estão caladas.

Fábio Lau é jornalista e editor do Conexão Jornalismo.