Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Com gol de bicicleta de Alagoano, Maranhão faz dois e vence o Bacabal

Com gol do zagueiro reserva Osmar e uma pintura do atacante Neto Alagoano, o Maranhão venceu o Bacabal na noite desta quarta-feira, no Estádio Municipal Nhozinho Santos, em São Luís. O resultado garantiu a primeira vitória do Bode no Campeonato Maranhense e elevou a moral para jogar o clássico contra o Sampaio Corrêa, no domingo.

- Eu acho que a gente precisava de uma vitória assim. No primeiro tempo, a gente ficou na ansiedade pelo gol. Agora, os jogadores vão ter mais tranquilidade para jogar o clássico, que é muito importante - disse o técnico maqueano oGilberto Gaúcho.
O resultado pode até aliviar a pressão no Parque Valério Monteiro, mas não bota o Maranhão na zona de classificação para a segunda fase do estadual. Com três pontos e saldo positivo de um gol, o Maranhão continua atrás do Sampaio e do Santa Quitéria, que venceu o Balsa por 1 a 0 na noite de quarta-feira.
Os dois times entraram no campo com desfalques importantes. O goleiro titular do Maranhão Raniere não conseguiu se recuperar de uma infecção intestinal e cedeu vaga para Jade defender a trave maqueana. Já o Bacabal teve a falta de Marcelo, que foi negociado com o futebol coreano e cedeu lugar para Renato Santos.



Maranhão venceu o Bacabal por 2 a 0 no Nhozinho Santos (Foto: Reprodução/TV Mirante)


Às 20h15, o árbitro Paulo Sérgio Santos Moreira apitou o início da partida, mas o primeiro lance de perigo do jogo só veio sete minutos depois. O meia Dinho fez bom lançamento na direção de Elton, que dominou e preferiu tentar o chute ao invés de tocar para o atacante Neto Alagoano, que estava livre na área. O chute, que buscava o ângulo direito do gol adversário, saiu pela linha de fundo.
A pressão maqueana continuou. Aos, 12 minutos, um chute forte e cruzado de Elton desviou primeiro no companheiro de equipe Leomar e depois no zagueiro adversário Cleriston, que tentou um domínio desajeitado e quase marcou gol contra, cedendo escanteio ao Maranhão. Dois minutos depois, Elton chutou novamente, desta vez, na mão do goleiro Humberto. Aos 15 minutos, Neto Alagoano recebeu livre na área e tocou para o fundo da rede do Bacabal, mas o juiz já havia assinalado impedimento.
Aos 28, Dinho escapou em profundidade pelo lado esquerdo e cruzou para o atacante Neto Alagoano. Ele chegou a tirar uma “casquinha” da bola, que saiu pela saiu linha de fundo, à direita do gol adversário. Aos 36, Leomar entrou em disputa de bola e se deu mal. O jogador sentiu tornozelo esquerdo e saiu carregado de campo.
O técnico Gáucho então foi obrigado a fazer a primeira substituição da partida, autorizando a entrada de Osmar. O lance mais perigoso do primeiro tempo aconteceu aos 36 minutos. De fora da área, o volante Emerson encheu o pé e pegou em cheio na bola, que não entrou por pouco no ângulo direito do gol de Jade. Romário ainda perdeu um gol sozinho na pequena área aos 43 minutos. Elton botou bola alta na área após cobrança de falta. A bola desceu lentamente e Romário conseguiu acertar a bola, mas bateu por cima do travessão do goleiro Humberto.
Zagueiro resolve e bicicleta de Alagoano amplia
No segundo tempo, Erlon e Palhinha comandaram o ataque do Bacabal, que começou a segunda etapa dando trabalho para o Maranhão. O Leão aproveitou os erros de passe do adversário e finalizou três vezes em sequência nos primeiros minutos da partida. Aos 5 minutos, o goleiro Jade fez um milagre, espalmando chute forte para a linha de fundo.



Neto Alagoano comemora gol de bicicleta contra o Bacabal (Foto: Reprodução/TV Mirante)


Impaciente, a turma da corneta maqueana começou a pegar no pé do lateral direito Bil, que não conseguiu acertar os cruzamentos. Sorte dele que o primeiro gol do Maranhão saiu pouco tempo depois, aos 6 minutos. Osmar viu o goleiro Humberto rebater a bola nos seus pés, após cobrança de escanteio de Elton. O zagueiro só teve o trabalho de empurar para o fundo da rede, marcando seu primeiro gol no estadual.
A partir do primeiro gol, os técnicos Gaúcho e Coca começaram a mexer na estratégia das equpes. Primeiro o Bacabal trocou Maranhão por Luciano. Aos 14 minutos, Pitolo encheu o pé esquerdo e acertou a bola na trave.
Aos 25 minutos, Elton cobrou falta perigosa na entrada da área. Ele soltou uma bomba de pé esquerdo. A bola passou muito perto da trave de Humberto, que só fez golpe de vista.
Aos 32, Gaúcho chamou Guilherme para o lugar de Erlon, que saiu sentindo dores.
Aos 35 minutos, Neto Alagoano ampliou o placar para o Maranhão com uma pintura. O atacante saltou e, de bicicleta, empurrou para o fundo da rede adversária. É o terceiro gol dele em dois jogos, que é artilheiro da competição. O gol incrível de Alagoano parece ter desanimado o Bacabal, que não teve mais poder de reação.
O jogo entre Maranhão e Bacal teve público de 202, sendo 119 pagantes. A renda da partida foi de R$ 1.820,00.
FONTE Globoesporte.com
São Luís, MA

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário