Diário do Mearim Cidadania

Diário do Mearim Cidadania

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Nem Mesmo João Alberto e outros Aliados Aprovam a Administração do Maranhão



João Alberto "Carcará" criticou secretário de segurança Aluísio Mendes. Aliados, Gastão e Pedro Fernandes também reclamam
João Alberto “Carcará” criticou secretário de segurança Aluísio Mendes. Aliados, Gastão e Pedro Fernandes também reclamam do governo Roseana Sarney.
Com os péssimos desempenhos do governo do estado, principalmente na área de educação, infraestrutura e segurança pública, aliados tentam se desvincular da imagem impopular da governadora Roseana Sarney (PMDB).
O Ministro do turismo Gastão Vieira (PMDB); o Secretário de educação do Estado, Deputado Federal Pedro Fernandes (PTB) e o Senador João Alberto (PMDB) foram as emissoras de rádio nos últimos dias e dispararam  duras críticas a administração estadual.
As críticas mais duras vieram do Ministro do Turismo Gastão Vieira. Angustiado, segundo suas próprias palavras, o ministro lamentou que o governo tenha perdido recursos provenientes de convênio com o Governo Federal para duplicação da estrada do Araçagy. Gastão lamentou que a Secretaria de Saúde não tenha conseguido até agora a liberação de recursos para a despoluição das praias de São Luís. Os recursos estão a disposição do governo do estado na Caixa Econômica Federal desde dezembro de 2012.
Já Pedro Fernandes foi mais comedido, mas deixou escapar as dificuldades do estado para conseguir negociar plano de cargos e carreira com os professores. Fernandes tentou tirar de si a responsabilidade maior pelo fraco desempenho do governo na educação.
Já o senador João Alberto, em entrevista a Rádio Difusora, declarou que falta iniciativa e uma política de segurança pública para o governo do estado.
Além do Ministro Gastão Vieira, do Senador João Alberto e do Deputado Federal Pedro Fernandes, outro aliado do grupo Sarney, o deputado Raimundo Cutrim (PSD), tem feito duros ataques ao governo. Cutrim, que propõe criação de uma CPI para investigar crimes relacionados a agiotagem, sobe quase todos os dias na tribuna da Assembleia Legislativa para expor as vísceras do sistema de segurança pública.
fonte: União Juventurde

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário