Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Estudo afirma que casados vivem 17 anos a mais


imirante.com
Pesquisadores norte-americanos descobriram que o casamento pode aumentar a expectativa de vida dos homens em até 17 anos, o que garantiria aos solteiros uma chance 32% maior de morrer antes que um casado. A informação foi publicada no periódico médico The American Journal of Epidemiology
Para as mulheres solteiras, a realidade é um pouco melhor: elas tem 23% ou 15 anos a menos de expectativa de vida comparada às colegas casadas. Para chegar a estes números, pesquisadores da Universidade de Louisville contaram com 90 estudos com 500 milhões de pessoas compiladas em 60 anos.
O risco de morte para pessoas entre 30 e 39 anos se mostrou 128% maior para os solteiros do que para os casados da mesma idade. Tais dados levantou a pergunta na comunidade científica: por que o casamento tem um efeito tão dramático na longevidade?
David Roelfs, professor assistente de Sociologia, da mesma universidade, foi quem explicou: "com o declínio da assistência médica pública, as mulheres solteiras acabam ficando econômica e medicinalmente marginalizadas, aumentando as chances de desenvolverem problemas que podem levar ao óbito". Além disso, os casados têm um network forte, que lhes garante um suporte social estruturado, estimulando a ida a médicos e o início de hábitos saudáveis como dietas e exercícios.
FONTE: Terramulher

0 comentários:

Postar um comentário