Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

terça-feira, 26 de maio de 2020

Empresário Jackson Leite rebate mentiras de Roberto Costa



JACKSON LEITE, RESPOSTA DE UM BACABALENSE  DE FAMILIA E TRABALHADOR, AS ACUSAÇÕES FALSAS DE UM DEPUTADO MISANTROPO E FORASTEIRO

Nasci e fui criado em Bacabal, filho de dona Terezinha e irmão de pessoas trabalhadoras e de bem. Tive uma vida humilde e graças aos ensinamentos de minha mãe e irmãos. Consegui  vitórias, muitas amizades  e uma família que amo. 

Comecei a trabalhar aos 17 anos na Real Lojas, passando por empresas de bacabalenses e ajudando a levar os produtos feitos em nossa cidade para todo o Maranhão e resto do pais.  Constrular, Revenmota, sabão Lava Tudo, Distribuidora Medeiros, são algumas das empresas por onde trabalhei de carteira assinada. Pude contribuir com minha cidade ao longo desses anos e hoje tenho duas empresas próprias, uma de cosméticos com minha esposa e outra no ramo de construção. 

Sempre trabalhei na iniciativa privada e tenho orgulho de hoje poder prestar serviço a empresas de grande porte, como é caso da Equatorial –Cemar. 

Minha empresa de construção, reforma e serviços, atende tanto empresas privadas como o setor público há anos. Nunca se envolveu em escândalos e sempre buscou ser ética e competitiva. Esse é um pouco da minha vida familiar e profissional.

Ontem fui surpreendido por uma matéria em blog da capital, citando minha empresa e meu nome num suposto “escândalo” envolvendo secretária de Estado, cujos gestores são bacabalenses e pessoas que conheço há muitos anos, assim como conheço muitas outras em todo Estado. 

Em primeiro lugar afirmo que a licitação que minha empresa participou foi legitima e ganhou por menor preço, além do que os serviços pagos foram executados como consta no processo. A matéria supõe que os serviços não foram executados e mediante isso já acionei advogado para processar blog pedindo provas de acusação por parte dele ou do “suposto denunciante”.

Quero aqui expressar minha indignação pela maldosa e tendenciosa acusação sem provas e orquestrada por um Deputado Estadual Misantropo – abaixo explico significado da palavra  – e Forasteiro que tenta me atingir pelo fato de não mais participar de seu grupo politico na qual ajudei com sangue e suor nas eleições de 2016 e 2018. 

Todo bacabalense sabe que fui um dos maiores cabos eleitorais do atual grupo do prefeito Edvan Brandão e do Deputado Misantropo e Forasteiro. Larguei o grupo, como vários ex-aliados já fizeram, por não concordar com a forma de tratar com a gestão de Bacabal. E hoje tenho simpatia pela pré-candidatura a prefeito de um filho legitimo de Bacabal, Expedito Junior. E por isso estou pagando caro e sendo agredido com acusações e perseguição a minha empresa, a meu nome e a minha família. Mas isso será levado à justiça imediatamente. 

Esse deputado Misantropo e Forasteiro, apenas sabe praticar a politica rasteira de criar mentiras, acusações infundadas e atacar as famílias de Bacabal. Somente essa semana essa já é a segunda família legitima de Bacabal a ser atacada nas TVs pagas com dinheiro da prefeitura. 

Tá no sangue dele e de seu mentor ex-senador essa forma de fazer politica. Infelizmente acreditei em seu discurso bonito e manhoso, como uma gata no cio, mas hoje despertei e serei uma das vozes que lutaremos para expulsar forasteiros que apenas roubam dinheiro e sonhos de uma Bacabal melhor.

Eu sou Jackson Leite, filho de dona Teresinha. Tenho casa própria na Cohab, amigos que jogam bola no Boa Vida e empresa que presta serviço em Bacabal.

Não sou igual a deputado forasteiro que não tem nada do que eu tenho!!
Um misantropo “é alguém que desconfia da humanidade de uma forma generalizada, tem aversão ao ser humano, é falso e antipático com outras pessoas ou determinado grupo.”.

0 comentários:

Postar um comentário