Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

domingo, 10 de novembro de 2019

Valorização da vida e suicídio é tema da palestra em Bacabal


O Centro Espírita Júlio Luz de Carvalho promoveu na noite deste sábado (09), uma palestra publica com o Professor Robson Martins. Com o tema "A valorização da Vida e o suicídio" o evento chamou atenção da comunidade bacabalense justamente pelo aumento de casos de suicídios em Bacabal e região.
Segundo a organização Mundial da Saúde, em todo o mundo uma pessoa tira a própria vida a cada 40 segundos, Um relatório da agência da ONU apontou ainda que esta foi a segunda principal causa de morte entre jovens com idades entre 15 e 29 anos, após acidentes de trânsito.
Nos adolescentes de 15 a 19 anos, ficou em terceiro lugar, atrás dos acidentes de trânsito e violência interpessoal.
A OMS pediu aos governos que adotem planos de prevenção de suicídio para ajudar as pessoas a lidar com o estresse e reduzir o acesso a meios de tirar a própria vida: "O suicídio é uma questão global de saúde pública. Todas as idades, sexos e regiões do mundo são afetadas".
Para a Doutrina as causas não são apenas materiais ou sociais, há causas espirituais que precisavam ser compreendidas pelas pessoas, é ai que entram os livros codificados por Kardec á luz do evangelho de Jesus.
A continuidade da vida após o fenômeno biológico conhecido como morte é crucial para a ciência que o suicídio não irá colocar fim algum a sofrimentos terrenos. Ainda pelo contrário, dará seguimento as dores espirituais que podem ser tratadas ainda encarnados.
O espiritismo pode ser um dos fatores de prevenção ao suicídio. Como doutrina consoladora o tratamento espiritual e energético age em pontos importantes em que o suicida irá sentir-se acolhido.
A restauração do psicológico em frentes como familiar, emocional, social e acima de tudo espiritual, recompõem a percepção de mundo onde o individuo percebe-se inserido dentro do meio.
O sentimento de marginalização nem sempre retrata a realidade, porém ações acabam direcionando o suicida a solidão.
Acolher e consolar é o principal propósito da doutrina espírita. Deve-se agir incluindo e ressaltando a importância desse indivíduo. Aos poucos poderemos perceber que o espírito do suicida perceberá a sua relevância para o próximo.
Com o amor e paciência vidas são salvas. A energia positiva pode ser expandida e compartilhada a irmãos que necessitam de ajuda espiritual.

0 comentários:

Postar um comentário