Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Jackson Lago será homenageado por Escola de Samba em São Luis



Após três anos consecutivos sem desfilar, a Unidos de Fátima volta à Passarela do Samba, com um samba-enredo em homenagem a um dos principais políticos maranhenses: “Jackson Lago, de Pedreiras a Carcará da Ilha Rebelde, a Unidos conta e canta a sua história”. De acordo com o carnavalesco Leônidas Marques de Lima, a escola não desfilou de 2013 a 2015 “por problemas financeiros”.

Fundada em 1956, a Unidos de Fátima tem, neste carnaval, segundo Leônidas Marques, a proposta de “fazer um trabalho diferenciado, que encha de orgulho a comunidade do Bairro de Fátima”, onde a escola foi fundada, recebendo primeiramente o nome de “Correio do Samba”.

“Temos um público grande e fiel, que vibra e nos aplaude. Vamos colocar a escola na avenida para termos um retorno daquilo que ficamos a dever ao Bairro de Fátima nos últimos três anos que ficamos parados”, declarou Marques.

Com o samba-enredo em homenagem ao ex-governador Jackson Lago, a Unidos de Fátima pretende reeditar na avenida seus antológicos desfiles, com brilho e a irreverência que lhe é peculiar.

Durante o desfile será contada a trajetória do político maranhense, num samba-enredo composto por Jeovah França e pelo presidente da escola, o também cantor e compositor José de Ribamar Pereira (Ribão D’Oludô).

Segundo o mentor do enredo, Leônidas Marques, falar do homem, do médico, do militante e do político que foi Jackson Lago significa preservar uma das principais características da Unidos de Fátima: a preferência por temas sociais.

“Eu não queria perder a ligação que a escola tem com os movimentos sociais, de resistência. E o enredo tem uma conotação de resistência, dentro de um carnaval de passarela que resiste às dificuldades no estado”, disse o carnavalesco.

A Unidos de Fátima vai levar para a avenida em torno de 1.500 componentes. Doze alas trarão 30 baianas, 70 ritmistas (bateria) e três carros alegóricos.

O primeiro carro, “Encantos e Magias da minha Pedreiras”, vai retratar a lenda da serpente e a igreja de São Benedito. No segundo carro, “São Luís, a cidade que Amei”, misturará o folclórico com a arquitetura da capital maranhense. E no terceiro carro, denominado “A Praça da Liberdade”, será lembrada, segundo o carnavalesco Leônidas Marques, a revolução cubana, na pessoa de Che Guevara, além dos movimentos feminista, quilombola, balaio, indígena e estudantil.

HISTÓRIA

A Unidos de Fátima inicialmente foi chamada de “Correio do Samba”, devido a primeira sede se localizar na Rua do Correio, no Bairro de Fátima. Na década de 1980, a “Correio do Samba” passou a ser chamada de Unidos de Fátima.

Em 1984, a agremiação começou a despontar como uma escola grande, quando mostrou o samba-enredo sobre a festa da Juçara, conquistando um inédito 3º lugar. Foi campeã pela primeira vez em 1991, com o samba-enredo “Soy Louco Por Ti América”, repetindo o título em 1994, com “Tropa, Tropeços do País Tropical, Tudo Acaba em Carnaval”.

FICHA TÉCNICA

NOME DA ESCOLA: Unidos de Fátima

FUNDAÇÃO: 1956

BAIRRO: Bairro de Fátima

PRESIDENTE: José de Ribamar Pereira (Ribão D’Oludô)

SAMBA-ENREDO DE 2016: “Jackson Lago, de Pedreiras a Carcará da Ilha Rebelde, a Unidos conta e canta a sua história”

CORES DA ESCOLA: azul, branco e vermelho

COMPONENTES PREVISTOS PARA 2016: 1.500

DIA DA APRESENTAÇÃO NO CARNAVAL 2016: domingo (7 de fevereiro); primeira escola a desfilar na Passarela do Samba,no Anel Viário
Da redação do Jornal Pequeno / Autor: Luciene Vieira

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário