Novas regras para entrega da Declaração do imposto de Renda

Prazo vai até 29 de abril

Fifa abre janela para jogadores na Rússia e na Ucrânia

Decisão foi motivada pela guerra que acontece no Velho Continente

Expedito Jr. faz Gol de Placa ao apoiar esporte amador em Bacabal

Desportista declaram apoio ao trabalho de expedito

Norris Cole, Lady Conceição e Norris Cole Jr. fazem Show Internacional em Bacabal

Show deve mobilizar toda massa reggueira de Bacabal e região

Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

terça-feira, 30 de novembro de 2010

UFOLOGIA

Bases extraterrestres e contatos decanos revelados na Itália

 Por Michael Salla - Tradução: Marco A. V. Hernandes

crédito: whispercries
Um enigmático grupo de extraterrestres semelhantes a humanos, que estabeleceram bases subterrâneas na Itália e se reuniram com moradores locais, entre 1956 e 1978.

O autor do livro Mass Contacts [Contatos em Massa, AuthorHouse, 2009], Stefano Breccia, ufólogo italiano, possui formação em engenharia elétrica e lecionou em várias universidades do país e estrangeiras.

Ele investigou o Caso Amicizia [Amizade] durante várias décadas, tempo em que pôde conhecer e questionar muitas das principais testemunhas. Breccia incluiu o depoimento de Bruno Sammaciccia, um estudioso italiano altamente qualificado, com formação em psicologia e psiquiatria, autor de 160 livros. O testemunho de Sammaciccia contém suas reivindicações de contato físico direto com extraterrestres por longo periodo.

O ufólogo Roberto Pinotti [Correspondente internacional da Revista UFO e autor do livro OSNIs: O Enigma dos Objetos Submarinos Não Identificados] escreveu o prefácio para a obra e reconheceu o seu próprio conhecimento do caso e das muitas provas que o sustentam. Algumas das fotos tiradas de UFOs e extraterrestres constam entre as de melhor qualidade já feitas. Em termos de impacto global, o número de participantes envolvidos e as provas documentais compiladas, é um dos casos mais surpreendentes de contato com extraterrestres na história moderna.

Pinotti descreveu seu espanto de ouvir seu professor da universidade falando sobre extraterrestres, enquanto prestava exame final de doutorado na Universidade de Florença, em 1969. Após se aproximar do mesmo, foi capaz de confirmar que "um grupo de extraterrestres vindos de estrelas distantes tinham construído uma grande estrutura subterrânea ao longo da costa do mar Adriático"

Somente após o falecimento de Sammaciccia, em 2003, o ufólogo decidiu revelar a parte que conhecia dos fatos, "porque em seu testamento havia a solicitação de sua história ser divulgada, sem causar problemas para ninguém, eu sabia que era o meu dever de contribuir para a verdade, tanto quanto possível", declarou Pinotti.

A história começou em 1956, quando Bruno Sammaciccia e dois amigos encontraram-se com dois indivíduos misteriosos, que disseram ser extraterrestres. Um deles tinha mais de 2,45 metros de altura, enquanto o outro pouco mais de um metro. Os três amigos, inicialmente céticos, acabaram levados para uma base subterrânea, onde viram mais destas entidades. 
crédito: masscontactinterview
A possível foto de um dos seres, com altura comparada a um humano de estatura mediana
A possível foto de um dos seres, com altura comparada a um humano de estatura mediana
 Eles também presenciaram seus filhos [Dos ETs] serem educados, algumas das tecnologias avançadas que utilizavam e suas naves espaciais. Finalmente convencidos de que estavam realmente tendo contato físico com os alienígenas, começaram a ajudá-los, através de apoio material, organizando caminhões de frutas, alimentos e outros suprimentos, transportados e descarregados em uma base extraterrestre. Dois veículos carregados eram entregues todos os meses para bases em diferentes regiões da Itália, onde conviveram durante longos anos.

Sammaciccia descreveu as várias pessoas envolvidas no caso e as reuniões com os seres, na intenção de ajudar a humanidade a se preparar para a realidade dos "humanos extraterrestres". Breccia disse que conheceu pessoalmente e entrevistou cerca de 80 pessoas que trabalhavam ou conheciam os ETs. A maioria estava na Itália, mas havia de outros países, que também tinham sido expostos ao mesmo grupo.

Muitos dos extraterrestres poderiam facilmente se misturar na sociedade humana e até mesmo possuir empregos normais, quando necessário. O Caso Amicizia ajudaria a confirmar inúmeros outros que sempre falaram sobre outras espécies se misturando e andando entre nós.

Conflito e partida - mas um dia retornarão

Um violento conflito entre duas facções tentando influenciar o desenvolvimento da humanidade e do futuro foi levada adiante. Enquanto uma promovia unidade cósmica e desenvolvimento ético, a outra dava maior importância ao desenvolvimento tecnológico a todo custo. Isso levou a violentos confrontos periódicos entre as facções. As bases subterrâneas foram destruídas em 1978, segundo a história e investigação.

Os sobreviventes tiveram que deixar a Terra, mas prometeram voltar quando a humanidade estivesse pronta para um futuro mais ético, interagindo com os extraterrestres.

A surpreendente história soa como um episódio de Star Trek, mas é bem suportada por provas documentais, alguns dos melhores pesquisadores italianos e as testemunhas de primeira mão dos eventos descritos. Algumas das principais foram estadistas, estudiosos e personalidades da alta sociedade da Itália e da Europa. Breccia inclui uma série de prefácios e declarações destas, detalhando o grande número de pessoas envolvidas no caso.

Aqui citamos um excelente resumo de extensas evidências sobre visitantes não-terrestres que teriam vivido secretamente entre nós e interagiram durante um período de 22 anos com seus protagonistas. Quanto mais material e testemunhas surgirem, na Itália e outros países, o caso finalmente poderá confirmar a realidade da presença alienígena na Terra.
fonte: Portal da Ufologia Brasileira

NASA realizará coletiva de imprensa sobre vida fora da Terra

Por Paula Rothman
crédito: NASA
A Agência Espacial Norte-Americana (NASA) anunciou uma conferência de imprensa para próxima quinta-feira, 02 de dezembro, sobre descobertas relacionadas à astrobiologia. Às 11h00 de Brasília, seus porta-vozes falarão ao público sobre as mais recentes pesquisas que, segundo comunicado, "terão impacto na busca por evidências de vida extraterrestre".

Astrobiologia é o estudo da origem, evolução, distribuição e futuro da vida no universo. As informações estão sob embargo da revista Science, que deve publicar a descoberta e só poderá ser revelada na quinta-feira.

A coletiva será no quartel-general da agência, em Washington, transmitida ao vivo pela NASA Television e também via streaming pelo site oficial. Os participantes do evento são Mary Voytek, diretor do programa de astrobiologia da NASA, Felisa Wolfe-Simon, pesquisadora associada ligada ao departamento de pesquisas geológicas dos Estados Unidos, Pamela Conrad, astrobióloga do Centro Espacial Goddard, Steven Benner, da Fundação para Evolução Molecular Aplicada e James Elser, professor da Universidade Estadual do Arizona.

Embora não tenha divulgado nenhuma outra informação sobre o conteúdo, é possível especular algumas possibilidades pelo perfil dos participantes. O professor Elser trabalha com ambientes aquáticos e terrestres, usando uma perspectiva evolucionária para integrar diferentes níveis de organização das moléculas e células ao ecossistema.

Seu trabalho inclui o estudo da vida em lagos, inclusive em regiões geladas. Esses ambientes há muito são estudados como podendo conter pistas para o início da vida na Terra. Se ela veio do espaço (em um cometa trazendo bactérias ou organismos unicelulares, por exemplo), seriam essas regiões profundas e isoladas que guardariam os indícios.

O trabalho de Felisa Wolfe-Simon também está relacionado a água. Ela utiliza biologia molecular, bioquímica e fisiologia do fitoplâncton para descobrir a seqüência de eventos que moldou a evolução do fitoplâncton moderno nos oceanos e da própria vida. Essencialmente, sua busca é achar os detalhes da co-evolução da vida com a Terra.

Ao que tudo indica, a divulgação está mais relacionada à origem da vida no nosso planeta do que fora dele, mas só nos resta aguardar até quinta-feira para saber, exatamente, do que se trata. Da última vez que provocou tanta expectativa, em novembro, o comunicado era "somente" sobre um jovem buraco negro.
FONTE: Portal da Ufologia Brasileira

Durante entrega do prêmio Augusto Mochel, Flávio Dino diz que 2010 foi um ano de vitórias

Durante a solenidade de entrega do prêmio José Augusto Mochel 2010, o deputado federal Flávio Dino fez uma avaliação da situação da oposição no Maranhão e das lideranças de esquerda no restante do país. Para Flávio Dino, o ano de 2010 foi de vitórias. "Tivemos uma grande vitória eleitoral, representada tanto pelos nossos companheiros de chapa que se elegeram quanto pela consolidação da autonomia de um campo de esquerda democrático e popular no Maranhão", afirmou Flávio Dino.
A solenidade de entrega do prêmio José Augusto Mochel, que está em sua quarta edição, foi realizada na noite de segunda-feira, 29 de novembro, no auditório do Quality Grand São Luís Hotel. O prêmio é uma realização do PCdoB de São Luís e do gabinete do deputado federal Flávio Dino. Para o presidente do PCdoB de São Luís, Márcio Jerry Saraiva Barroso, o prêmio comemora também um bom momento para a legenda. "Este é o momento alto da vida partidária do PCdoB e também do mandato do deputado Flávio Dino", disse Márcio Jerry.
Flávio Dino destacou a luta política representada pelos homenageados da noite. "Foi em nome de princípios e idéias que os nossos homenageados de hoje lutam e lutaram. Esta noite não é só uma homenagem individual ou a entidades. É também o reconhecimento a um ponto de vista histórico, que nós fazemos por intermédio dessa premiação. O ponto de vista que representa a vitória dos princípios sobre os interesses de conveniência e de ocasião", disse Flávio Dino.
Homenagens
Em 2010, na categoria institucional, o prêmio José Augusto Mochel homenageou a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema). Também foram homenageados a professora Zezé Costa, o professor da UFMA Francisco Gonçalves, o sindicalista Mestrinho, do PCdoB de Bacabal e o juiz Marlon Reis, representado no evento pela sua irmã, Maria Arlinda Reis. O presidente da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Haroldo Lima, também foi premiado, mas não pôde comparecer por problemas de agenda. Ele receberá o prêmio em outra ocasião.
A segunda parte da noite foi dedicada às homenagens póstumas. Foi homenageado o engenheiro e militante político Magno Cruz, representado na solenidade pela viúva Telma Maria Abreu Silva, pelo filhos Magno Filho, Marco e Márcio, e pela irmã Maria Cecília. Também recebeu o prêmio o militante político alquimar guterres, militante político do PCdoB na cidade de Caxias, na década de 40, e preso duas vezes pelo regime militar. Alquimar foi representado na solenidade pela viúva, Judite de Moraes Rêgo.
Ao final da solenidade, Flávio Dino garantiu aos presentes a continuidade do prêmio José Augusto Mochel nos próximos anos, mesmo que não esteja mais na condição de deputado federal. " O prêmio ficará sob responsabilidade do diretório municipal do PCdoB em São Luís", disse ele. Flávio Dino justificou a continuidade da premiação dizendo que ela vai além da disputa eleitoral. "É a premiação de uma luta política e ideológica. Temos grandes perspectivas de futuro, porque quem tem utopia não perdeu nada. Ao contrário, somos autênticos vitoriosos. Temos a vitória da coragem, da ousadia e de podermos dormir tranquilos. sabendo que somos sinceros com aquilo em que acreditamos todos os dias", concluiu.
FONTE: Jornal Pequeno

