Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

quinta-feira, 6 de abril de 2017

SEMUC reúne com artesãos sobre Programa do Artesanato Bacabalense

Secretaria Municipal de Cultura (SEMUC),  por meio do Centro de Artesanato “Neirisan Monteiro” realizou nesta segunda (03)  por volta das 17h30 uma reunião de trabalho com artesãos  e trabalhadores manuais de Bacabal para iniciar o Programa do Artesanato Bacabalense. Trata-se de uma série de políticas  que serão desenvolvidas pela Prefeitura de Bacabal  visando dá maior visibilidade ao artesanato  produzido na cidade.
Uma das primeiras medidas tomadas pela SEMUC  será a revitalização do Centro de Artesanato a começar pelo recadastramento de todos os artesãos da cidade, o Centro passará por mudanças em sua estrutura física e mostrara sua nova identidade visual na semana do aniversário de Bacabal.
Francisco Urquisa diretor do Centro de Artesanato abriu a reunião falando um pouco da História do Centro de Artesanato, fez uma breve explanação sobre a lei 10.402/2015, que cria o Programa Mais artesanato. Sancionada pelo governador Flávio Dino e publicada no Diário Oficial do dia 29 de dezembro de 2015, mesma data e que a lei começou a valer. Segundo Francisco Urquisa a  lei fortalece a promoção da atividade da cadeia  produtiva associada ao turismo no  Maranhão.

CARTEIRA NACIONAL DO ARTESÃO

O Secretário de Cultura Paulo Campos informou a todos os presentes na reunião que a Comissão Estadual do Artesanato  fará cadastro para emissão da Carteira Nacional do Artesão.
A carteira é gratuita, tem validade de quatro anos e é reconhecida em todo o território nacional.É emitida  após o registro do artesão no Sistema de informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro ( Sicab). Entre os benefícios do registro no Sicab estão a possibilidade de concorrer a editais para participar em feiras de  artesanato regionais, nacionais e internacionais, e, em alguns estados, o acesso a incentivo fiscais. Além disso em algumas instituições financeiras pode ser utilizada como comprovante de emprego e renda.
“ Estamos discutindo a criação do Programa do Artesanato Bacabalense por determinação do Prefeito Zé Vieira, com isso cumprimos mais uma meta do Plano Municipal de Cultura e para garantir o direito do artesão bacabalense a terem sua identidade nacional, estaremos disponibilizando transporte para que todo artesão interessado em tirar sua carteira do artesão possa chegar até a Ilha de São Luis e fazer  seu cadastro”, informa o Secretário de Cultura, Paulo Campos.

O Secretário disse ainda que a  SEMUC passa por mudanças que aprimoram o funcionamento da secretaria, que não somente os artesãos , mas artistas e produtores culturais de todos seguimentos devem procurar a secretaria, atualizar seus cadastros no mapeamento cultural do município e participarem de politicas publicas e serviços promovidos pela secretaria de cultura.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário