Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Brasil perde a 1ª com Tite em amistoso contra a Argentina



No décimo jogo comandando a Seleção Brasileira, o técnico Tite conheceu a primeira derrota. E foi logo para a Argentina, em amistoso disputado em Melbourne, na Austrália. Tudo bem que o confronto foi para testes visando à Copa do Mundo, com mais da metade dos titulares do Brasil nem sendo convocados, mas o fato é que os argentinos, na estreia do técnico Jorge Sampaoli, venceram o Brasil por 1 a 0, gol de Mercado.

A última vitória da Argentina sobre o Brasil tinha sido em 2012, no Superclássico das Américas, quando ambas as seleções só usaram jogadores que atuavam nos respectivos países Na terça-feira, a Seleção Brasileira volta à ação, ainda na Austrália, contra o time nacional dono da casa.

Em um clássico que teve um tímido Messi, mas não teve Neymar, Marcelo, Daniel Alves, Casemiro, Marquinhos e Miranda, o Brasil teve momentos de sufoco, mas, no geral, saiu-se muito bem.
Apesar do equilíbrio entre as equipes na etapa inicial do primeiro tempo, a Argentina colocou uma bola na trave brasileira com menos de cinco minutos, quando Di María aproveitou um espaço nas costas de Fagner. O jogo foi muito intenso, com a Argentina de Sampaoli, tal qual aconteceu quando Tite assumiu o Brasil, mudando praticamente da água para o vinho na comparação com o que era visto na gestão anterior. O Brasil até teve chances de marcar, especialmente em uma ocasião em que Willian conseguiu escapar em velocidade, mas os argentinos foram superiores, ao fim das contas, no primeiro tempo.

Além de Di Maria, Dybala também foi importante para os hermanos e, em um chute da entrada da área, quase abriu o placar. Mas foi com a bola aérea que os argentinos abriram o placar, aos 44 minutos. Mercado, livre, livre, aproveitou o rebote de uma cabeçada que foi na trave e fez a alegria albiceleste.

Os ajustes no vestiário deixaram o Brasil muito mais ligado no jogo. Quem ficou com as costas na parede na etapa final foi a Argentina. A Seleção Brasileira ficou mais intensa, trocou passes e criou chances. Eis que surgiu o lance brasileiro mais agudo da partida: Gabriel Jesus chegou a driblar Romero e, com Mercado deslizando, acertou a trave. Um gol cristalino que não se concretizou. Na sequência da jogada, Willian também acertou o poste. Haja coração!

Tite deu sequência aos testes. O treinador, por exemplo, sacou Renato Augusto e colocou Douglas Costa, mudando o papel tático de Coutinho, deixando-o mais centralizado. Foi uma troca do 4-1-4-1 para o 4-2-3-1.
Com as alterações seguidas, características em partidas amistosas, o jogo acabou esfriando. As interrupções seguidas tiraram a sequência do Brasil, que também tinha a tarefa de se encaixar diante das mudanças. Com isso, ficou mais fácil para a Argentina segurar o placar e confirmar a vitória. Nem a entrada de Taison (que enfim encontrou Messi como adversário na Seleção) resolveu.

O primeiro tropeço com Tite veio, mas sem crise. O Brasil, primeiro classificado à Copa-2018, tem margem para testes e tropeços. A Argentina é quem tem que correr atrás nas Eliminatórias para carimbar o passaporte para a Rússia.

BRASIL 0 X 1 ARGENTINA
Local: Estádio Melbourne Cricket Ground, em Melbourne (AUS)
Data/Hora: 9/6/2017, às 7h05, de Brasília
Árbitro: Christopher Beath (AUS)
Assistentes: Nathan McDonald e Paul Cetrangolo (AUS)
Cartões amarelos: Paulinho, Rafinha (BRA); Maidana (ARG)
Gols: Mercado, 44’/1ºT (0-1)
Público presente: 95.569 pessoas

BRASIL: Weverton, Fagner (Rafinha, 27’/2ºT), Thiago Silva, Gil e Filipe Luís; Fernandinho; Paulinho (Giuliano, 35’/2ºT), Renato Augusto (Douglas Costa, 20’/2ºT), Coutinho e Willian; Gabriel Jesus (Taison, 46’/2T). Técnico: Tite

ARGENTINA: Romero, Maidana, Otamendi e Mercado (Mammana, 29’/2ºT) (Tagliafico, 7’/2ºT); Gómez, Biglia, Banega (Lanzini) e Di Maria; Dybala (Guido Rodríguez, 23’/2ºT), Messi e Higuaín (Correa, intervalo). Técnico: Jorge Sampaoli
FONTE: Lance!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário