Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Crônicas do Dia - O véio Lima e os golpistas- Aldir Blanc, O Globo


Resultado de imagem para caricatura de lima barreto

É preciso saudar, como diria meu amigo e primo Nei Lopes, com desfiles de ranchos, foguetório e feijoadas nas ruas, sem esquecer os acompanhamentos indispensáveis, limão da casa, bate-bate de maracujá, moça branquinha, couve, torresmo e laranjas, o lançamento de “Sátiras e outras subversões”, textos inéditos de Lima Barreto, organizados por Felipe Botelho Corrêa, Ed. Penguin e Companhia das Letras. Algumas tiradas do Véio Lima são atuais de pasmar!

Vejam a ideia de um político da escola Scafedeusse, ou membro maleável daquele partido que manchou o nome Solidariedade. Em “O programa”, detona Lima: “Precisamos despovoá-lo pela miséria”. Não éa cara do programa Treme-Temer para o pogresso, com Pedro Parente Deles, não nosso, vendendo a preço vil a riqueza brasileira?

É reincidente mas não foi levado em blablá coercitivo pela Vaza-Jato. E aqui vai mais um Limadrone para o decepcionante Serra, que bem poderia ser o chefe dos Almofadinhas Melindrosos e Diplomáticos, em “Governo maravilhoso!!!”. Vejam essas sugestões para as Relações Blenorrágicas Exteriores: “Água de Rosas da Bulgária (quem quiser, substitua por produtos panamenhos), (...), bacios, papel higiênico, estojos para unhas, toda sorte de escovas, chinelas finas, espelhos, tapetes, bronzes...” Cacetada!

Na época do Lima, não tinha troca de favores pela concessão de passaportes pra religiosos gatunos. Foi contestada, mas Serra, pra variar, ladrou e andou... Em sua introdução para “Contos completos de Lima Barreto”, escreve Lilia Moritz Schwarcz sobre um contexto político em que “apagar a cor era medida cautelosa e necessária”, só que o Lima chutou o balde dessas conveniências. Hoje, quando vemos racismo e a nova direita dilacerando corpos e almas de nossos melhores cidadãos, é bom comprovar que Lima Barreto está vivo!


- - - x - - -


O panorama visto da ponte sobre o Planalto está uma beleza. A metástase Gilmar Mendes entrou em rota de colisão com o PG, desafeto antigo. É curioso que no repertório de ofensas do supremete apareçam coisas como “a pinga explica” e “lei feita por bêbados”. No entanto, abriu a asa negra da toga para proteger um magistrado com pretensos problemas alcoólicos. Não que tenha agido assim por caridade. Fez isso com o olho em dívidas políticas a serem cobradas no futuro...


- - - x - - -


O PMPAYDAY desgoverna com duas caras: aumentos generalizados versus a austeridade de Meirelles, irritado e até tropeçando nas palavras: “a necessidade da necessidade” e tal... Contra o circo dos asseclas de Treme-temer, se insurgiram grandes especialistas em skrotice, Aócio e Sepulcro Caiado — e eles, nisso, têm razão: estamos no apogeu de uma farsa, parlapatices sobre “desburocratização”, enquanto loteiam o pré-sal a preço vil e violam os mais elementares direitos dos trabalhadores, punindo com desfaçatez até mesmo aposentadorias de inválidos!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário