Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

domingo, 9 de junho de 2019

Poeta Paulo Campos finaliza seu novo livro

O Poeta e escritor Paulo  Campos ,dono de uma produção literária das mais criativas do maranhão, declarou em redes sociaIs que está a finalizar seu novo livro de Poesias. Prefaciado por Zezinho Casanova, o livro com o nome provisória de "Poemas de Fogo" joga um balde de água fria nos críticos do escritor que afirmavam que a politica o afastava da cultura literária.
O  obra de paulo Campos divide-se em duas fases bem distintas, a primeira que o levou á Academia Bacabalense de Letras tem um forte Caráter social com textos em sua maioria livre que denunciam as mazelas sociais do mundo contemporâneo. Já na segunda fase o poeta revela-se um ultra-romântico com belos textos que glorificam a beleza feminina e os desejos profanos  dos homens.
Os Poemas de Fogo queimam "feito duas lamparinas no meio da escuridão". Há quem digam que são agora "Poemas de fogo e água", numa Bela antítese que mostra seus conteúdos críticos sociais e metáforas de amores impossíveis.
PAULO ROBERTO CAMPOS SILVA, Paulo Campos, é natural de Bacabal-MA, nascido em 15 de maio de 1963, filho de Ivaldo Pouso Silva e Zélia Campos Silva, é o segundo de uma prole de dez irmãos. Poeta e compositor, logo cedo começou a militância nos movimentos culturais da cidade. Foi sócio fundador e primeiro presidente da Casa do Artista de Bacabal – CAB e da Associação de Imprensa de Bacabal — AIB. Compositor de vários sambas de enredo, de bumba bois, blocos carnavalescos e outros, é membro da Academia Bacabalense de Letras, ocupando a cadeira nº 15 que tem como Patrono a professora e escritora Elisa Monteiro.
O poeta declarou à nossa equipe de reportagem " eu já fiz minha parte na política, não quero mais ocupar cargos, agora vou me dedicar a ajudar pessoas e publicar meus livros, nunca parei de produzir, agora chegou a hora de tornar publica essa literatura", concluiu Paulo confiante.
Click AQUI  e conheça um pouco da obra do Poeta Paulo Campos.

0 comentários:

Postar um comentário