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Unicef lança campanha nacional Por uma infância sem racismoUnicef lança campanha nacional Por uma infância sem racismo

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lança, nesta terça-feira (30), às 8h30, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão, em São Luis (MA), a campanha nacional Por uma infância sem racismo.
O evento contará com a participação da Secretária Estadual da Igualdade Racial, Claudett Ribeiro; da procuradora-geral de Justiça do Estado do Maranhão, Maria de Fátima Rodrigues Travassos Cordeiro; da presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Elisângela Cardoso; do presidente do Conselho Estadual da Política Étnico Racial do Maranhão, Luis Alves Ferreira; e da coordenadora do escritório do Unicef no Maranhão, Eliana Almeida.
Além das autoridades, o evento tem a participação de representantes de movimentos negros e indígenas e lideranças adolescentes do Maranhão.
Para o Unicef, a discriminação racial não apenas persiste no cotidiano das crianças no Brasil, como também se reflete nos números da desigualdade entre negros, indígenas e brancos. Com a campanha, o Unicef quer fazer um alerta sobre a necessidade da quebra do círculo vicioso do racismo para, dessa forma, estimular a criação e o fortalecimento de políticas públicas voltadas para as populações mais vulneráveis.
A campanha, lançada como parte da celebração dos 60 anos de atuação do Unicef no Brasil, tem como objetivo mobilizar a sociedade brasileira para a necessidade de assegurar a equidade e a igualdade étnico-racial desde a infância. Para o Unicef, o combate ao racismo implica valorizar as diferenças, promovendo a igualdade de tratamento e oportunidades para cada menina e menino no Brasil, o que ainda representa um grande desafio para o país. Assim, busca-se contribuir com o debate nacional sobre direitos da infância e adolescência, envolvendo cada segmento da sociedade no esforço do combate ao racismo a partir do reconhecimento de sua existência.
Campanha
Para a primeira etapa da campanha, foram produzidas peças gráficas criadas pelas agências Ogilvy e AW Comunicação, parceiras da ação. A iniciativa conta com a participação do ator e embaixador do Unicef no Brasil, Lázaro Ramos. Lázaro gravou um filme de quatro minutos, em que o texto demonstra a situação das crianças negras e indígenas no Brasil. O filme tem uma versão de 27 segundos para ser veiculado nos canais de televisão que apoiam a campanha.
Além disso, como parte da campanha, será disseminado um folheto institucional que propõe “Dez maneiras de contribuir para uma infância sem racismo”, com orientações sobre como identificar, evitar e combater atitudes e ações discriminatórias. A campanha terá duração de um ano e será acompanhada de um blog - www.infanciasemracismo.org.br.
Ao reconhecer os progressos na melhoria da qualidade de vida de suas crianças, a coordenadora do Unicef no Maranhão, Eliana Almeida, lembra que esses benefícios ainda não contemplam equitativamente todos os meninos e meninas, especialmente, negros e indígenas. “Essas crianças e adolescentes ainda vivem em contextos de desigualdades. Muitas vezes sofrem discriminação no ambiente escolar, nas comunidades onde vivem e, até mesmo, em instituições públicas. Isso tudo tem uma repercussão profunda no desenvolvimento dessas crianças. Precisamos reafirmar o compromisso de eliminar todas as formas de racismo, sobretudo, na infância”, observa Eliana.
Diferentes setores da sociedade civil participaram da construção da campanha, entre elas: Ação Educativa, Ceafro, Tribo Jovem, Geledés, comunidades Pataxós, Coiab e Andi. Várias organizações já anunciaram apoio à iniciativa e veicularão peças da campanha. São elas: MTV, Canal Futura, Orla Rio, EBC, Discovery Chanel, Afrobras, MICA e Botafogo Futebol e Regatas. Grupos religiosos estão mobilizados em torno da campanha, desenvolvendo mensagens de sensibilização sobre o tema em suas comunidades.
Lançamento estadual da campanha Por Uma Infância Sem Racismo
Terça-feira, dia 30 de novembro, das 8h30 às 11h
Local: Auditório da Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão, rua Osvaldo Cruz, nº 1.396, Centro, São Luís (MA).
FONTE: As informações são da Assessoria de Imprensa do Unicef.

Maranhão pode ter nova eleição: processo de cassação de Roseana Sarney é destaque no Correio Braziliense

Do blog do John Cutrim

As eleições terminaram em outubro, mas há um terceiro turno à vista em pelo menos cinco estados. Recém-eleitos ou reeleitos, governadores podem iniciar o mandato a partir de 1º de janeiro já com processos de cassação por irregularidades durante a campanha. Vencedores nas urnas, Roseana Sarney (PMDB-MA), Marcelo Déda (PT-SE), Tião Viana (PT-AC), Omar Aziz (PMN-AM) e Silval Barbosa (PMDB-MT) são investigados pela Polícia Federal ou pelo Ministério Público por um leque de acusações que vão de abuso de poder econômico e político até a compra de votos e captação de recursos.
Dos governadores eleitos em 2006, três foram retirados dos mandatos pela Justiça, depois de serem condenados por irregularidades durante as eleições: Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Marcelo Miranda (PMDB-TO) e Jackson Lago (PDT-MA). Agora, pelo menos dois futuros governadores já têm processos abertos nos tribunais regionais estaduais e outros três são investigados, dois com denúncias consideradas graves.
Eleito no segundo turno, Barbosa foi acusado pela coligação rival, com a concordância do MP, de compra de votos durante um congresso religioso. No evento, que reuniu 2 mil pessoas em Cuiabá em 22 de agosto, o governador reeleito teria pedido votos aos fiéis o que configuraria “captação ilícita (de votos) por recebimento de propaganda paga por fonte vedada.” O processo, que corre no TRE-MT, estava na pauta de julgamento na quinta-feira, mas acabou adiado. Deve ser retomado pelos ministros durante a semana.
O outro eleito com processo já aberto, Déda, teria cometido crime de abuso de poder político ao oferecer almoço de lançamento da candidatura para 300 pessoas na residência oficial do Sergipe. O encontro teria sido custeado com verbas públicas, e servidores e secretários de Estados teriam trabalhado no evento. Por meio de sua assessoria, o governador reeleito alegou que o almoço foi um evento político e que não infringiu qualquer artigo da legislação eleitoral. Caso seja condenado, ele pode ter pagar R$ 60 mil de multa.
Nova eleição
Pela legislação eleitoral, a lista atual dos possíveis cassáveis coloca o risco de novas eleições no Amazonas, Maranhão, Sergipe e Acre, locais em que os futuros governadores venceram o pleito no primeiro turno. Caso sejam condenados, a maioria dos votos seria anulada, o que forçaria uma nova sessão de votações. (Com informações do Correio Braziliense)

sábado, 27 de novembro de 2010

UFOLOGIA

Por Paulo R. Poian

I Encontro Ufológico de Porto Alegre acontece na próxima terça-feira

O Movimento Gaucho de Ufologia (MGU), através Grupo de Estudos de Ufologia Científica (GEUC) e GAIDU, estão promovendo o I Encontro Ufológico de Porto Alegre - I EUPA, no Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA), a ser realizado no dia 30 de novembro.

Com inicio às 19h30 e entrada franca, o evento contará com a presença da sociedade na espectativa de grandes debates sobre temas ufológicos da atualidade, depoimentos e relatos de avistamentos. O pesquisador Carlos Odone da Costa Nunes palestrará, com o tema O Fenômeno UFO: uma análise de suas manifestações por meio de fotos diversas.
Descrição
I Encontro Ufológico de Porto Alegre

Data: 30 de novembro
Horário: das 19h30 às 22h30
Local: Colégio Militar de Porto Alegre
Endereço: Avenida José Bonifácio, 363 - Bairro Bomfim
Porto Alegre - RS. CEP: 90040-130

Palestra: O Fenômeno UFO: uma análise de suas manifestações por meio de fotos diversas
Apresentação: Carlos Odone da Costa Nunes

Contatos: Carlos Odone, e-mail codone@gmail.com

Apoio: Movimento Gaucho de Ufologia (MGU)
Entrada franca
fonte: Portal da Ufologia Brasileira

Sonda detecta atmosfera de oxigênio e CO2 em lua de Saturno

FONTE; Carlos Orsi - estadão.com.br
Reia, vista pela Cassini de encontro à atmosfera de saturno e os anéis do planeta

Reia, uma lua de Saturno com 1.500 km de diâmetro e composta basicamente de rocha e gelo, tem uma atmosfera tênue que é composta por 70% de oxigênio e 30% de gás carbônico, dois gases que, na Terra, são essenciais para as formas mais complexas de vida. A descoberta, feita pela sonda Cassini, da Nasa, é descrita na edição desta semana da revista Science.

Embora o oxigênio existente hoje na atmosfera da Terra seja produto da atividade de seres vivos que fazem fotossíntese, esse dificilmente será o caso em Reia, explica o principal autor do artigo que analisa os dados da Cassini, Ben Teolis.

"A atmosfera de Reia é muito fina, e a lua não tem um campo magnético próprio", explica. "Sua superfície está totalmente desprotegida dos íons e elétrons aprisionados no campo magnético de Saturno". O constante bombardeio de partículas sobre o gelo da superfície causa reações que formam o oxigênio, que então ou fica preso no gelo sólido ou é ejetado para atmosfera.

"O bombardeio é suficiente para criar e sustentar a atmosfera", diz o cientista, que considera muito improvável a existência de vida em Reia, por conta das baixas temperaturas - segunda Nasa, o clima na Lua oscila de -174º C a -220º C - e da ausência de água no estado líquido.

Mas Teolis lembra que a descoberta de oxigênio na atmosfera da lua se segue à detecção de sinais da mesma substância em várias luas do planeta Júpiter, incluindo Europa, onde cientistas acreditam que existe um oceano sob a crosta de gelo.

"Isso sugere que a formação de oxigênio em corpos gelados submetidos a radiação pode ser muito comum no Universo, e pode existir o potencial para química orgânica complexa movida a oxigênio dentro de objetos como Europa ou Encélado, no nosso próprio Sistema Solar, e em outras luas pelo Universo", especula o pesquisador. Encélado é uma lua de Saturno que apresenta sinais de água sob a superfície. "Esse tipo de química pode ser considerado um pré-requisito para a vida".

A presença de CO2 na atmosfera da lua é um mistério maior que o oxigênio, afirma Teolis. Uma possibilidade é que Reia não  seja uma bola sólida de rocha e gelo, como se imagina, mas contenha algum líquido em seu interior, onde reações geradoras de gás carbônico poderiam ter ocorrido ou ainda estar ocorrendo.

"Qualquer espécie de reação do tipo que esteja acontecendo hoje é, na melhor das hipóteses, mínima", acredita, acrescentando que a lua mostra sinais de intensa atividade geológica, mas ocorrida em eras passadas.

Se um dia astronautas da Terra forem visitar a lua em busca da solução para o enigma do CO2, a atmosfera de oxigênio não tornará os trajes espaciais desnecessários. "A densidade de oxigênio máxima em Reia é de 10 trilhões de moléculas por metro cúbico", diz Teolis. Na Terra, esse número é 5 trilhões  de vezes maior.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

PCdoB e Dino entregam prêmio Augusto Mochel

FONTE: O Imparcial Online


O PCdoB de São Luís e o gabinete do deputado federal Flávio Dino realizarão no dia 29 de novembro, segunda-feira, a cerimônia de entrega de mais um prêmio José Augusto Mochel.
O objetivo é homenagear políticos, lideranças da esquerda e entidades da sociedade civil que tenham se destacado no campo da luta democrática e popular. A solenidade será no auditório do Quality Grand São Luís Hotel, a partir das 18h.
Em 2010, serão homenageados o presidente da ANP, Haroldo Lima, o professor Francisco Gonçalves, a professora Zezé Costa, o militante do PCdoB, José dos Santos (Mestrinho) e o juiz Márlon Reis.
Também haverá homenagens póstumas a Magno Cruz e a Alquimar Ribeiro Guterres, que foi um dos reorganizadores do PCdoB. A instituição homenageada esse ano será a Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema).
Esta será a quarta edição do prêmio. Na lista de homenageados em 2007, a primeira edição, estão gente como Manoel da Conceição, líder sindical rural Antonio Campos, o médico e militante comunista William Moreira Lima; e a Sociedade Maranhense dos Direitos Humanos.
Na edição de 2008, o Prêmio foi entregue à deputada Helena Barros Heluy; ao jornalista Walter Rodrigues; à educadora popular e sindicalista Lindalva Barros; ao ex-vereador Ananias Neto; à líder comunista Maria Aragão(in memoriam) e à Associação de Saúde da Periferia(ASP).
Quem foi
Militante do movimento estudantil e secundarista, José Augusto Mochel também apoiou as lutas da resistência camponesa e lutou contra a ditadura militar. Foi importante figura no processo de redemocratização do país. Chegou a ser candidato a deputado federal em 1982. Faleceu prematuramente em março de 1988, em um acidente de carro.

Flávio diz que aceita conversar com Roseana sobre denúncias de corrupção e os 72 hospitais

O deputado federal Flávio Dino (PCdoB) reagiu com ironia ao recado enviado pela governadora Roseana Sarney de que “queria assim que puder conversar com ele”. A declaração emitida por Roseana aconteceu ontem (25), durante conversa com alguns jornalistas no Palácio dos Leões.
“Estou pronto a um diálogo com a governadora Roseana Sarney. Primeiro ponto de pauta: apuração de denúncias de corrupção e os 72 hospitais”, respondeu Flávio Dino em sua página no twitter.
O deputado cobra, em sua resposta, os 72 hospitais prometidos por Roseana na campanha eleitoral que seriam, de acordo com ela, concluídos até o final do ano. Faltam 35 dias para o prazo de entrega.
Flávio Dino disse ainda que vai propor a instituição de um Prêmio de Jornalismo para a melhor reportagem sobre os 72 novos hospitais do Maranhão.
“Enquanto alguns querem reduzir a política maranhense a fuxicos, quero debater assuntos sérios e de interesse do povo”, afirmou o comunista.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

"Alternativa"

Mulher "paga pra ver" e flagra marido saindo de motel com travesti

Michel Sousa

Um caso inusitado chamou a atenção dos agentes da Polícia Civil, no Plantão central da Rffsa (Avenida Beira-Mar – Centro) no início da manhã desta quinta-feira. Uma mulher registrou queixa contra o próprio companheiro por ele a ter ameaçado de morte, após ser flagrado saindo de um motel, no Centro Histórico de São Luís, acompanhado de um travesti.
A confusão começou quando a mulher recebeu uma ligação anônima, dizendo o local onde o marido estaria com “a amante”. Como já vinha desconfiando da infidelidade, a esposa foi até o local informado e esperou para dar o flagrante. Depois de algum tempo na espreita, ela se deparou com a cena que considerou “inimaginável”. Revoltada por ter sido trocada por um travesti, começou a brigar com o companheiro, que teria apenas respondido: “você não pode reclamar de nada. Ele é mais carinhoso que você. E te aviso que se contar isso para alguém, eu te mato”.
O caso será apurado pela polícia no decorrer dos próximos dias. O nome do casal não foi divulgado para preservar as identidades.
fonte: O Imparcial

O Estado deve fornecer medicação a portador de diabetes e pessoa com deficiência

Portador de diabete mellitus recorreu à Secretaria de Estado de Saúde para receber medicação, conforme prescrição médica. Mas a sua solicitação não foi atendida, e ele apelou ao judiciário, por não ter condição financeira de arcar com o pagamento das insulinas e dos materiais necessários para sua aplicação. O juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública de São Luís, Nonato Neris Ferreira, determinou que o Estado fornecesse os medicamentos.
O Estado recorreu ao Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) sob alegação de que o dever do Estado é garantir o direito a saúde reconhecido a todos, no sentido de organizar políticas públicas que visem combater ou prevenir a população da propagação de doenças. Com esse ponto de vista, defende ainda, que a saúde consiste, então, em um direito social referente a oferta de condições necessárias a campanhas de vacinação, por exemplo.
A 3ª Câmara Cível do TJMA manteve a decisão de 1º Grau que determinou o fornecimento dos medicamentos. O relator do processo foi o desembargador Lourival Serejo, que também deferiu na mesma sessão o fornecimento do medicamento Indebenoma a uma pessoa com deficiência.
FONTE:Da Ascom / TJ-MA

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

UFOLOGIA

Jornalista especializada em Ufologia tece comentários sobre o sensacionalismo na mídia

  Por Ricardo Alge/7cismo 

Imagem ilustrativa

De acordo com a jornalista Paolla Arnoni [Colaboradora assídua da Revista UFO], especialista em investigação do Fenômeno UFO, a cobertura dos principais casos ufológicos pela televisão brasileira é insatisfatória e preconceituosa. Paolla explica que "a Ufologia quando cai na imprensa, de forma não selecionada, vira chacota".

Segundo ela, mesmo considerando que a mídia não trate a Ufologia de forma séria, analisa que "com a liberação de documentos oficiais secretos por parte do Governo a tendência é que, cada vez mais, não só a televisão, mas a imprensa num geral, passem a dar mais atenção ao tema".

O cinema, assim como a TV, prejudica muito a imagem da pesquisa idônea nesta área, devido ao sensacionalismo criado. "A maioria dos filmes causa pânico, eles invadem, acabam com o planeta ou querem a Terra para eles", afirma. No entanto, apesar disso, a jornalista ainda aponta filmes que tratam o tema de uma maneira mais séria e explicativa. "Um exemplo clássico, é o filme Contatos Imediatos de Terceiro Grau, dos anos 70, que além de informar, de maneira, digamos, científica, passa uma imagem mais pacífica e honesta do assunto".

Além do citado acima, outro filme que fez muito sucesso foi Fogo no Céu, filme baseado em fatos reais que narra a história da possível abdução do americano Travis Walton. De acordo com a história, Walton, que era lenhador, foi abduzido por um objeto esférico luminoso no meio da mata. Cinco outros lenhadores, que eram amigos dele, teriam visto o ocorrido. Ele reapareceu cinco dias depois, alegando que tinha sido abduzido e estava numa nave com extraterrestres pequenos, de cabeça e olhos grandes.

Elza Soares diz à revista que vai posar nua em breve


Logo Terra 


 A cantora Elza Soares afirmou, em entrevista à Revista Quem, que posará nua em breve. "Fiz um ensaio sensual para um site, para o Carnaval, foi lindo. Conversei com o Bruno e ele disse que não se incomoda. Meus filhos também não, então, vou fazer um nu em breve", disse a cantora de 73 anos.
Foto: Roberto Filho / AgNews
A cantora afirmou que se precisasse, faria mais cirurgias plásticas | Foto: Roberto Filho / AgNews
Casada com Bruno Lucide, de 28 anos, desde 2009, Elza disse, bem-humorada, que se relaciona com homens mais jovens porque eles vão em cima dela. "Não tenho culpa de ser gostosa, né? Meu casamento com o Bruno está maravilhoso. Por incrível que pareça, ele vem a ser parente do meu primeiro marido", afirmou. Elza Soares casou-se quando tinha doze anos de idade, forçada pelo pai, antes de conhecer Garrincha.

Sobre Mané Garrincha, com quem viveu um romance por 15 anos, a cantora disse que quando o jogador de futebol, quando estava sóbrio, era a melhor pessoa para se conviver. "Ele era um cara muito ingênuo. Mas, às vezes, ingenuidade demais mata. Quando estava sóbrio, não tinha pessoa igual".

Elza Soares não se constrange em admitir que fez cirurgias plásticas e, se precisasse, disse que faria mais. "Se eu acordar de manhã, olhar no espelho e tiver um pedaço que eu não gosto, mando tirar", afirmou.

Respondendo perguntas feitas por internautas, a cantora comentou que todas as mulheres são prostitutas de vez em quando. "Muitas vezes, damos sem nem cobrar nada. Se vende até por um beijo. Eu seria aquela que ganharia dinheiro para sustentar meus filhos. Eu também poderia ser gay, porque me dou muito bem com gay. E olha para mim. Pareço um veado. Adoro", exclamou.

Mãe de nove filhos, Elza disse ainda que fica irritada quando perguntam a sua idade. "A vida são minutos, segundos. Porra, bicho, cada dia que passa tenho menos um. Aí tem essas pessoas que fala: 'ai que legal, hoje é meu aniversário'. Não faço festa de aniversário porque acho uma besteira", disse Elza, que se prepara para lançar seu décimo CD Arrepios.

Flávio Dino recebe prêmio como um dos melhores deputados da legislatura

Em uma noite que reuniu políticos, jornalistas e convidados no Porto Vittoria, em Brasília, nesta segunda-feira, o deputado federal Flávio Dino (PCdoB/MA), foi premiado como um dos melhores deputados da legislatura. O parlamentar maranhense foi o único deputado de primeiro mandato a configurar quatro vezes consecutivas na lista dos indicados ao Prêmio concebido pelo site Congresso em Foco especializado na cobertura política em Brasília. Na etapa preliminar do concurso, os parlamentares são indicados por jornalistas. Em seguida, é a vez de os internautas elegerem os premiados.
Além de receber a homenagem como um dos melhores deputados federais, Flávio Dino concorreu ao prêmio Destaque no Combate à Corrupção e também Destaque na Defesa da Democracia. “Fico feliz com a premiação a qual representa pra mim uma forma de eu prestar contas para a população do meu estado da minha atuação parlamentar”, afirmou. Ele disse, ainda, que dedica a honraria ao povo do Maranhão, e que a premiação é fruto de um trabalho coletivo de sua assessoria, do seu partido e da militância.
FONTE: Jornal Pequeno

Uema promove palestra sobre a Teoria da Relatividade

ampliar
imirante.com
 Com o objetivo de desmistificar e estimular o interesse sobre a Teoria da Relatividade, o professor doutor Axel Peter Winterhalder, do Departamento de Matemática e Informática da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), promove palestras intituladas "Introdução à Teoria da Relatividade Geral".
Nesta quinta-feira (25), será apresentada a palestra "Fundamentos da Teoria da Relatividade Restrita", em que o professor mostra as aplicações no dia a dia da teoria de Einstein, como por exemplo, o GPS e, ainda, diversas aplicações na Astrofísica e Cosmologia.
Aberto a estudantes, professores e o público em geral, a palestra ocorre no Laboratório de Matemática, localizado no prédio de Matemática e Física, no campus Paulo VI (Tirirical), a partir das 16h30.
fonte: Imirante, com informações da TV Mirante

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Marcio Baraldi lança seu novo álbum: Vapt e Vupt


crédito: Arquivo Marcio Baraldi
 
Baraldi dedica Vapt e Vupt a Jesus, Buda, Allan Kardec, Chico Chavier, Emmanuel e a todos que aceitaram a missão de anunciar um novo tempo

Marcio Baraldi, cartunista oficial das tiras ilustradas nas páginas da Revista UFO, é dono de uma das mais bem conceituadas e estruturadas carreiras do cartum no Brasil. Deu início em seu trabalho no movimento sindical CUTista, elaborando e esboçando inúmeras ilustrações. E foi com o convívio diário com a correria dos movimentos populares que decidiu criar os personagens Vapt e Vupt. São dois pássaros que tentam compreender as contradições do homem. Assim, as aves passam o seu tempo passeando por locais e situações como guerras, bombardeios, favelas, cemitérios, usinas nucleares, matadouros, centros urbanos, latifúndios desperdiçados etc, e se perguntam o porquê de tudo isso.

Para Baraldi, Vapt e Vupt representam a inocência dos animais, bem diferente das maldades do homem. Eles buscam resposta para o amadurecimento das pessoas e desejam descobrir quando a humanidade respeitará a si mesma e a Terra, estando pronta para viver perpetuamente em paz. Para obter tais respostas, os passarinhos buscam auxílio em alguns seres humanos como Sonia Rinaldi, pioneira na Transcomunicação Instrumental, e em espíritos avançados, como o de Chico Xavier.

Vapt e Vupt sempre confiam na esperança e no otimismo de um futuro glorioso e pacífico para a nós. É uma série definitivamente voltada para o futuro daTerra, e só poderia ser feita por um artista de visão progressista e futurista, como Marcio Baraldi, o cartunista do Terceiro Milênio!

crédito: Marcio Baraldi

São Luís recebe 5ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos

FONTE: Imirante

imirante.com
SÃO LUÍS - No próximo dia 29 de novembro, será exibido, em São Luís, o documentário "Perdão, Mister Fiel", de Jorge Oliveira, que mostra como morreram alguns jovens que se rebelaram contra a ditadura. O longa-metragem marca a abertura da 5ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul. São 41 títulos de curtas e longas-metragens que representam o Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.
Pela primeira vez em São Luís, a mostra é realizada, também, em outras 19 capitais brasileiras, sob a organização da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com produção da Cinemateca Brasileira e patrocínio da Petrobras, por meio da Lei Rouanet.
Na capital maranhense, o evento ocorrerá no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, na Praia Grande, de 29 de novembro a 5 de dezembro, com entrada franca.
Direitos Humanos
As obras que são apresentadas ao longo da mostra fazem referência a questões ligadas aos Direitos Humanos, produzidas recentemente nos países sul-americanos. Entre os temas abordados nas produções estão o direito à terra, ao trabalho, à inclusão social, à diversidade étnica, à diversidade religiosa, à memória, o direito das pessoas com deficiência, da cidadania LGBT, entre outros.
As obras mais votadas pelo público são contempladas com o Prêmio Aquisição TV Brasil nas categorias longa, média e curta-metragem. A programação tem curadoria do cineasta e curador Francisco Cesar Filho.
Veja a programação completa!
Mais informações podem ser acessadas no site www.cinedireitoshumanos.org.br.
 

OGX perfurará poço em Lima Campos em busca de gás

FONTE: O Estado 


imirante.com
 Após encontrar gás natural nos municípios de Capinzal do Norte (1º poço) e Santo Antônio dos Lopes (2º poço), a OGX se prepara agora para perfurar um terceiro poço, no município de Lima Campos, em busca de óleo e gás na Bacia do Parnaíba. Foi o que disse, ontem, em entrevista à radio Timbira, o diretor-geral da OGX, o geólogo Paulo Mendonça.
De acordo com Paulo Mendonça, até 2015 deverão ser perfurados 15 poços na Bacia do Parnaíba, onde a OGX possui sete blocos de exploração, abrangendo uma área de 21 mil km² em 39 municípios. “Estamos montando uma base para perfurar um terceiro poço, em Lima Campos. Em 2011, serão perfurados nove poços e mais três em 2012”, disse.
A OGX já está providenciando uma campanha de delimitação e desenvolvimento da produção. “Isso com o objetivo de antecipar a produção, que é o que interessa ao Estado, à OGX e a todos”, observou.
Em relação ao segundo poço em Santo Antônio dos Lopes, onde foi anunciada semana passada nova presença de gás natural na Bacia do Parnaíba, nos testes realizados, as chamas chegaram a 30 metros de altura, o dobro do verificado no poço de Capinzal do Norte.
Geração térmica
E justamente em Santo Antônio dos Lopes, a MPX, empresa do grupo EBX, do empresário Eike Batista, instalará, em parceria com a Petra, um complexo de geração térmica que terá como principal insumo o gás natural a ser produzido nos blocos da Bacia do Parnaíba. O empreendimento, que já obteve licença prévia para instalação, terá capacidade para gerar 1.863 MW de energia elétrica.
Paulo Mendonça reafirmou que potencial da Bacia do Parnaíba é estimado em 15 trilhões de pés cúbicos de gás, o que permitiria uma produção de 15 milhões de metros cúbicos/dia de gás natural. E se esse volume estimado de hidrocarboneto vier a mudar, será para cima.
Diante dos resultados já obtidos na Bacia do Parnaíba, o diretor-geral da OGX disse não ter dúvidas de que “estamos em cima de uma província de hidrocarbonetos poderosa”. Ele adiantou que em poucos anos se estará produzindo comercialmente os primeiros hidrocarbonetos na região.
Segundo Paulo Mendonça, o investimento da OGX na Bacia do Parnaíba, estimado entre 30 e 40 anos, trata-se de um projeto fundamental para o estado e para o país. “Não tenho dúvida de que se trata de um projeto estruturante tanto para o Maranhão quanto para o país”, avaliou.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

MUNDO

Homem com meia cabeça é preso nos Estados Unidos

Carlos Rodriguez foi preso nos EUA. Foto: Reprodução da Internet
Filadelfia (Estados Unidos) - Carlos Rodriguez, de 25 anos, foi preso na última semana pela polícia da Flórida, nos Estados Unidos, por posse de drogas, solicitação de prostituição e arrombamento de residência com intenção de roubo.

O problema de Carlos, no entanto, é que a parte da frente de sua cabeça é achatada. Assim, parece que o homem tem apenas "meia" cabeça.

Ninguém sabe o motivo do achatamento da cabeça e nem como Carlos conseguiu sobreviver até hoje.
Veja as fotos




Não se sabe o motivo do problema de Carlos e como ele sobreviveu até hoje. Foto: Reprodução da Internet

domingo, 21 de novembro de 2010

FACES DO PRECONCEITO

Intolerância faz vítimas, todos os dias, no país; homesexuais são alguns deles
FONTE: O Globo


  O Brasil de todas as raças, culturas e credos está intolerante. Negros, homossexuais, nordestinos, moradores de rua e religiosos são alvos constantes de preconceito. As agressões vão muito além da violência física: incluem de xingamentos a ataques na internet. Somente a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, com sede no Rio de Janeiro, registrou no estado, de janeiro de 2009 ao mês passado, 119 atendimentos que resultaram em 63 processos na Justiça. O grupo ainda acompanha dez casos em quatro estados.

Os números também são altos no Programa Rio Sem Homofobia, que recebeu, nos últimos 12 meses, cerca de 600 denúncias de agressões contra gays. No feriado prolongado da Proclamação da República, dois casos engrossaram as estatísticas de violência nacional. Um jovem de 19 anos foi agredido no Rio por militares do Exército e baleado . Ele havia participado de uma parada gay em Copacabana. Já em São Paulo, três jovens foram vítimas de um grupo de rapazes na Avenida Paulista. A polícia investiga se a causa foi homofobia.

- Houve sempre um falso discurso de que o Brasil era tolerante, uma democracia racial e religiosa. Mas também havia um mundo de invisíveis, que sofriam preconceito calados. Grupos passaram a se organizar e a lutar contra a intolerância e os casos começaram a ser divulgados - diz o sociólogo Paulo Baía, do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ.

Para Baía, o preconceito tende a crescer, em especial contra religiosos, por ser muito difundido por meio da Internet. Ele alerta para a perseguição promovida por igrejas neopentecostais fundamentalistas que, em sua visão, representa um risco à liberdade religiosa. Segundo o pesquisador, os fiéis miram nas religiões católica e de matriz africana, como o candomblé.

- Os fundamentalistas difundem que só a religião deles é boa. Eles satanizam as demais e propagam a intolerância.

UFOLOGIA

Terrícolas em busca de respostas: onde se encontram os UFOs legítimos

Por Eduardo Albariza - Tradução e adaptação: Paulo Poian 
A humanidade sempre contemplou o céu com fascinação. Desses primórdios vieram grande parte das especulações filosóficas, os mitos, crenças, mas principalmente uma infinidade de perguntas sobre fenômenos mais concretos, como os meteoritos, a chuva e o granizo. Do céu também chegaram certas teorias, como vincular o espaço aos objetos voadores não identificados, mais conhecidos por UFOs.

Há quem ache que UFOs são sempre naves extraterrestres. Isso seria divertido ou perigoso, porém, em qualquer caso, apaixonante. Mas é necessário provar. Também há quem diga ter viajado em uma destas naves, sendo capaz de definir com detalhes seu interior, os controles, as alavancas, o painel de comando e supostamente aos seus tripulantes.

Contudo, um UFO [Unidentified Flying Object] segue sendo singelamente isto: um objeto voador não identificado, algo que se resiste a ser definido com certeza, desde uma sacola de plástico ao léu da brisa, ou uma ave em ação - captada por câmeras e parecendo outra coisa -, até equívocos, embustes e fraudes das mais variadas.

Igualmente, pode se tratar de algum curioso fenômeno atmosférico ou - obviamente também é uma possibilidade - uma nave extraterrestre. Afinal de contas, há mais estrelas no universo que grãos de areia em nosso planeta.

Com o propósito de jogar um pouco mais de luz sobre este assunto na América do Sul, ocorreu nos dias 12 e 13 de novembro um prestigiado e respeitado evento, o I Congresso Internacional de Pesquisa de Fenômenos Aeroespaciais e Terrestres (Ciifat 2010), no Clube da Força Aérea Uruguaia em Montevidéu, reunindo especialistas, pesquisadores e sociedade sobre a discussão da presença e gravidade do Fenômeno UFO.

Organizado pelo Centro Regional Investigador de Fenômenos Aeroespaciais e Terrestres (Crifat) e a Comissão Receptadora e Investigadora de Denúncias de Objetos Voadores Não Identificados (Cridovni), contou com a participação, além do Uruguai, da Argentina, Brasil, Chile e Perú. "Fizemos questão que o encontro fosse o mais aberto possível", disse o coronel Ariel Sánchez, responsável pela Cridovni, departamento oficial criado em 07 de agosto de 1979 pela própria Força Aérea do Uruguai (FAU).

Sánchez deixou bem claro que sua forma de abordar o tema é científica. E a decepção, ao menos para os fantasiosos, pode ser grande. "Até o momento", comentou o coronel, "não encontramos evidência definitiva de encontros extraterrestres". Até hoje, seu escritório recebeu mais de 2.000 denúncias de objetos voadores não identificados.

Cidadãos podem chamar por telefone e relatarem ter visto algo. Às vezes, a denúncia apoia-se em uma foto ou vídeo. Sem ir muito longe, quando a caravana da seleção uruguaia ia pela Avenida del Libertador, no meio da multidão alegre e os festejos graças ao quarto lugar atingido no Mundial de Futebol da África do Sul, um aficcionado fotografou um objeto escuro e semicircular recortado contra o céu. Durante alguns dias, foi um UFO, depois de um estudo regular, terminou sendo uma bexiga desinflada de um vendedor de balões. A imagem é um tanto patética. 
crédito: El País
O pseudo UFO, amplamente divulgado no mês de julho
O pseudo UFO, amplamente divulgado no mês de julho
 Ufologia Oficial e preparada

"Ao longo desses anos temos presenciado pilotos militares, civis e gente relacionada à Aeronáutica, como controladores de vôo e radares, denunciando diferentes manifestações de origem ufológica. Isto é, existe um Fenômeno UFO legítimo, chamando de uma maneira convencional, que se produz no espaço aéreo e, inclusive, pode deixar variações químicas no terreno, mas não temos resposta", precisou Sánchez.

Um radar detecta uma aeronave repleta de armas ou narcóticos, mas também um objeto estranho que não corresponda a coordenadas conhecidas. A cada ocorrência, implica estudar e decantar variáveis. A maioria dos casos não possui mistério ou vericidade, seja pela saúde mental do denunciante ou porque se trata de um objeto reconhecível perante análise imediata.

"Além do mais, hoje em dia existem muitas possibilidades de trucagens e engodos", esclarece Sánchez. "Porém, se após uma profusa investigação o caso siga revestindo estranheza, é necessário segui-lo e, para isso, mover pessoal e recursos".

Há pouco tempo, ele foi até a cidade de Colônia del Sacramento, devido à possível ocorrência de um UFO. Ao final, não era nada, somente luzes de outros aviões, luzes de outros aeroportos, mas nada extraterrestre. O trabalho do "controlador aéreo do não identificável" consiste nisso: checar, checar e checar.

Segundo Sánchez, houve três encontros emblemáticos que bem poderiam pertencer à série Arquivos X. Um deles ocorreu em 25 de setembro de 1975 e corresponde a um Fokker da FAU. O avião vinha do Paraguai, a uma altura de 4.300m e velocidade cruzeiro de 450Km/h, com umas vinte pessoas. Em determinado momento, foi acompanhado por uma luz brilhante que ascendeu a uma velocidade vertiginosa. Todos os passageiros viram e inclusive foi fotografado. "O fenômeno também ocasionou um considerável reaquecimento na cabine", disse Sánchez.

Os pilotos reportaram e, do controle de tráfego em terra, disseram que não havia nenhum outro trânsito aéreo na zona. Ante algo assim, até o mais cético fica malhado. O que era essa coisa? Não se sabe. Semelhante velocidade pode ser tecnologia norte-americana, russa, chinesa? Alienígena? Não se sabe, ainda que soe improvável.

"Até o momento, só pode ser dito que é um objeto voador não identificado, e vivamos com isso. Para além deste ponto, cientificamente, ainda não é possível ultrapassar", discorreu o coronel.

O segundo caso refere-se a um avião de passageiros da empresa Pluna, que regressava de Buenos Airess, sem clientes, em 01 de março de 1979. Só estavam os dois pilotos e duas aeromoças. À altura de Colônia, no Rio da Prata, uma luz brilhante decidiu acompanhar o vôo na mesma velocidade. Os pilotos perguntaram à torre de controle se tinha alguma nave não reportada em vôo, mas lhes indicaram que não. 
crédito: Arquivo UFO
Panorama interno do Clube da Força Aérea Uruguaia
Panorama interno do Clube da Força Aérea Uruguaia
 O UFO acompanhou ao avião durante 45 minutos. Quando a aeronave teve que descer no aeroporto de Carrasco, os pilotos se comunicaram com a torre de controle e solicitaram sobrevoar a pista à 300m antes de aterrissar, com a intenção de que a luz pudesse ser detectada em solo.

E, efetivamente, foi percebida por outras testemunhas do aeroporto, possuindo "forma elíptica e a luminosidade do mercurio". No entanto, o mais interessante é que um dos pilotos, quando já estava em terra e se dirigia para sua casa, de automóvel, viu a luz no horizonte, suspendida, para depois desaparecer a uma grande velocidade. 

O terceiro caso foi em 1986, quando dois aviões Pucará - cada um com dois pilotos - detectaram um objeto circular com luz amarela radiante sobre a represa do Rincón del Bonete. Quando tentaram persegui-lo, a coloração do UFO virou para laranja, depois tendeu para o vermelho e saiu disparado, sob velocidade vertiginosa.

O UFO também foi visto por pessoas que trabalhavam na central hidroelétrica. Imediatamente ocorreu uma falha na represa e, como conseqüência, provocou um grande apagão em Montevideu. Pode ter sido casualidade, ou não.

Brasil também teve seu sistema oficial de investigação
 
crédito: Arquivo UFO
Coronel Sánchez durante apresentação
Coronel Sánchez durante apresentação
 Portanto, no vizinho Uruguai, membros da Cridodvni estão sempre de plantão para qualquer acontecimento com UFOs. Aplicam à exaustão o método de investigação científica, que, inclusive, já exportaram para outros países, como o Peru, onde a Oficina de Investigações de Fenômenos Aéreos Anômalos (OIFAA) os aplica. São um dos poucos grupos ufológicos oficiais do planeta Terra, cuja existência se conhece abertamente.

"Está sendo uma emoção muito grande saber como funciona esta estrutura. E pensar que o Brasil fez isso num nível idêntico em 1969, com o Sistema de Investigação de Objetos Aéreos Não Identificados (Sioani), em São Paulo!", exclamou A. J. Gevaerd, ufólogo e editor da Revista UFO, que esteve presente no I Ciifat representando a Ufologia Brasileira e entrevistou com exclusividade o coronel Ariel Sanchez.
O Sioani era exatamente como o Cridovni, mas surgiu anteriormente - 10 anos antes - e era muito maior, evidentemente devido ao tamanho continental de nosso país. Arquivos do Sioani podem ser baixados no Portal da Ufologia Brasileira, no endereço: http://www.ufo.com.br/documentos/novos/. Organograma e detalhamento da Central de Investigação de Objetos Aéreos Não Identificados (Cioani) também estão disponíveis.
fonte: Portal da Ufologia Brasileira

sábado, 20 de novembro de 2010

UFO surge novamente e atemoriza populares no Ceará

Por Paulo R. Poian
Após alguns dias aparentemente tranqüilos no Estado, através do funcionário público e radialista Carlos Silva, de Sobral (CE), ficamos sabendo sobre uma nova e preocupante ocorrência ufológica naquela região. "No último dia 14 de novembro, moradores da localidade de Logradouro, comunidade situada a 10km da sede do distrito de Aracatiaçu e distante cerca de 74km da sede do município de Sobral, foram perseguidos por uma intensa luz, que sobrevoou o céu da localidade por aproximadamente seis horas, aterrorizando várias pessoas", descreveu...LEIA MATÉRIA COMPLETA NA PÁGINA UFOLOGIA

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

A imprensa e a ufologia - Ataque em verde e amarelo

Por Paolla Arnoni 
Com a onda de invasões ocorrendo pelo mundo, o Brasil não poderia ficar de lado. Em 22 de novembro de 1954 em Caratinga, Minas Gerais, uma estação de rádio transmitiu em detalhes uma invasão alienígena. O detalhamento dos “marcianos”, suas naves e armas causaram pânico em todos os ouvintes. A notícia não se limitou, jornais da capital mineira enviaram seus repórteres à Caratinga para cobrir a suposta invasão alienígena. Não satisfeito, o radiotelegrafista pediu – com conotação apelativa e insistente - que as Forças Armadas fossem enviadas ao local. O Ministério da Aeronáutica, sob comando de um coronel, enviou um avião com seus acessórios para defesa e ataque. A notícia foi retransmitida ao estado do Rio de Janeiro, o que fez a situação se alarmar ainda mais, porque mais pessoas acreditaram no caos gerado supostamente por seres de outro planeta. O telefone da redação do jornal de Belo Horizonte não parava de tocar com ouvintes solicitando mais informações sobre o suposto ataque.
No momento em que a imprensa carioca começaria a documentar o suposto ataque, uma chamada desmente o ocorrido:

Aqui não desceu disco nenhum, cidade na mais perfeita calma. (Jornal Última Hora, 1954)
 
Pouco depois desta notícia, a cidade voltou ao seu estado normal, as pessoas retornaram seus afazeres e o avião enviado pela FAB regressou. Os jornais da época afirmaram que esse “trote” não passou de uma brincadeira de mau gosto provocada pelo locutor, pois ele achava a cidade extremamente monótona. A revolta dos cidadãos e do diretor regional do departamento dos correios e telégrafos (DCT) resultou na abertura de um inquérito para a devida apuração do caso. Inspirado na catástrofe de Orson Welles, o profissional narrou a hipótese de um ataque para o aumento da audiência de sua rádio.

Anos mais tarde, em 30 de outubro de 1971, em São Luís do Maranhão, a Rádio Difusora - líder de audiência - comemorava seu oitavo aniversário. Em meio à programação, o radialista anuncia a entrevista com um astrônomo do observatório nacional, que estava em solo maranhense, para investigar vestígios de um disco voador que teria pousado próximo à capital. Minutos depois a rádio informa que um cientista presenciara uma série de explosões na superfície de Marte em direção ao planeta Terra. Esta notícia, dada em meio ao terror dos ouvintes, contribuiu para crer na veracidade da invasão. Com o intuito de atrair mais anunciantes e aumentar sua audiência, os diretores da radio planejam essa estratégia, e para que não houvesse um transtorno de fuga na região divulgam que a nave pousara na entrada da cidade e que uma equipe de reportagem foi desintegrada pelos seres extraterrestres. Informa ainda que o Exército Brasileiro aguarda ordens expressas da Força Aérea para controlar a situação. É cada vez mais dramático o cenário da cidade. O pânico surge depois de informar que houve uma queda de uma esfera brilhante de 20 metros de diâmetro e a aproximação de uma nuvem negra à capital, e que o mesmo estaria acontecendo em solo carioca.

As conseqüências tomam proporções tamanhas que a rádio sai imediatamente do ar por consenso de Juízes Federais, Procurador da Justiça Estadual e Delegado da Polícia Federal. Medidas mais severas não foram tomadas porque os líderes da rádio editaram a gravação da invasão acrescendo um trecho que afirmava ser uma ficção inspirada em Orson Welles, mesmo com essa medida falsa, o Comandante do 24º Batalhão de São Luís obriga aos locutores a cada meia hora a veicular uma nota de esclarecimento para tranqüilizar a população.

A dita preocupação do roteirista em não causar pânico entre os cidadãos e os órgãos governamentais não convence, até um esquadrilha da FAB (Força Aérea Brasileira) de Belém sobrevoou a região de São Luiz e no final da transmissão do programa de rádio recebeu ordens expressas de ignorar seu destino e retornar à base. Já entre os civis, os casos mais graves foram de algumas pessoas feridas devido ao caos e à invasão da emissora por telespectadores revoltados com a transmissão.  Em meio à confusão algumas pessoas ameaçaram cometer atentados à bala contra a emissora e seus proprietários.

Este caso mistura elementos inexistentes de outras farsas jornalísticas com relação ao fenômeno UFO. Ocorre durante o auge da ditadura militar, ou seja, uma farsa dessas ultrapassa as medidas de censura e o caso acontece durante o período em que a Guerra Fria se acirra entre Estados Unidos e a extinta URSS.

A influência que os meios de comunicação têm sobre as massas é capaz de alterar todo um cenário social em pouco tempo. Cidadãos brasileiros foram bombardeados com informações levianas sobre ataques alienígenas, o que gerou pânico, transtornos, medidas rígidas e pessoas aflitas. O impacto social é muito expressivo quando os veículos de comunicação agem de forma imprudente, somente para conquistar lucro e audiência. A falta de credulidade e sensacionalismo da sociedade moderna com o fenômeno UFO é notória. 

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

PF visga novo escândalo no Maranhão: número de pescadores que recebe o Seguro Defeso no Maranhão dobrou para 90 mil





A Polícia Federal do Maranhão acaba de constatar que os números de pescadores no Maranhão que recebem o Seguro Defeso, uma espécie de bolsa do governo federal dada durante o período da piracema (época da reprodução dos peixes em que é proibido pescar comercialmente), dobrou de 45.000 para 90.000 de forma bastante estranha.
Diversas colônias, que fazem o cadastramento dos novos “pescadores” estão sendo investigadas e, com o auxílio de órgãos do Ministério do Trabalho, ficou constatado também que boa parte dos beneficiados sequer diferencia um anzol da isca, sendo a maioria políticos, comerciantes, empresários, esposas, filhos, irmãos e até empregadas domésticas.
O esquema serviu para garantir a reeleição do deputado federal Cléber Verde que obteve neste pleito 126 mil votos e quadruplicou os números de votos dados agora ao deputado estadual eleito, Edson Araújo, que obteve 47.914, e na eleição de 2006 chegou a pouco mais de 12 mil votos. Edson Araújo é engenheiro de pesca e presidente da Federação dos Pescadores no nosso estado. Os dois tiveram eleição casada.
O Ministério do Trabalho no Maranhão tomou como medida nesta semana limitar o número de pescadores por colônia, estabelecendo uma cota máxima de 1.500 para cada entidade. Existem municípios em que as colônias estão com mais de 3 mil pescadores, que recebem durante quatro meses (período da piracema) R$ 2.040,00 cada, sem contar com os benefícios dados para as “pescadoras” durante a após a gestação, que ultrapassam a R$ 4 mil. Tudo verba federal.
O primeiro no Maranhão a denunciar a falcatrua, ontem o blog postou mais informações a respeito. Em Pindaré-Mirim, o esquema favoreceu a candidatos e ainda ajudou a aumentar o patrimônio pessoal do presidente da Colônia de Pescadores.
A PF e agentes da Superintendência do Trabalho estiveram ontem no local e descobriram que lá existem mais de três mil pescadores, sendo que a maioria fora cadastrada nos últimos seis meses. Boa parte fantasmas.
Os pescadores deram entrada no recebimento desse seguro-desemprego, mas estão impossibilitados de receber porque está sendo feito um novo recadastramento.
Na cidade de Bacabeira, significativa parte dos trabalhadores está se lixando para a Refinaria Premiu porque tem garantido seu ganha pão.
O número também se revelou excessivo com o cadastramento espantoso nos últimos meses que antecederam a eleição de outubro.
O presidente da Colônia de Pescadores de Bacabeira é também o presidente da Câmara de Vereadores daquele município, assim como sua esposa e parentes fazem parte do benefício federal.
Em Lago Açu, a atual prefeita foi eleita em 2008 pelo esquema do Seguro Defeso. Aumentaram as carteiras para 3.050. A PF já constatou a fraude e as investigações prosseguem.
Em Paço do Lumiar, o ex-presidente da colônia, mais conhecido como cachorro, é vereador pelo povoado de Pau Deitado e para se eleger dobrou os números dos bolsistas e ainda colocou sua esposa para dirigir a entidade. Agora em 2010, tratou de cadastrar novos pescadores fantasma.
Na cidade de Bacabal, a Colônia de Pescadores z-30 foi acusada de ficar com o dinheiro dos pescadores mais antigos cadastrados. A senhora Sarayma Lima de Sousa, no dia 8 de setembro, registrou queixa na delegacia por estelionato.
Ele foi aconselhado a entregar em maio deste ano o seu Cartão do Cidadão, que lhe permite receber o benefício, e só teve de volta no início de setembro. Dos R$ 2.040,00 a que teve direito, recebeu apenas dos dirigentes da entidade R$ 580,00.
O Ministério Público da Comarca iniciou investigações, mas lamentavelmente caíram no esquecimento.
FONTE: Blog do Luis Cardoso

Figuras rupestres esculpidas em rochas no fundo do Rio Negro

A seca que fez baixar o nível dos rios no Amazonas permitiu a descoberta, interessantíssima para a arqueologia. Gravuras rupestres de rostos foram encontradas em rochas que estavam submersas numa das margens do Rio Negro, próximo ao encontro com as águas do Solimões, em Manaus...leia matéria completa na página UFOLOGIA

4ª Feira do Livro entra no ritmo dos blocos tradicionais

Diretores, figurinistas, figurantes, aderecistas, compositores, intérpretes e ritmistas dos blocos tradicionais participam de uma ‘Roda de Conversa’, nesta sexta-feira, 19, às 18h, no auditório Maria Aragão, na 4ª Feira do Livro. O encontro é aberto ao público.
Entre os convidados, nomes de peso da história dos blocos como Chico Carvalho, José Raimundo Gonçalves, Brasa Santana, Josemar Rangel, Carlos Lima, Coqueiro da Vila, Antônio Fernando, Olegário Gama, Goiabeira, Francisco Pinheiro, Enoque Silva, Paulinho Saulaia e William Corrêa.
Os visitantes da Feira do Livro também terão a oportunidade de visitar o stand do bloco tradicional, instalado na praça, onde os visitantes vão encontrar uma diversificada exposição de fantasias, CDs, camisas e o DVD dos desfiles dos blocos tradicionais dos grupos ‘A’ e ‘B’ do carnaval de 2010. A meta dos organizadores é promover um novo olhar sobre a manifestação, focado no marketing cultural, na valorização do turismo e no redimensionamento da brincadeira.
O bloco tradicional, uma rica manifestação do carnaval maranhense, está em fase de pesquisa e estudo por parte da equipe do Inventário Nacional de Referência Cultural (INRC), sob a coordenação da pesquisadora Maria Michol Carvalho. Após o inventário e conclusão do dossiê, o próximo passo é viabilizar, junto ao Iphan, o seu reconhecimento como bem imaterial do Brasil.

Rede Estadual deve tratar dislexia e hiperatividade

Waldirene Oliveira
FONTE: Agência Assembleia

A Assembleia Legislativa aprovou esta semana, em primeiro turno, o projeto de lei que estabelece medidas para a identificação e tratamento da Dislexia e Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) nas redes estadual e privada de educação. De autoria do deputado Joaquim Haickel (PMDB), a matéria objetiva a detecção precoce e acompanhamento dos estudantes com esses distúrbios.
De acordo com o projeto, o Estado garantirá a realização de exames e avaliações neuropsicológicas nos alunos matriculados no 1º ano do ensino fundamental e de qualquer série admitidos por transferência de outras escolas que não pertençam às redes pública e privada do estado. E manterá a permanente capacitação dos educadores para que eles possam identificar os sinais de dislexia e TDAH nos estudantes.
Pela proposta, caberá à Secretaria de Estado da Educação (Seduc) firmar parceria com a rede privada para a oferta de cursos de capacitação e treinamento, além da composição de uma equipe multidisciplinar de apoio para a realização do diagnóstico e para reintegração desses alunos.
O projeto prevê que, no ato da matrícula, pais e alunos deverão ser entrevistados para que a escola tenha maior possibilidade de identificar precocemente algum transtorno de aprendizagem. Outra medida contida no texto aprovado pela Assembléia é a forma de avaliação do estudante, associando o teste escrito ao oral, e quando necessário utilizar avaliação desses estudantes diferenciada do restante da turma, em maior tempo.
A proposta ainda será votada em segundo turno, o que deve ocorrer na próxima semana.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Prosseguem relatos e avistamentos em comunidades do Pará

Por Marcio Souza Cruz
 "Existem mais coisas no céu e na Terra, Horácio, que a tua filosofia jamais sonhou". A frase, presente na peça original Hamlet, obra atribuída ao escritor inglês William Shakespeare, é repetida - erradamente, é verdade -, há séculos pelo mundo. Mas é usada eventualmente quando fenômenos inexplicáveis e intrigantes são presenciados por alguém ou, em alguns casos, por várias pessoas... LEIA MATÉRIA COMPLETA NA PÁGINA UFOLOGIA.

sábado, 13 de novembro de 2010

Um paralelismo entre Einstein e a teoria ufológica

 Por Patricio Parente - Tradução e adaptação: Paulo Poian
 
A história conta a respeito de um físico alemão que, após muito esforço e perseverança, desembocou em uma teoria, chamada "da relatividade". O que tinha de grandiosa?... VEJA A RESPOSTA NA PÁGINA UFOLOGIA

Fios de alta tensão caem e jovem morre eletrocutada em Santa Inês

Um acidente provocado por uma placa de propaganda que caiu sobre da fiação elétrica matou eletrocutada uma mulher em Santa Inês. O fato aconteceu na noite de segunda-feira. Técnicos da Cemar precisaram ser chamados para auxiliar na retirada do corpo de Fabiana Almeida da Silva, de 23 anos, moradora da Rua Nunes Freire, no bairro do Angelim. Ela morreu quando passava pela Avenida Castelo Branco.
Devido o forte vento de uma chuva no dia do acidente, parte de uma placa de propaganda de uma revenda de veículos usados, caiu sobre os fios da rede de alta tensão. Fabiana passava pelo local no momento acidente, atravessando a rua que estava alagada,. Parte dos fios derrubados pela placa estava dentro da água. Fabiana recebeu uma forte descarga elétrica e teve morte imediata.A população tentou entrar em contato com a Cemar para que fosse desligada a energia e pudesse se aproximar da vítima.
A placa da empresa foi fixada próximo aos fios. Existe uma lei que determina construção ou fixação de placas somente a pelo menos um metro e meio de distância dos fios de alta tensão, o que não é obedecido por grande parte das construções na cidade.Equipes da Polícia Militar e do Hospital Municipal Tomás Martins estiveram no local para prestar socorro, mas só conseguiram retirar o corpo de Fabiana uma hora após o ocorrido quando só então a Cemar chegou ao local. Revoltados com o caso, a família já prestou queixa na Polícia Civil e vai entrar com processos contra a Cemar e a empresa dona da placa de propaganda que caiu sobre a fiação.
Nota

A CEMAR lamenta profundamente o acidente ocorrido nesta segunda-feira (01), em Santa Inês e informa que já iniciou os trabalhos de inspeção para identificar as causas do mesmo.
No levantamento preliminar, identificou-se que os fortes ventos que ocorreram no início da noite arremessaram uma placa publicitária e parte da fachada de uma Revendedora de Veículos sobre a rede de energia elétrica de baixa tensão causando o acidente.
Qualquer conclusão nesse momento será precipitada, uma vez que há a necessidade de uma perícia técnica que deverá ser realizada pelo ICRIM ou Corpo de Bombeiros
FONTE: O IMPARCIAL

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Em discurso na Câmara, Flávio Dino apresenta desafios para o governo Dilma

Ao ocupar a tribuna da Câmara na tarde desta quinta-feira, o deputado federal Flávio Dino disse que seu partido o PCdoB “considera fundamental administrar as flutuações de câmbio com a finalidade de alcançar uma taxa capaz de evitar a chamada desindustrialização”.Na opinião do parlamentar maranhense, enfrentar a guerra cambial deverá ser uma das prioridades do governo de Dilma Roussef.
Entre outras medidas, o deputado defendeu o estabelecimento de limites para a entrada e saída de dólares do país, além da redução da taxa de juros a patamares similares ou médios dos demais países emergentes. São medidas essenciais para evitar que o Brasil acabe sendo um atrativo especial para o capital especulativo.
“Sustentamos que é necessário incentivar o uso de outras moedas que não o dólar nas relações comerciais, assim como defendemos que o fundo soberano do Brasil seja utilizado contra a volatilidade cambial”, afirmou.
Segundo ele, o enfrentamento da guerra cambial está entre as prioridades programáticas, políticas e administrativas defendidas pelo partido neste momento de transição entre os governos Lula e Dilma.
Flávio Dino disse, ainda, que outra prioridade defendida pelo seu partido e classificada por ele de programática diz respeito à conclusão da votação do marco legal do pré-sal tal como foi aprovado na Câmara dos Deputados, já que no Senado houve alterações. O parlamentar desatacou ser necessário concluir a votação dessa matéria ainda neste ano “pela importância que tem para o ciclo de crescimento econômico com distribuição de riqueza”.
O parlamentar enfatizou ainda que o próximo governo deverá dar continuidade à política de aumento real do salário mínimo, bem como discutir a redução da jornada de trabalho para 40h. Flávio entende que para que haja desenvolvimento para todos, é necessário que haja distribuição de riqueza. “É impossível distribuir riqueza sem a valorização do trabalho humano”, pontuou.
Na opinião de Flávio Dino, o novo governo também deverá dar atenção especial para as áreas da saúde e da segurança pública, adotando medidas emergenciais, quando necessário, e planejando imediatamente medidas futuras. O parlamentar voltou a defender a necessidade do término da votação da PEC n° 300 considerada por ele de “grande relevância para os profissionais da segurança pública”. Flávio concluiu o seu discurso defendendo que o governo Dilma seja apoiado na força do povo e que de fato transforme a esperança em realidade
FONTE: Jornal Pequeno

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Cultura e arte no Judiciário maranhense com o projeto ESMAM

No dia 12 de novembro, às 18h, o auditório da Escola Superior da Magistratura do Estado do Maranhão (ESMAM) vai dar lugar à mistura de linguagens artísticas, com recitais, música, exposição e teatro, na terceira edição do projeto ESMAM Cultural. A programação aproveita para comemorar os 24 anos de fundação da Escola da Magistratura maranhense.
Com o objetivo de propor um espaço destinado à arte e cultura, no Judiciário, o ESMAM Cultural, que teve sua primeira edição em novembro de 2009, tem conseguido alcançar diferentes públicos e reunir a multiplicidade de expressões artísticas que agregam valor à formação dos magistrados e servidores do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). A programação elaborada para esta edição põe o foco na linguagem teatral, mas não deixa de retratar o universo da arte.
A qualidade musical ficará a cargo do som do grupo de chorinho Chorando Calado, a magia das letras com o recital poético “Os espelhos de Gullar”, a sensibilidade da pintura em tela na exposição do artista plástico maranhense Antônio Póvoas, o espetáculo “Amor com amor se paga”, com o Grupo teatral Improviso e a revelação dos dotes artísticos de servidores e magistrados com a Mostra de Talentos.

Novidade

A ESMAM preparou prévias irreverentes que surpreenderam servidores e magistrados nos setores, divisões e varas, com um convite especial, demonstrando o perfil desse espaço cultural projetado para o Judiciário: a promoção da arte, sem censura. O chamado aos magistrados e servidores do Judiciário estadual se estende, inclusive, aos cidadãos usuários dos serviços da Justiça, que sentem a carência de espaços de promoção de arte e cultura.

Flávio Dino defende apuração de causas de motim em Pedrinhas

Do Portal Vermelho


O deputado federal Flávio Dino (PCdoB-MA) requereu, junto à comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados que acompanhe a apuração das causas da morte de 18 pessoas durante uma rebelião no Presídio São Luís, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas...leia matéria completa na página politica

Tiririca soube ler e escrever em teste, diz presidente do TRE-SP

Simone Sartori

Direto de São Paulo


O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), o desembargador Walter de Almeida Guilherme, afirmou que o deputado eleito Tiririca leu e escreveu durante teste realizado nesta manhã. Candidato a deputado mais votado em todo o País, com 1,3 milhão de votos, Tiririca é alvo de uma ação penal aberta para investigar se houve falsificação em sua declaração de escolaridade. A audiência segue nesta tarde com depoimento de quatro testemunhas de defesa e duas de acusação.
O magistrado explicou que Tiririca passou por um ditado com um trecho de um parágrafo recolhido do livro Justiça Eleitoral: Uma Retrospectiva, edição de 2005, página 51. "A promulgação do Código Eleitoral, em fevereiro de 1932, trazendo como grandes novidades a criação da Justiça Eleitoral", escreveu Tiririca, segundo o TRE.
Ele também foi submetido a um teste de leitura e interpretação com manchetes do Jornal da Tarde como "Procon manda fechar loja que vende produto vencido" e "O tributo final a Senna".
Questionado se o deputado eleito obteve sucesso no teste, o desembargador disse apenas que "ele soube escrever". Quanto ao teste de leitura, declarou que "ele deu conta de ler". Sobre a decisão da aprovação ou não do deputado eleito no teste, ele preferiu não comentar, já que ela cabe ao juiz responsável.
Recusa de Tiririca
Segundo o desembargador, Tiririca se recusou a fazer uma perícia técnica que comprovaria condições de sua alfabetização, o que é permitido por lei, já que não há a obrigatoriedade nessa prova.
O presidente do TRE-SP explicou ainda porque a Justiça pediu provas da alfabetização de Tiririca somente após as eleições. Para ele, a Justiça Eleitoral não constatou nada que deferisse a candidatura dele antes do registro. Por isso, somente depois que surgiram as denúncias, que houve a necessidade de apurá-las.
Guilherme disse também que tudo indica que Tiririca deva ser diplomado em dezembro. Mas, caso fique provado que ele é analfabeto, ele pode ser impugnado. Mas ainda há dúvida jurídica sobre isso. Segundo o desembargador, são duas ações no processo (ação criminal de falsidade ideológica e outra sobre registro da candidatura). Se ficar comprovado que ele é analfabeto, o processo vai para o Supremo Tribunal Federal.
Em sua defesa, Tiririca alegou que teve a ajuda de sua mulher para fazer a declaração de próprio punho entregue à Justiça Eleitoral ao registrar a candidatura. O humorista afirmou sofrer de problemas motores que o impedem de segurar uma caneta com firmeza. O Ministério Público Eleitoral (MPE) consultou peritos, que apontaram "artificialismo gráfico" no documento.

FONTE: Terra

Calem a boca, nordestinos!

Por José Barbosa Junior



A eleição de Dilma Rousseff trouxe à tona, entre muitas outras coisas, o que há de pior no Brasil em relação aos preconceitos. Sejam eles religiosos, partidários, regionais, foram lançados à luz de maneira violenta, sádica e contraditória.
Já escrevi sobre os preconceitos religiosos em outros textos e a cada dia me envergonho mais do povo que se diz evangélico (do qual faço parte) e dos pilantras profissionais de púlpito, como Silas Malafaia, Renê Terra Nova e outros, que se venderam de forma absurda aos seus candidatos. E que fique bem claro: não os cito por terem apoiado o Serra… outros pastores se venderam vergonhosamente para apoiarem a candidata petista. A luta pelo poder ainda é a maior no meio do baixo-evangelicismo brasileiro.
Mas o que me motivou a escrever este texto foi a celeuma causada na internet, que extrapolou a rede mundial de computadores, pelas declarações da paulista, estudante de Direito, Mayara Petruso, alavancada por uma declaração no twitter: “Nordestino não é gente. Faça um favor a SP, mate um nordestino afogado!”.
Infelizmente, Mayara não foi a única. Vários outros “brasileiros” também passaram a agredir os nordestinos, revoltados com o resultado final das eleições, que elegeu a primeira mulher presidentE ou presidentA (sim, fui corrigido por muitos e convencido pelos “amigos” Houaiss e Aurélio) do nosso país.
E fiquei a pensar nas verdades ditas por estes jovens, tão emocionados em suas declarações contra os nordestinos. Eles têm razão!
Os nordestinos devem ficar quietos! Cale a boca, povo do Nordeste!
Que coisas boas vocês têm pra oferecer ao resto do país?
Ou vocês pensam que são os bons só porque deram à literatura brasileira nomes como o do alagoano Graciliano Ramos, dos paraibanos José Lins do Rego e Ariano Suassuna, dos pernambucanos João Cabral de Melo Neto e Manuel Bandeira, ou então dos cearenses José de Alencar e a maravilhosa Rachel de Queiroz?
Só porque o Maranhão nos deu Gonçalves Dias, Aluisio Azevedo, Arthur Azevedo, Ferreira Gullar, José Louzeiro e Josué Montello, e o Ceará nos presenteou com José de Alencar e Patativa do Assaré e a Bahia em seus encantos nos deu como herança Jorge Amado, vocês pensam que podem tudo?
Isso sem falar no humor brasileiro, de quem sugamos de vocês os talentos do genial Chico Anysio, do eterno trapalhão Renato Aragão, de Tom Cavalcante e até mesmo do palhaço Tiririca, que foi eleito o deputado federal mais votado pelos… pasmem… PAULISTAS!!!
E já que está na moda o cinema brasileiro, ainda poderia falar de atores como os cearenses José Wilker, Luiza Tomé, Milton Moraes e Emiliano Queiróz, o inesquecível Dirceu Borboleta, ou ainda do paraibano José Dumont ou de Marco Nanini, pernambucano.
Ah! E ainda os baianos Lázaro Ramos e Wagner Moura, que será eternizado pelo “carioca” Capitão Nascimento, de Tropa de Elite, 1 e 2.
Música? Não, vocês nordestinos não poderiam ter coisa boa a nos oferecer, povo analfabeto e sem cultura…
Ou pensam que teremos que aceitar vocês por causa da aterradora simplicidade e majestade de Luiz Gonzaga, o rei do baião? Ou das lindas canções de Nando Cordel e dos seus conterrâneos pernambucanos Alceu Valença, Dominguinhos, Geraldo Azevedo e Lenine? Isso sem falar nos paraibanos Zé e Elba Ramalho e do cearense Fagner…
E Não poderia deixar de lembrar também da genial família Caymmi e suas melofias doces e baianas a embalar dias e noites repletas de poesia…
Ah! Nordestinos…
Além de tudo isso, vocês ainda resistiram à escravatura? E foi daí que nasceu o mais famoso quilombo, símbolo da resistência dos negros á força opressora do branco que sabe o que é melhor para o nosso país? Por que vocês foram nos dar Zumbi dos Palmares? Só para marcar mais um ponto na sofrida e linda história do seu povo?
Um conselho, pobres nordestinos. Vocês deveriam aprender conosco, povo civilizado do sul e sudeste do Brasil. Nós, sim, temos coisas boas a lhes ensinar.
Por que não aprendem conosco os batidões do funk carioca? Deveriam aprender e ver as suas meninas dançarem até o chão, sendo carinhosamente chamadas de “cachorras”. Além disso, deveriam aprender também muito da poesia estética e musical de Tati Quebra-Barraco, Latino e Kelly Key. Sim, porque melhor que a asa branca bater asas e voar, é ter festa no apê e rolar bundalelê!
Por que não aprendem do pagode gostoso de Netinho de Paula? E ainda poderiam levar suas meninas para “um dia de princesa” (se não apanharem no caminho)! Ou então o rock melódico e poético de Supla! Vocês adorariam!!!
Mas se não quiserem, podemos pedir ao pessoal aqui do lado, do Mato Grosso do Sul, que lhes exporte o sertanejo universitário… coisa da melhor qualidade!
Ah! E sem falar numa coisa que vocês tem que aprender conosco, povo civilizado, branco e intelectualizado: explorar bem o trabalho infantil! Vocês não sabem, mas na verdade não está em jogo se é ou não trabalho infantil (isso pouco vale pra justiça), o que importa mesmo é o QUANTO esse trabalho infantil vai render. Ou vocês não perceberam ainda que suas crianças não podem trabalhar nas plantações, nas roças, etc. porque isso as afasta da escola e é um trabalho horroroso e sujo, mas na verdade, é porque ganha pouco. Bom mesmo é a menina deixar de estudar pra ser modelo e sustentar os pais, ou ser atriz mirim ou cantora e ter a sua vida totalmente modificada, mesmo que não tenha estrutura psicológica pra isso… mas o que importa mesmo é que vão encher o bolso e nunca precisarão de Bolsa-família, daí, é fácil criticar quem precisa!
Minha mensagem então é essa: – Calem a boca, nordestinos!
Calem a boca, porque vocês não precisam se rebaixar e tentar responder a tantos absurdos de gente que não entende o que é, mesmo sendo abandonado por tantos anos pelo próprio país, vocês tirarem tanta beleza e poesia das mãos calejadas e das peles ressecadas de sol a sol.
Calem a boca, e deixem quem não tem nada pra dizer jogar suas palavras ao vento. Não deixem que isso os tire de sua posição majestosa na construção desse povo maravilhoso, de tantas cores, sotaques, religiões e gentes.
Calem a boca, porque a história desse país responderá por si mesma a importância e a contribuição que vocês nos legaram, seja na literatura, na música, nas artes cênicas ou em quaisquer situações em que a força do seu povo falou mais alto e fez valer a máxima do escritor: “O sertanejo é, antes de tudo, um forte!”
Que o Deus de todos os povos, raças, tribos e nações, os abençoe, queridos irmãos nordestinos!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Quarta edição da Feira do Livro de São Luís começa nesta sexta-feira

A 4ª edição da Feira do Livro de São Luís abre as portas para o público nesta sexta-feira (12). Promovida pela Prefeitura, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func) e co-realização do Serviço Social do Comércio (Sesc), o evento tem como patrono o jornalista, escritor e cineasta ludovicense José Louzeiro, que também é o autor do tema da Feira: “O Livro é guia e instrumento da sabedoria”. A cerimônia de abertura acontece, na Praça Maria Aragão, às 19h.


A estrutura da feira ocupará uma área de, aproximadamente, seis mil m², envolvendo a Praça Maria Aragão e todo o seu entorno, as instalações do Espaço Cultural, a Praça Gonçalves Dias e o Centro de Formação do Professor (Semed), na Rua Rio Branco.

“A Feira do Livro de São Luís, além de resgatar a tradição literária do Estado, constitui um espaço para o incentivo à produção contemporânea. Será, com certeza, um momento único e rico para todos que participarem do evento”, disse o presidente da Func, Euclides Moreira Neto.

Na Praça Maria Aragão, foram montados dois auditórios – um que recebe o nome do patrono, com capacidade para 200 pessoas, e o outro homenageando a ativista política e médica que dá nome à praça para 100 pessoas; 20 estandes institucionais, tendas e salas climatizadas – que abrigarão o Café Literário, Casa do Escritor e Espaço Infantil. Haverá, ainda, três praças ambientadas, cada uma com o nome de um homenageando: Rosa Mochel, Carlos de Lima e João Mohana.

No espaço de comercialização de livros, cerca de 60 estandes, com estrutura adequada e ambiente climatizado, reunirão editoras, livreiros e artesãos para exposição e venda de aproximadamente 70 mil títulos e produtos regionais. Um estande em especial será reservado para a produção local, disponibilizando somente títulos de escritores maranhenses. De acordo com a organização do evento, devem ser movimentados mais de R$ 3 milhões durante os dez dias do evento.

Programação - A programação inicia no dia 13 e, este ano, terá cerca de 400 eventos, incluindo seminários, encontros, oficinas, cursos, rodas de conversa, lançamentos e relançamentos de livros, exibição de filmes e programações especiais para o público infantil e juvenil, distribuída em mais de 35 espaços.

“Tivemos a preocupação de elaborar uma programação bem diversificada, com atividades artísticas e culturais, e discussões de temas atuais. Além de evidenciarmos também os homenageados desta edição, com rodas de conversas sobre a vida e obra de cada um”, destacou o coordenador geral do evento, José Maria Paixão.

Entre os convidados para participar das atividades da Feira, destacam-se os escritores nacionais Socorro Aragão (PB), Vilmar Sidnei Demamam Berna (RJ), Celso Antunes (SP), Jaime Lopes Pereira (AM), Arievaldo Viana (CE), Casemiro de Medeiros (CE), Bruno Carneiro Lira (PE), Fabrício Carpinejar (RS), Antonio Carlos de Moraes Sartini (SP), Márcio Vassallo (RJ), Henilton Parente de Menezes (DF), Esmeralda Ortiz (SP) e, ainda, o escritor francês Jean-Yves Loude.

Já entre os literatos locais, destacam-se os escritores Lourival Serejo, Aldo Leite, Ceres Fernandes, Sônia Almeida, José Ewerton Neto, Joaquim Haickel, Albérico Carneiro, Bioque Mesito, Hagamenon de Jesus e Paulo Melo Sousa. Todos participam de atividades no Café Literário, sempre a partir das 18 horas.

Outro espaço que estará bastante movimentado é a Casa do Escritor. Funcionando em horário especial pelo volume de atividades, de 15h às 21h, o espaço terá 63 lançamentos e relançamentos com direito a coquetel e sessões de autógrafo ao lado do auditório. Entre os participantes, Gutemberg Fernandes de Araújo, Francisco Gonçalves da Conceição, Marcus Vinícius Quiroga (RJ), Carlos Agostinho de Macedo, Eva Maria Nunes Chatel, Nelin Vieira, Cristina Granato (RJ) e Wilson Marques.

Além desses espaços, a Feira oferece uma programação voltada para o público jovem, na Casa da Juventude; o Estande da Aliança Francesa, com atividades voltadas para todos os públicos; a Estação Memória, onde o público poderá realizar um city tour passando por marcos literários da cidade; e o Teatro Reynaldo Faray, localizado ao lado do Espaço Cultural, que abrigará apresentações teatrais.

A 4ª Feira do Livro de São Luís acontecerá até 21 de novembro, sempre das 16 às 22 horas.