Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Morre Donato Alves, cantador do Boi de Axixá



Um dos principais intérpretes da música maranhense morreu na tarde desta segunda-feira (10), em São Luís, aos 81 anos. Donato Alves, cantador do ‘Boi de Axixá’, faleceu após ter complicações de um acidente vascular cerebral (AVC).
Ele estava internado desde a última terça-feira (4) no Hospital Getúlio Vargas, em São Luís. Em abril do ano passado ele foi internado no Hospital Carlos Macieira, após sofrer o AVC, mas recebeu alta em dezembro. Na semana passada ele foi atendido na UPA do Parque Vitória e posteriormente encaminhado ao Getúlio Vargas.
Seu velório foi realizado em São José de Ribamar, onde reside grande parte de sua família.
Em nota, a governadora Roseana Sarney lamentou a perda. “A cultura do Maranhão está triste hoje. Donato Alves era um mestre na arte de compor. Com simplicidade, sabia traduzir em poesia as belezas de Axixá, do Munim e do Maranhão. Donato e sua história de paixão pelo boi estão eternizados através de sua música, cheia de emoção e alegria”, afirmou.
Donato é autor de algumas das músicas mais famosas do Boi de Axixá, como ‘Bela Mocidade’, regravado por Maria Bethânia; e ‘Essas Emoções’, regravada por Zeca Baleiro.

Bela Mocidade

Quando eu me lembro

Da minha bela mocidade

Eu tinha tudo a vontade

Brincando no boi de Axixá

Eu ficava com você

Naquela praia ensolarada

E a tua pele bronzeada

Eu começava a contemplar

Mas é que o vento buliçoso balançava teus cabelos

E eu ficava com ciúme do perfume ele tirar

Mas quando o banzeiro quebrava

Teu lindo rosto molhava

E a gente se rolava na areia do mar

Essas Emoções

Não importa a noite

De qualquer maneira nós vamos brincar

Prepare seu coração

Para essas emoções

Que traço de axixá

O importante é que eu cheguei agora

Alegre como sempre

Feliz a cantar

Canta comigo amor

Dança comigo…

Balanceia meu cordão

Eu sei que você vai gostar

Eu quero ver o vento louco

Teus cabelos balançar

Eu quero ver o vento louco

Teus cabelos balançar

Balança e dança

Balança até cansar

Quero ver o vento louco

Teus cabelos balançar

Vem meu amor

Sem teu carinho

O meu cordão

É tão sozinho
FONTE:G1

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário