Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Justiça cassa mandato e direitos políticos da prefeita de Coroatá


 

A juíza eleitoral da 8ª Zona, Josane Farias Braga, decidiu, na tarde desta quinta-feira (13), pela cassação dos diplomas, e conseqüentemente dos mandatos, da prefeita de Coroatá, Teresa Murad e sua vice Neuza Muniz (ambas do PMDB). As duas também foram consideradas inelegíveis pelo período de oito anos para ambas, decisão que também atinge o secretário de estado de Saúde Ricardo Murad, que é marido da prefeita Teresa Murad, por abuso de poder econômico.

A decisão da juíza foi baseada numa Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), a partir de representação feita pela Coligação "Coroatá crescendo com liberdade" composta pelos partidos PT, PTC, PSB, PSDB, PCdoB, e PTdoB. A coligação do candidato derrotado em 2012, acusa a Coligação "Coroatá livre para crescer", que tinha como candidata a prefeita cassada, de firmar convênio com a Secretaria de Estado da Saúde para a perfuração de poços artesianos no município, e de realizar a obra em período vedado pela lei eleitoral.

"A aprovação do convênio, bem como a realização da obra e sua entrega, foram feitas em prazo vedado pela lei. A própria inauguração dos poços foi feita em clima de campanha eleitoral", disse o advogado da coligação 'Coroatá crescendo com liberdade', David Telles.

Como apenas dois candidatos disputaram as eleições de 2012 e os votos da candidata mais votada foram anulados, a juíza determinou ainda, o imediato afastamento da prefeita e sua vice. Ainda de acordo com a decisão judicial, novas eleições devem ser realizadas no prazo máximo de 40 dias. Nesse período, o presidente da Câmara Municipal, César Trovão (PV), assumirá o cargo de chefe do executivo municipal.

A decisão da juíza ainda cabe recurso.
FONTE:O Imparcial

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário