Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Unidades do Procon/MA e do VIVA em Pedreiras e Presidente Dutra recebem melhorias

Foi assinado, na tarde dessa terça-feira (4), em Pedreiras, a ordem de serviço que dará início a reestruturação e reforma do Procon. Além disso, também foi anunciada a inclusão dos serviços da JUCEMA e a mudança da unidade do PROCON para o VIVA. A notícia foi bem recebida pelo coordenador do PROCON em Pedreiras, André Rocha. “Estamos muito animados com essa mudança. Com melhor localização e contando com a praticidade de estar junto a outros serviços do Estado, poderemos oferecer atendimento com mais qualidade. Ganhamos nós, servidores do órgão, e principalmente, o consumidor pedreirense.”, enfatizou.
Na manhã desta quarta-feira (05), foi a vez de Presidente Dutra. A unidade já existe há 10 anos no município e nunca havia passado por melhorias. Por esse motivo, acumulava diversos problemas na estrutura física.
Segundo o coordenador da unidade, Josemir Pereira, a população esperava há muito tempo pela reforma, o que, segundo ele, trará melhorias também para os servidores.

Ampliação e reestruturação

Após inaugurar novas unidades dos dois órgãos em Coroatá, o presidente do Procon apresentou as novas metas e a reestruturação das unidades de Carolina, Açailândia e Balsas, inaugurando uma mega unidade do VIVA no Imperial Shopping, em Imperatriz, e mantendo a unidade da Rua Godofredo Viana. Uma nova unidade do Procon/MA também foi inaugurada em Barra do Corda, e o VIVA da cidade foi reestruturado.
Também já receberam melhorias as unidades de Caxias, Viana e Santa Inês. A cidade de Codó, que já possuía uma unidade do Procon/MA, ganhou, também, um novo VIVA, enquanto Carolina teve sua unidade do VIVA reformada e foi contemplada com um Procon/MA. Também ganharam VIVAs, os municípios de Chapadinha e Pastos Bons. Em outubro, novas unidades serão inauguradas em Codó e São Luís, e reformadas em Bacabal e Pinheiro.
Fonte: Governo do Estado, com edições e informações do Jornal Pequeno

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário